Afinal, o que faz um engenheiro ambiental?

o que faz um engenheiro ambiental

De acordo com o último Mapa do Trabalho Industrial, levantamento realizado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), a Engenharia Ambiental está entre as três profissões mais promissoras atualmente, com uma taxa de crescimento estimada em 19,4% até 2023.

Então, se você procura uma carreira com ótima empregabilidade e alinhada às demandas atuais, a faculdade de Engenharia Ambiental é ideal para você. Mas afinal, o que faz um engenheiro ambiental? Qual é o perfil desse profissional? Como se destacar no mercado? Leia este texto e tire suas dúvidas sobre o assunto!

O que faz um engenheiro ambiental?

O engenheiro ambiental desenvolve e analisa projetos de engenharia relacionados ao uso de recursos naturais. Sistemas de tratamento de água, controle de poluição e distribuição de energia estão entre os objetos de trabalho dessa profissão, considerada promissora frente à necessidade de aliar o desenvolvimento humano com a preservação do meio ambiente.

Diante da relevância cada vez maior da preocupação ambiental, essa é uma das grandes apostas da Engenharia para o futuro. Afinal, grande parte das atividades humanas — para não dizer todas — exigem o uso de recursos naturais ou têm impactos sobre eles, direta ou indiretamente.

Então, você já sabe o que é um engenheiro ambiental: o profissional que atua encontrando soluções de Engenharia que consigam equilibrar o desenvolvimento humano e a qualidade de vida das pessoas com a preservação do meio ambiente.

Em outras palavras, ele é o profissional que garante a sustentabilidade aos projetos de Engenharia. O termo, consolidado pela Organização das Nações Unidas (ONU) em sua Conferência das Nações Unidas sobre o Ambiente Humano (1972), representa a capacidade de suprir necessidades do presente sem comprometer as gerações futuras.

Como é a rotina de um engenheiro ambiental?

Diante dessa conceituação, você já viu que o papel do engenheiro ambiental é de grande responsabilidade, não é? Por esse motivo, esse profissional pode atuar junto a empresas privadas de todos os segmentos, órgãos públicos e organizações não governamentais: em todas essas esferas, a preocupação ambiental deve existir.

A rotina do engenheiro ambiental pode variar bastante. Alguns exemplos de atividades que podem acontecer na profissão são:

  • consultoria em projetos de Engenharia;
  • gerenciamento de práticas para recuperação de áreas degradadas;
  • implantação de soluções de gestão ambiental;
  • coordenação de grandes obras civis visando a diminuir os impactos ambientais;
  • criação de novos sistemas de gestão de resíduo, tratamento de água ou distribuição energética;
  • avaliação de pedidos de licenciamento ambiental;
  • gerenciamento de áreas contaminadas;
  • condução de pesquisas para o desenvolvimento sustentável;
  • atuação em projetos de educação ambiental etc.

Média salarial

Como deu para ver, a profissão tem uma excelente empregabilidade devido à grande versatilidade da área. Na mesma medida, a relevância do desenvolvimento sustentável na atualidade eleva ainda mais as oportunidades do engenheiro ambiental, que é cada vez mais valorizado no mercado.

De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do Ministério do Trabalho, compilados no portal Salário, a média salarial gira em torno de R$ 5,9 mil nas principais capitais brasileiras, com teto salarial chegando a R$ 15,5 mil.

Quais são as principais áreas de atuação na profissão?

Agora, para entender melhor o que faz um engenheiro ambiental, confira algumas das principais áreas da Engenharia Ambiental:

  • controle de poluição — o engenheiro fiscaliza e analisa índices de poluição em indústrias, além de buscar solução para reduzir os impactos dos poluentes na natureza;
  • geoprocessamento — junto a geógrafos, o engenheiro ambiental pode atuar com mapeamento de solos e regiões para agricultura de precisão, planejamento de vias de transporte etc.;
  • licenciamento ambiental — qualquer tipo de construção civil precisa ter aprovação pública para ser iniciado. Uma das etapas é o licenciamento ambiental, realizado por engenheiros ambientais e outros profissionais habilitados;
  • recuperação de áreas — o profissional também é responsável por buscar soluções para reverter a poluição de áreas. Por exemplo, em vazamentos de barragens e rios poluídos;
  • gestão de recursos hídricos — o engenheiro projeta e coordena a implantação de sistemas de coleta e de abastecimento de água para a população e de redes de captação de água da chuva em grandes empreendimentos;
  • controle de saneamento — nessa área, o engenheiro ambiental busca soluções para melhorar o sistema de drenagem e de tratamento em estações de esgoto;
  • matrizes energéticas — uma das áreas mais promissoras da Engenharia Ambiental é pesquisa, elaboração e implantação de soluções mais sustentáveis para a distribuição energética, incluindo o desenvolvimento de projetos de energia renovável;
  • gestão de resíduos — empresas, indústrias e secretarias municipais de meio ambiente precisam contar com o engenheiro ambiental para criar planos de gerenciamento de resíduos sólidos;
  • pesquisa em desenvolvimento sustentável — junto a outras profissões relacionadas ao meio ambiente, o engenheiro ambiental pode estar à frente de pesquisas para o desenvolvimento sustentável da humanidade, atuando como acadêmico (com mestrado e doutorado).

Como se dar bem na profissão de engenheiro ambiental?

O estudante que quer encontrar oportunidades melhor remuneradas deve refletir bem sobre apostar em faculdade ou em curso técnico. Há, ainda, o Tecnólogo em Gestão Ambiental, com disciplinas muito parecidas com o curso superior, mas bem mais voltado para as práticas do dia a dia.

Devido à formação mais longa, no Bacharelado, o estudante sai com uma sólida formação teórica, importante para o desenvolvimento de novas soluções na Engenharia. A vantagem do Tecnólogo, porém, é a rápida inserção no mercado de trabalho.

Por isso, o primeiro passo para se dar bem na profissão é escolher qual modalidade de curso superior você vai fazer aqui na Anhanguera. Com a gente, você contará com:

  • matriz curricular abrangente;
  • sistema de ensino dinâmico;
  • docentes altamente capacitados;
  • e infraestrutura completa.

Ao contar com um laboratório na faculdade, por exemplo, o estudante consegue ter um aprendizado mais ativo e profundo das disciplinas, além de desenvolver intimidade com equipamentos que podem ser úteis no dia a dia profissional.

Gostou de descobrir o que faz um engenheiro ambiental? Diante dessa leitura, você já sabe que essa é uma profissão com tendências de crescimento e grande versatilidade. Afinal, nas mais diversas áreas do desenvolvimento humano, a preocupação ambiental existe e é cada vez mais relevante.

Então, entre em contato com a gente! Conheça todas as facilidades para que você comece a construir a sua carreira!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.8 / 5. Número de votos: 9

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content