Vale a pena fazer um técnico em Odontologia?

técnico em odontologia

Se você chegou até este artigo, deve estar pensando se vale a pena fazer um técnico em Odontologia. Uma boa notícia é que, se ainda não tem um diploma do ensino superior e deseja ingressar na área da saúde rapidamente, essa pode ser uma solução até entrar na faculdade.

New call-to-action

A vantagem dos cursos técnicos é que eles são profissionalizantes, e você pode atuar em algumas funções da área, como auxiliar de saúde bucal. Porém, vai chegar um momento em que somente a faculdade possibilita a especialização necessária para a construção de uma carreira sólida.

Para que você não tenha dúvidas na hora de escolher um técnico ou a graduação em Odontologia, criamos este post para explicar quais são as diferenças entre cada um. Venha com a gente nesta leitura!

Como é o curso técnico em Odontologia?

O curso técnico em Odontologia é, assim como as outras áreas, um curso de educação profissional em nível médio. Isso significa que estudantes, a partir do segundo ano do ensino médio ou formados na educação básica, podem se matricular. Algumas instituições também têm uma restrição à idade mínima, por exemplo, 16 ou 18 anos.

Objetivo do curso

O curso técnico em Odontologia prepara os futuros profissionais para exercerem algumas atividades da área da Odontologia, tanto como auxiliares ou supervisores. Mas, um detalhe: por ser um curso técnico em nível médio, você não se forma odontologista nem pode fazer cursos de pós-graduação!

Com o diploma técnico, você poderá atuar no mercado de trabalho privado ou prestar concursos públicos para técnico em saúde bucal. Alguns locais onde você poderá atuar são:

  • clínicas e consultórios particulares;
  • clínicas-escolas de faculdades;
  • programas públicos de promoção à saúde;
  • órgãos como Aeronáutica, Exército e Marinha;
  • hospitais e postos de saúde;
  • entidades sociais;
  • programas de atenção básica à saúde.

Duração

A carga horária para o curso técnico em Odontologia é de, no mínimo 1.200 horas. Essa carga horária costuma ser distribuída entre 16 meses a 2 anos.

Grade curricular

A grade curricular do técnico em Odontologia oferece vários conhecimentos teóricos e técnicos da área. As disciplinas básicas são:

  • Anatomia e Fisiologia Bucal;
  • Biossegurança;
  • Conceitos Básicos sobre Procedimentos Restauradores;
  • Equipamentos, Materiais, Medicamentos e Instrumentos Odontológicos;
  • Ergonomia e Técnicas de Instrumentação;
  • Higiene Dental;
  • Processo de Trabalho e Humanização em Saúde;
  • Promoção e Prevenção em Saúde Bucal;
  • Proteção Radiológica Ocupacional.

Forma de ingresso

Existem duas formas de ingresso no curso técnico de Odontologia. A primeira delas é a inscrição direta. Nela, os alunos se matriculam diretamente no curso, sem a necessidade de passar por processos seletivos. Porém, as escolas podem analisar documentos, como histórico escolar, e realizar entrevistas.

A outra forma é por meio de uma espécie de “vestibulinho”, em que os candidatos fazem uma prova com conteúdos do ensino médio. Normalmente, essa é uma forma utilizada em instituições públicas, cujo número de vagas costuma ser menor que o de interessados.

O que o técnico em Odonto pode fazer?

O curso técnico dá uma boa ideia do que se espera do perfil do profissional de Odontologia. Com as matérias que você viu acima ― e outros conhecimentos complementares ―, poderá realizar as seguintes atividades:

  • ajudar no trabalho clínico-odontológico;
  • atuar na radiologia e na fotografia odontológicas;
  • auxiliar em atividades de profilaxia (limpeza de tártaro, prevenção de cárie) e prevenção a doenças periodontais;
  • instrumentar o cirurgião-dentista no ambiente hospitalar;
  • organizar todas as etapas de uma consulta odontológica (recepção, preparação do paciente e dos procedimentos clínicos);
  • orientar pacientes ou grupos de pessoas sobre as melhores práticas de higiene e de saúde bucal;
  • participar da reabilitação oral do paciente;
  • participar de treinamentos de auxiliares em saúde bucal;
  • realizar ações educativas de saúde bucal junto à comunidade.

Compensa mais fazer técnico ou superior?

A resposta para esta pergunta é: depende do seu momento de vida. A principal questão aqui é ponderar quais são seus objetivos em curto e longo prazos, e como você conseguiria administrar a rotina de uma faculdade exigente, como são os cursos da área da Saúde.

Além disso, para muita gente que deseja ter uma formação profissional, saber quanto custa uma faculdade de Odontologia é um ponto crucial na hora de tomar uma decisão. O curso técnico de Odontologia, sem dúvida, é mais barato e com menor duração que a faculdade. Logo, isso tem impactos no seu planejamento financeiro.

Porém, você precisa pensar em longo prazo na sua carreira. Com muita disciplina e uma boa organização de vida, você poderá crescer profissionalmente em poucos anos. Então, aí vão algumas razões para investir na faculdade de Odontologia.

Nível de conhecimento

A graduação tem uma carga horária muito maior que a de um curso técnico, a fim de acomodar uma série de conhecimentos teóricos e práticos, essenciais à formação integral em Odontologia. Para você ter uma ideia, a graduação em Odonto tem carga horária, de no mínimo, 4.000 horas e dura 5 anos.

Ao final, você dominará todas as rotinas de um curso técnico e mais um sem-número de conhecimentos e de experiências práticas para sua formação.

Obtenção do diploma

A graduação de Odontologia confere a você o grau de bacharel em Odontologia. Com esse título, você se torna um profissional da área da saúde e pode se registrar no Conselho Regional de Odontologia.

Por meio desse registro, você pode atuar plenamente na profissão, de acordo com a lei. Além disso, poderá realizar cursos de especialização lato sensu, mestrado e doutorado, além de participar de congressos, simpósios e feiras como profissional da área.

Oportunidades de trabalho

É claro que você pode ter sucesso profissional e boas oportunidades de trabalho com o curso técnico. Por outro lado, se você pensar em uma construção de carreira, somente a faculdade permitirá que você abra mais portas na profissão, já que terá a possibilidade de se especializar, como dissemos.

A partir daí, tornar-se um profissional respeitado e conquistar mais clientes será uma questão de tempo.

Inclusive, os ganhos de um odontologista formado podem superar muito o salário de nível técnico. Enquanto esse profissional tem um piso salarial na casa dos R$ 1.600*, o profissional de Odonto já começa ganhando cerca de R$ 3 mil*. Claro, esses valores são referenciais, e podem aumentar bastante conforme a formação e a especialidade, chegando a, pelo menos, R$ 7 mil* mensais, como aponta o site Salario.com.

Quer saber mais sobre a faculdade? Leia aqui Tudo sobre Odontologia!

Por que vale a pena escolher a Anhanguera?

O curso de Odontologia da Anhanguera é um dos mais respeitados e modernos do país. Um dos pontos altos do projeto pedagógico é a preocupação em oferecer um ensino totalmente antenado com as transformações do mercado. Com isso, você será um profissional com alta competitividade e chances de ter os melhores salários.

Então, mesmo com a possibilidade de um curso técnico, organize-se para ingressar quanto antes na graduação na Anhanguera. Você pode mudar seu futuro, basta se planejar. Aqui vão algumas dicas:

Dessa forma, você vai ver que entrar na faculdade será muito mais fácil! Deu para perceber que o curso técnico em Odontologia vale muito a pena, mas a faculdade definitivamente elevará o status de sua carreira.

Então, não perca tempo: inscreva-se já no vestibular Anhanguera!

* Sujeito a alterações

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.7 / 5. Número de votos: 43

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.