Técnico em Veterinária: entenda os prós e contras do curso

tecnico em veterinaria

A busca por um emprego é uma preocupação de milhares de pessoas em todo o Brasil. E, para ingressar no mercado de trabalho no século XXI, uma qualificação é quase que obrigatória na maioria das vagas. Por isso, muitas pessoas recorrem aos cursos técnicos, uma opção de especialização rápida e pouco pesada para as finanças.

Há uma grande opção de cursos técnicos dentre as quais você possa escolher. Uma delas é o técnico em Veterinária, que permite que o diplomado possa trabalhar com animais de estimação em clínicas veterinárias, assistindo os médicos veterinários em alguns procedimentos.

Mas, afinal, será que essa realmente é uma alternativa viável para quem busca crescer no mercado de trabalho e conquistar vagas cada vez melhores? Seria essa a melhor alternativa para a sua carreira, ou talvez um curso de Medicina Veterinária seria mais interessante? Continue a leitura e tire as suas dúvidas!

Como é o curso de técnico em Veterinária?

O curso técnico em Veterinária é autorizado pelo Ministério da Educação (MEC) — ainda que não conste nos documentos oficiais com essa nomenclatura — e tem como objetivo fornecer o conhecimento técnico necessário para a formação de auxiliares em veterinária.

Sua duração varia, mas, normalmente, ele dura cerca de 18 meses, ou seja, 1 ano e meio. Ao final, o profissional será diplomado com um documento em nível técnico. Isso permitirá que ele atue como assistente de médicos veterinários em clínicas e em hospitais, além de trabalhar em pet shops e em hotéis para animais de estimação.

Os auxiliares em veterinária também precisam fazer estágio e podem tirar carteirinhas junto ao Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), algo que regulamenta a sua atuação e delimita bem os procedimentos que podem ser feitos por esse profissional.

Quais são as vantagens desse curso?

O primeiro passo de nossa conversa é discutir quais são os prós de investir nesse tipo de qualificação para a sua carreira. Vamos descobrir? Veja a seguir!

Curta duração

Os cursos de nível técnico têm uma duração reduzida. A maioria deles dura 1 ano e meio, como comentamos, enquanto o curso de nível superior em Medicina Veterinária tem duração de 5 anos.

Isso influencia, é claro, na quantidade de horas estudadas e na profundidade dos temas vistos em sala de aula. Leve sempre isso em consideração!

Baixos custos durante a formação

A formação de um técnico tem um valor muito mais baixo quando comparada a um curso de nível superior. Além das mensalidades mais em conta, é possível economizar com a manutenção do curso (materiais, transporte etc.), já que ele dura muito menos do que uma faculdade.

No entanto, é sempre possível optar por instituições que trabalhem com bolsas e descontos para que você possa fazer um curso superior sem apertar o orçamento, caso essa seja a sua vontade.

Rápida inserção no mercado de trabalho

Outra vantagem desse tipo de qualificação é a rápida inserção do profissional formado no mercado de trabalho. Há muitas vagas disponíveis para o nível técnico e muitas possibilidades de atuação!

O técnico em Veterinária pode trabalhar em diversos setores e, por isso, é bem provável que ele consiga uma colocação rapidamente.

Quais são as desvantagens desse curso?

Agora, chegou a hora de discutirmos um pouco sobre os contras de investir em um curso do tipo técnico em Veterinária. Assim, você poderá tomar uma decisão realmente consciente para a sua vida profissional. Vamos lá?

Não fornece diploma superior

Uma das principais desvantagens do curso técnico é o seu diploma, que tem um “peso” diferente dos de cursos superiores no mercado de trabalho. Por isso, em certos casos, apenas os médicos veterinários são contratados em alguns estabelecimentos.

Os salários são menores

O salário médio de um auxiliar em veterinária é de R$ 1.373,47* para uma jornada de trabalho de 43 horas semanais. Já o médico veterinário recebe, por 39 horas trabalhadas, uma média de R$ 3.948,71*.

Não possibilita o crescimento na carreira

Quando analisamos os salários acima, precisamos também levar em consideração que o médico veterinário pode fazer especializações e, assim, progredir em sua carreira e aumentar a remuneração. Essa não é uma realidade possível para o profissional de nível técnico.

Há uma limitação na área de atuação

Enquanto o médico veterinário pode realizar procedimentos mais complexos, como a prescrição de medicamentos, o diagnóstico de doenças e até cirurgias, o auxiliar veterinário poderá apenas realizar tarefas mais simples. Exemplos são a coleta de exames e a contenção dos animais durante procedimentos.

Como ingressar em um curso de Medicina Veterinária?

Acha que talvez o Bacharelado em Medicina Veterinária seja mais interessante para você? Então, venha descobrir como ingressar nesse curso sem que isso pese no seu bolso e em sua vida profissional!

Optar por um curso de nível superior é sempre um bom investimento. No mercado de trabalho de Veterinária, um dos que mais crescem no Brasil, isso significa a certeza de boas colocações e a possibilidade de escolha entre muitas áreas.

Além das especializações como cardiologia, nefrologia e várias outras, as áreas da Veterinária incluem trabalhos como a atuação na vigilância sanitária e na produção animal — setores que trazem um bom retorno financeiro.

Para ingressar nesse curso, você precisa:

  • conhecer a nota de corte de Veterinária;
  • saber mais sobre provas como o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio);
  • criar um bom cronograma de estudos para conduzir seu aprendizado;
  • escolher a melhor faculdade de Veterinária para se inscrever;
  • optar por uma instituição com formas de ingresso variadas e descontos possíveis para que você possa se manter no curso. Inclusive, aqui na Anhanguera, você pode contar com o financiamento da Creditas, com taxas de juros reduzidas e até 20 anos para pagamento da dívida;
  • conhecer mais sobre os gastos com o curso, como livros de Medicina Veterinária (que podem ser obtidos na biblioteca da instituição, como é o caso da Anhanguera!).

E o mais importante: esforçar-se bastante e nunca desistir de seus sonhos!

Chegou o seu momento!

Agora que você já sabe os prós e os contras de investir em um técnico em Veterinária, é hora de tomar uma decisão que realmente funcione para você e que permita o alcance da realização em sua vida profissional. Pense bem e faça uma escolha inteligente sobre o seu futuro!

Caso tenha optado por investir em um curso de nível superior, não perca tempo. Inscreva-se agora mesmo no vestibular para Medicina Veterinária e dê o primeiro passo rumo a uma carreira de muito sucesso na área!

* Sujeito a alterações

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Skip to content