Afinal, qual é o salário de um profissional de Agronomia?

profissional de agronomia

Já parou para pensar qual é o salário da Agronomia? O profissional formado nessa área é conhecido como agrônomo ou engenheiro agrônomo e é responsável pela orientação, planejamento e realização de trabalhos relacionados aos processos agropecuários.

O setor é muito importante para o país e está se tornando cada vez mais tecnológico. Por isso, o agronegócio precisa de profissionais capacitados e inovadores para obter os melhores resultados.

Quer saber quanto ganha um agrônomo e como está o mercado de trabalho na área? Continue a leitura e descubra!

O que faz um agrônomo?

Os agrônomos devem elaborar e realizar projetos focados no agronegócio. Eles buscam soluções que asseguram a qualidade dos alimentos produzidos, a preservação e a recuperação do solo, a adubação e a irrigação das plantações e o combate de pragas que acometem as lavouras.

A área é ampla e vai muito além do cultivo. Questões como sustentabilidade, segurança alimentar e redução da produção de dejetos também são preocupações importantes do profissional. Quem não quer ou não gosta de trabalhar no campo pode desempenhar suas funções em escritórios, atuando com atividades de planejamento, elaboração de melhorias e acompanhamento de resultados.

Já aqueles que preferem posições de autonomia e de alta responsabilidade podem empreender e atuar com consultoria ou se tornarem líderes de equipes, o que amplia as possibilidades para quem quer ser CLT ou PJ. Por ser muito abrangente, a Agronomia está entre as carreiras mais promissoras do mercado.

Quais são as principais áreas da Agronomia?

O agrônomo encontra muitas opções de trabalho além do campo, o que inclui oportunidades em gestão ambiental, inteligência de mercado, análise de riscos, entre outras. Conheça algumas áreas que compõem a carreira do profissional.

Administração rural

Essa área visa ajudar o produtor rural em relação ao setor produtivo do seu negócio, gerando os melhores resultados econômicos sem abrir mão da produtividade. Por isso, o agrônomo que trabalha com administração rural deve saber organizar, planejar, dirigir e controlar o ambiente corporativo.

Produção animal e vegetal

Na produção vegetal, o profissional pode atuar com processos de cultura, drenagem e irrigação dos solos, microbiologia agrícola, fertilizantes e corretivos. Já na produção animal, a nutrição animal e os melhoramentos genéticos podem ser a área de estudo.

Controle de pragas

Para fazer o controle eficiente de pragas, o agrônomo deve identificar a espécie na lavoura e realizar o controle precoce. O objetivo é manter as fases iniciais de desenvolvimento das plantações livres de qualquer tipo de infestação.

Manejo do solo

O agrônomo também pode controlar as propriedades físicas do solo e trabalhar com a preservação da fertilidade da terra, prescrevendo seu manejo.

Qual é o salário do profissional de Agronomia?

Antes de entender quanto ganha um profissional da Agronomia, é importante entender que, para atuar na área, é necessário fazer um curso de Agronomia reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC). O agrônomo também precisa registrar-se no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) do estado em que vai atuar.

A Lei 4.950-A/66 define o salário dos profissionais formados em Agronomia. A remuneração está relacionada ao salário mínimo atual e ao número de horas trabalhadas. O piso salarial da área é:

  • 6 salários mínimos para jornada de 6 horas diárias;
  • 7,25 salários mínimos para jornada de 7 horas diárias;
  • 8,5 salários mínimos para jornada de 8 horas diárias.

O salário varia conforme a região do país, o tempo de experiência e as especializações realizadas. A média efetiva, de acordo com o site Salário, é de R$ 7.537,73, com teto de R$ 19.115,29.

Essa é uma área importante e cheia de possibilidades em um país como o Brasil, que tem a agricultura como um dos seus pilares econômicos. Com crescimento de 3,8%, o agronegócio representa 21% do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro e precisa dos melhores profissionais atuando no setor.

Aqui na Anhanguera, os alunos e profissionais recém-formados encontram as melhores vagas no Canal Conecta. Além disso, oferecemos o curso de Agronomia na modalidade de ensino semipresencial, o que é ideal para quem precisa trabalhar e estudar.

Nessa opção, o aluno precisa ir à faculdade apenas uma vez por semana para assistir às aulas transmitidas ao vivo, podendo interagir e tirar dúvidas. O restante da grade curricular é composta por Disciplinas Interativas realizadas digitalmente, no Portal Digital do Aluno.

Quais são as principais tendências dessa área?

O avanço da tecnologia influencia os mais diversos setores da economia. Muitas empresas buscam, por meio das inovações, assegurar mais sustentabilidade, eficiência e praticidade. O agronegócio também apresenta, cada vez mais, opções tecnológicas aos empresários do setor agrícola e aos produtores rurais.

Essas tecnologias digitais impactam o resultado das safras, elevando a produtividade e reduzindo perdas no campo. Os agricultores já podem, por exemplo, monitorar as plantações com praticidade e facilidade, apenas verificando as informações recebidas no celular.

Para que a agricultura continue sendo fundamental à economia brasileira, os produtores e os profissionais da área devem ter atenção às tendências do agronegócio que vão apontar o comportamento do mercado no futuro. Isso também é essencial para garantir a segurança alimentar das próximas gerações.

Entre as principais tendências tecnológicas do mercado, estão:

  • sensores: permitem obter diversas informações importantes sobre o solo, a plantação e outros elementos rurais, potencializando e agilizando a coleta de dados. Tarefas podem ser realizadas a distância, com comandos de forma automática;
  • drones: podem realizar muitas funções no campo, pois são equipados com câmeras especiais que captam imagens aéreas e permitem acompanhar o desenvolvimento das plantações;
  • marketplace: funciona como um ambiente virtual em que vendedores e compradores realizam transações. Os aplicativos oferecem inúmeras opções para comprar os produtos disponibilizados pelos produtores, melhorando a relação de lucratividade;
  • software de gestão: as gestões de todas as informações do processo produtivo são importantes, e a tecnologia está sendo usada para auxiliar o produtor, especialmente em relação aos custos da produção e para facilitar tarefas do dia a dia;
  • agricultura vertical: a produção em camadas verticais ocorre em locais que não permitem a configuração da agricultura tradicional, como em grandes centros urbanos.

Em 2050, a população mundial deve chegar a 9,7 bilhões de pessoas. Com isso, aumenta a necessidade de desenvolvimento na produção de alimentos, o que demanda tecnologia e profissionais capacitados. Isso torna o salário da Agronomia mais atrativo, e o mercado mantém-se em constante expansão.

Gostou de conhecer a área e quer se tornar um agrônomo de sucesso? Então, faça a sua inscrição no vestibular da Anhanguera e invista no seu futuro!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.4 / 5. Número de votos: 8

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.