Como ser um freelancer e se destacar no mercado?

comoserumfreelanceresedestacarnomercado

Seja por conta do surgimento de plataformas digitais, seja pelo desejo de ser seu próprio chefe, cada vez mais pessoas no Brasil, principalmente os millennials, optam por trabalhar por conta própria. Independentemente da sua formação no ensino superior, a verdade é que é possível ser freelancer e, normalmente, a relação entre o tempo de trabalho e o retorno financeiro compensa muito para quem se dedica a esse campo de atuação.

Tem interesse em adotar esse sistema de trabalho, mas não sabe como ser freelancer? Então, chegou a hora de dar adeus a esse problema. Neste post, vamos contar como começar quanto antes e já se destacar nesse mercado!

O que é o trabalho freelancer?

O freelancer é o profissional que não depende de vínculo com uma empresa específica para trabalhar. Ou seja: é possível prestar serviço ou desenvolver projetos para diversos clientes, sejam pessoas, sejam organizações que dependem de algumas atividades que são feitas por esses profissionais. Por conta disso, o freelancer normalmente pode definir os próprios horários de trabalho e ter uma rotina mais flexível.

Atualmente, as áreas que mais demandam freelancers são:

  • gerenciamento de redes sociais de marcas;
  • desenvolvimento de artes e gráficos;
  • ghostwriting;
  • revisão de livros;
  • edição de vídeos;
  • consultoria para recém-formados na faculdade;
  • aulas particulares.

Como ser um freelancer?

Essa possibilidade de carreira atraiu seu interesse? Confira, a seguir, algumas dicas essenciais para iniciar um percurso de sucesso como freelancer.

1. Formalize-se como freelancer

O primeiro passo para atuar como freelancer é descobrir qual tipo de trabalho você pode oferecer e, desde o início, se formalizar profissionalmente. Além de ser um passo importante para conseguir crescer na carreira que você escolheu, a formalização é uma garantia para você e é algo cada vez mais pedido por muitos clientes em diversas áreas.

Sendo assim, uma boa maneira de fazer isso é abrindo um registro de CNPJ como microempreendedor individual (MEI). Acredite: o cadastro pode ser feito em poucos minutos, sem sequer precisar sair de casa! Dessa forma, você vai poder emitir nota fiscal, os impostos que você vai pagar serão muito mais baixos, e o seu direito aos benefícios trabalhistas, como afastamento médico e aposentadoria, será garantido.

2. Faça networking

Se ter contato com pessoas de diversas áreas já é importante para quem tem um emprego convencional, é ainda mais necessário para quem busca ser um freelancer de sucesso. Não importa se você pretende desenvolver softwares, organizar eventos ou criar toda a comunicação visual de empresas: quanto mais pessoas conhecerem o seu trabalho, maiores serão as suas chances de ter mais clientes!

Por isso, esteja presente em eventos relacionados à área de atuação que escolheu, mantenha contato com pessoas que já trabalharam com você e converse com quem já está há mais tempo no mesmo nicho. Além disso, nunca se esqueça de demonstrar as suas habilidades e o seu profissionalismo: isso é o segredo para conseguir ser indicado para grandes projetos!

3. Crie seu portfólio

Não tem jeito: um cliente vai ter muito mais interesse em comprar um produto que você faz ou em contratar o seu serviço se souber que aquele trabalho já gerou bons resultados. Então, já comece agora mesmo a criar o seu portfólio! É essencial que, além de exemplos de atividades que já realizou, você também coloque alguns comentários e feedbacks de outros clientes, ok?

Aliás, também é importante que seu portfólio seja bem apresentado, principalmente caso você trabalhe com artes ou design. Pensando nisso, organize seus projetos por categoria, insira fotos dos seus projetos mais recentes e tenha uma paleta de cores para as informações secundárias. Lembre-se: em alguns casos, a primeira impressão é a que fica. Portanto, ela precisa ser ótima!

4. Encontre propostas de trabalho

Depois que tiver realizado seus primeiros trabalhos e estiver com o portfólio feito, encontrar mais propostas deverá ser o seu foco! Quer uma dica? No início de cada mês, estabeleça uma quantidade mínima e uma quantidade máxima de projetos que pretende fazer, de forma que você consiga alcançar (ou até mesmo ultrapassar!) a sua meta financeira sem se sobrecarregar.

Em seguida, é hora de ir em busca das propostas! Você pode encontrar futuros clientes em diversos espaços, como grupos de freelancers no Facebook e até mesmo por indicação de colegas de profissão.

Outra forma interessante, dependendo do serviço que você realiza, é entrar em contato direto com pessoas e empresas a partir de formulários de contato ou por e-mail. Além disso, cadastrar-se em sites de vagas, como o Canal Conecta, também pode ser útil nesse momento!

5. Saiba se divulgar

De que adianta ser um ótimo profissional e ninguém saber disso? Pode acreditar, ainda que você seja o melhor da sua área, cumpra os prazos e conheça as melhores técnicas, nem todas as pessoas interessadas no que você faz vão conhecer o seu trabalho. Só que existe uma coisa que vai permitir que cada vez mais clientes surjam: a divulgação!

Crie um perfil na rede social mais utilizada pelo seu público-alvo e mostre que você tem conhecimento no que faz, demonstre que está em constante aperfeiçoamento e não tenha vergonha de expor seus bastidores. Muitas vezes, saber como você trabalha é do que um cliente precisa para querer contratar o seu serviço!

6. Organize suas finanças

Um dos desafios na vida de quem atua como freelancer é não ter uma renda fixa, afinal, o valor que você vai receber varia de acordo com o preço de cada serviço prestado e com a quantidade de trabalhos feitos ao longo do mês. Porém, isso não significa que a sua vida financeira precisa ser uma bagunça! Pelo contrário: ter um controle dos seus gastos é essencial para não faltar dinheiro quando você mais precisar.

Não sabe como organizar sua grana? Sem problemas, nós podemos ajudar nisso! Para começar, faça uma média do seu faturamento nos primeiros meses de trabalho. Em seguida, defina esse valor como a sua média salarial; pode ser que você ganhe um pouco menos ou um pouco mais em alguns momentos, mas é essencial fazer esse cálculo para ter uma noção geral de quanto dinheiro normalmente entra na sua conta.

Com esses números em mente, liste em uma planilha ou na sua agenda quais são as contas fixas que você precisa pagar mensalmente: aqui é o lugar para incluir custos com água, alimentação, energia, transporte e até mesmo a mensalidade para pagar a faculdade. Em seguida, estabeleça um limite para os seus gastos variáveis — aqueles que você pode reduzir sempre que quiser.

Também é importantíssimo que você deixe parte dos seus ganhos separada para pagar seus impostos como microempreendedor, criar a sua reserva financeira de emergência e poupar. Ao fazer isso, você vai conseguir viver todos os meses dentro do seu orçamento e ainda vai ter uma garantia para o seu futuro!

7. Mantenha-se produtivo

Procrastinar costuma ser um problema para quem trabalha home office. A falta de horários definidos, a ausência de um chefe para supervisionar suas atividades e estar em um ambiente onde você pode facilmente se distrair são fatores que podem fazer perder a noção do tempo, tornando seu trabalho improdutivo. Por isso, é preciso tomar algumas atitudes para não virar refém da procrastinação!

A primeira coisa que você pode fazer para trabalhar como freelancer sem desperdiçar seu próprio tempo é se organizar! Tenha uma planilha específica para listar os trabalhos que precisa entregar e crie o hábito de fazer as tarefas mais importantes primeiro, ainda que elas não sejam as suas favoritas. Assim, você evita deixar para realizar algo em cima da hora e não vai precisar correr contra o tempo depois.

Além disso, organize também o seu espaço de trabalho. E não precisa ter um escritório ou um cômodo inteiro na sua casa que seja dedicado somente a isso, ok? Você pode separar uma parte da sala ou colocar uma mesa em seu quarto onde possa realizar todos os projetos dos seus clientes. Apesar de ser algo muito simples, essa separação entre o ambiente de trabalhar e o de descansar faz toda a diferença!

Como você pôde perceber, existem diversas oportunidades para se tornar um freelancer de sucesso, e o passo a passo para conquistar isso é muito simples do que parece. Então, não deixe para amanhã: comece a se planejar desde já para fazer sua formalização, comece a buscar seus primeiros clientes e dê os primeiros passos nessa jornada!

E agora que você já viu o que pode fazer para ter sucesso na carreira como freelancer, o que acha de saber um pouco mais sobre planejamento financeiro? Dessa forma, você vai conseguir se organizar ainda mais para aproveitar melhor as vantagens de atuar nesse mercado!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.