O que é a Fisioterapia Neurológica e como funciona?

fisioterapeuta e paciente

Usufruir de um futuro agradável, com bom salário e uma carreira próspera, é o desejo de muitas pessoas. Para que isso se torne realidade, é fundamental investir nos estudos. Focar o ensino superior e, depois, fazer uma pós-graduação garante melhores oportunidades no mercado de trabalho. Para quem se interessa em carreiras na área de Saúde, uma boa ideia é a área de Fisioterapia Neurológica.

Ela pertence às profissões da área da Saúde. Por exigir conhecimentos específicos, tende a não ser tão concorrida e, assim, oferecer boas perspectivas de crescimento e de reconhecimento. Acompanhe o conteúdo e entenda melhor sobre a profissão!

O que é Fisioterapia Neurológica?

Fisioterapia Neurológica é uma área específica da Fisioterapia, que tem foco em pessoas afetadas por doenças neurológicas ou lesões na medula espinhal. É reconhecida pelo COFFITO (Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional) desde 1988 e trabalha com técnicas e tratamentos para recuperação dos pacientes.

O fisioterapeuta neurológico, então, atua em todas as condições que tenham disfunções no cérebro, tronco encefálico, medula espinhal, nervos periféricos e junções neuromusculares. Alguns exemplos são:

  • Alzheimer;
  • AVC (Acidente Vascular Cerebral);
  • Parkinson;
  • hidrocefalia;
  • derrame cerebral;
  • esclerose múltipla;
  • traumatismo cranioencefálico;
  • síndrome de Down;
  • paraplegia;
  • tetraplegia.

Qual é a sua importância?

Pessoas com algumas dessas condições costumam sofrer impactos negativos em vários aspectos da vida, como o social, o pessoal e o profissional. Isso se torna angustiante não apenas ao indivíduo, como também aos familiares, que precisam reorganizar a rotina e se responsabilizarem por alguém.

O objetivo do fisioterapeuta neurológico é propiciar a todos — paciente e família — uma vida com mais autonomia e bem-estar, já que busca desenvolver o máximo de funcionalidade e independência da pessoa afetada. A partir disso, o paciente readquire sua identidade e tem mais possibilidade de ser reinserido na sociedade.

Além do mais, esse trabalho costuma durar meses ou anos. Acompanhar toda a trajetória de recuperação de alguém tende a ser gratificante ao fisioterapeuta e o faz crescer profissional e pessoalmente.

Como é o dia a dia de um fisioterapeuta neurológico?

O dia a dia desse profissional é de bastante trabalho, mas tudo depende do local no qual ele atua. Geralmente, no período de residência e nos primeiros anos depois de formado, a atuação ocorre em hospitais (UTI, pronto-socorro, enfermaria), o que é sinônimo de rotina puxada. Além da demanda grande, os pacientes são, muitas vezes, agudos, isso é, acabaram de sofrer alguma lesão no sistema nervoso. 

Com o passar dos anos, o profissional começa a ganhar experiência e reconhecimento e consegue mais liberdade para escolher como atuará. Alguns se apaixonam pela rotina hospitalar e não abrem mão dela. Outros, no entanto, preferem seguir uma carreira mais autônoma e passam a fazer atendimentos homecare.

Nessa opção, o dia a dia costuma ser mais tranquilo, já que o fisioterapeuta faz seu próprio horário. Além disso, tem mais liberdade para definir seus ganhos. Os pacientes, aqui, também costumam ser diferentes. Muitas vezes, já receberam há um tempo o diagnóstico da doença, e o familiar procura alguém que possa ajudar na sua recuperação. O trabalho, assim, costuma ter bastante envolvimento de todos que moram junto deles.

Devido às características da Fisioterapia Neurológica, o profissional precisa contar com algumas habilidades importantes. Empatia e paciência, por exemplo, devem ser constantes, pois ele lidará com pessoas conscientes de suas limitações. É comum que tenham angústias ou se comportem de maneira agressiva em determinadas situações. A atuação conjunta de um psicólogo, nesses casos, é habitual.

O fisioterapeuta neurológico também precisa investir, constantemente, em estudos. Participar de congressos e seguir com outras especializações, mestrado e doutorado é fundamental para manter-se atualizado e ser um profissional relevante.

Quanto ganha um profissional de Fisioterapia Neurológica?

Falar de remuneração é importante, afinal, é a partir dela que temos noção das coisas que poderemos realizar na vida, não é mesmo? Contudo, tenha em mente que os valores são relativos e dependem bastante do nível de qualificação profissional. 

A média salarial, para um trabalho de 29 horas semanais, de um profissional que atua há poucos anos no mercado, é de R$ 2.384. Aquele com mais experiência e trabalhando em regime CLT chega a ganhar próximo de R$ 6.000

Já um fisioterapeuta autônomo, que tenha muita experiência e conhecimento, consegue uma remuneração ainda maior. Aliás, umas das maiores vantagens da área de Fisioterapia Neurológica é o fato de ser bem restrita. Com isso, fica mais fácil crescer e ganhar destaque.

Como se tornar um fisioterapeuta neurológico?

O caminho para se tornar um bom fisioterapeuta neurológico é feito de bastante empenho. Tudo começa pela graduação no curso de Fisioterapia. É fundamental escolher uma faculdade conceituada, que consiga transmitir os conhecimentos necessários para atuar na profissão. Ela, também, precisa ser autorizada pelo Ministério da Educação (MEC), para que o diploma tenha valor.

Aqui na Anhanguera, você conta com professores qualificados e preparados para agregar na sua capacitação profissional. A grade curricular da faculdade é sempre atualizada, para que as disciplinas formem profissionais preparados de acordo com as demandas do mercado de trabalho. Também temos formas de ingresso facilitadas.

Além disso, a instituição tem parceria com o Canal Conecta, um portal de empregabilidade com oportunidades nas melhores empresas. Dessa forma, o aluno realiza estágios e adquire a experiência necessária para concorrer a boas vagas assim que se formar.

No entanto, tenha em mente que todas as graduações fornecem um conhecimento geral sobre o assunto. Assim, o próximo passo é apostar na especialização em Fisioterapia Neurológica. O título será o upgrade no currículo para que ele tenha destaque no meio de vários outros. Continuar os estudos garante mais portas abertas ao sucesso.

Enfim, como você percebeu, a área de Fisioterapia Neurológica é interessante e propicia possibilidades rápidas de ascensão na carreira, além de boas remunerações. Contudo, para os resultados esperados, é essencial fazer as escolhas certas desde o começo. Nesse sentido, a Anhanguera tem tudo para ser sua parceira nessa jornada!

Sendo assim, que tal contar com a gente? Inscreva-se no vestibular online da Anhanguera e tenha toda a comodidade para fazer a prova no dia e na hora que preferir!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.