Dilatação FIES: veja como funciona na prática!

dilatação fies

A dilatação FIES é um recurso que visa prolongar o contrato do financiamento estudantil e pode ser utilizado por aqueles alunos que não conseguiram terminar o curso no tempo estabelecido pelo acordo. Assim, estudantes que por algum motivo precisam de mais tempo para se formar podem solicitar um prolongamento desse prazo em até um ano.

Você já ouviu falar de financiamento estudantil? É por conta dele que muitas pessoas que não tinham renda suficiente para cursarem o ensino superior passam a ter essa possibilidade. No Brasil, o Fundo de Financiamento Estudantil, o chamado FIES, é um dos mais conhecidos.

Com ele, é possível que o aluno tenha seus estudos financiados pelo Governo por um certo período de tempo, pagando por esse empréstimo apenas depois de se formar. Mas, são comuns os casos de pessoas que não conseguem, por algum motivo, terminar o curso no tempo proposto pelo contrato e precisam, então, pedir que ele seja prolongado. É para isso que serve a dilatação FIES. Quer entender mais sobre ela? Confira a seguir!

Entenda a dilatação FIES

Muitos alunos aderem ao financiamento estudantil para cursarem o ensino superior, sendo o FIES um subsídio oferecido pelo Governo para pessoas que estejam dentro dos critérios estabelecidos e atinjam a nota de corte FIES. Vale lembrar que nem todas as faculdades aceitam o FIES, e a Anhanguera é uma das instituições que possibilita o uso do programa por seus alunos.

O estudante, então, faz um contrato com o programa, que determina valor e prazo máximos para que ele termine seu curso de graduação enquanto o pagamento é feito de forma integral ou percentual pelo Estado — o que também será determinado pelo acordo.

Uma característica interessante desse financiamento é que o aluno começa a quitá-lo apenas depois de se formar. Ou seja, quando tem maiores chances de estar no mercado de trabalho e arcar com os pagamentos, que são divididos em várias vezes.

Mas afinal, o que é a dilatação do FIES? O recurso é utilizado quando os estudantes não conseguiram, por diversos motivos, finalizarem a graduação no prazo previsto pelo contrato.

Por exemplo: o curso dura 4 anos, mas o aluno não conseguiu terminar todas as matérias da grade curricular nesse tempo e, então, pode pedir para que o prazo do contrato seja “dilatado”, ou seja, prolongado. Assim, o estudante pode continuar com o financiamento por mais um tempo até terminar os estudos.

Entre os principais motivos para que os estudantes não terminem o curso no tempo esperado são:

  • reprovação ou dependências em disciplinas;
  • trancamento de matérias por conta de horários;
  • transferências de turnos, cursos ou faculdade;
  • trancamento de matérias por não conseguirem arcar, naquele momento, com o valor da mensalidade que não está financiado (no caso de financiamento parcial).

Para que o pedido de prolongamento seja feito, não é necessário ter um motivo específico. O aluno precisa apenas atentar ao passo a passo e aos prazos determinados pelo financiamento estudantil para que a solicitação seja feita corretamente.

É importante salientar que a dilatação FIES ajuda, mas não é ilimitada: o recurso aumenta em até dois semestres (1 ano) o prazo do financiamento. Além disso, não há alteração no prazo para quitação do financiamento estudantil depois que o aluno se forma.

Vai precisar fazer a dilatação FIES? Saiba como e tire suas dúvidas!

Saiba como funciona a dilatação do FIES

Aumentar o prazo do contrato do financiamento estudantil pode ser a solução dos problemas daqueles alunos que já começaram a se preocupar com o fim do acordo. Por isso, para garantir que a graduação continue sem ter que se preocupar com isso é preciso estar atento a todos os pedidos e critérios da dilatação do FIES.

Prazos

Primeiramente, o aluno com financiamento estudantil FIES precisa saber qual é a data final de seu contrato para que possa realizar a solicitação dentro do período correto. O estudante deve pedir a dilatação FIES entre o primeiro dia do último mês do semestre em que se encerra o curso até o último dia do primeiro trimestre do semestre de referência da dilatação.

Simplificando: se, pelo contrato, seu curso se encerra no final de 2020, mas você precisa de mais um ano para terminá-lo de fato, seu prazo de solicitação vai do dia 1º de dezembro (último mês do semestre) até o último dia de março (fim do primeiro trimestre). Mas, atenção: esse exemplo é fictício, já que os semestres podem variar para cada faculdade. Busque informar-se na sua!

Como solicitar

Para pedir o aumento do prazo do contrato do FIES não é preciso nem sair de casa. Toda a primeira parte do procedimento é feito no próprio sistema do FIES e de forma bastante simplificada. Dentro do prazo determinado pelo programa, o estudante deve seguir alguns passos para realizar a solicitação.

  1. Acessar o sistema do FIES.
  2. Clicar em “Aditamento de contrato”.
  3. Preencher um formulário com os dados solicitados.
  4. Quando aparecer o aviso de prazo de utilização encerrado, clicar em “Dilatação”.
  5. Conferir os dados da solicitação e clicar em “Gravar e Prosseguir”.
  6. Imprimir o documento de comprovação do pedido e levá-lo até a faculdade.
  7. Esperar a aprovação do pedido.
  8. Com a dilatação, o semestre será aditado (ou “adicionado”), sendo necessário que o aluno vá ao banco.

Caso o estudante precise fazer a solicitação de aditamento para mais um semestre, deverá realizar todo o procedimento novamente. Como falado anteriormente, o recurso também pode ser utilizado por pessoas que pediram transferência de curso ou faculdade. O ideal mesmo é se informar em na instituição de ensino para tirar todas as dúvidas!

Deu para perceber que a dilatação FIES é uma segurança a mais para quem usa esse financiamento estudantil para completar o ensino superior, certo? Por isso, vale a pena estar atento aos prazos do contrato para não passar por nenhum problema quando precisar prolongar esse auxílio financeira.

Se está interessado em começar uma faculdade ou financiar algum curso que já está sendo feito — preenchendo os critérios — esse auxílio pode ser uma boa opção, ainda mais contando com a dilatação FIES caso não seja possível terminá-lo no tempo esperado.

Vale lembrar que muitas faculdades, como é o caso da Anhanguera, também apresentam vagas remanescentes, aumentando suas chances de ingressar no ensino superior. Que tal conferir melhor sobre o FIES 2020 na Anhanguera e tirar seus sonhos do papel?

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.8 / 5. Número de votos: 5

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.