Você sabe como funciona a Fisioterapia Hospitalar?

o que é fisioterapia hospitalar

Você sabe o que é Fisioterapia Hospitalar? Essa área de atuação da Fisioterapia atua principalmente no tratamento de pacientes em unidades de terapia intensiva e na enfermaria. O objetivo principal da especialidade é prevenir e avaliar problemas respiratórios e motores que podem surgir por conta de uma internação hospitalar.

Na faculdade de Fisioterapia, o aluno é preparado para atuar em hospitais, por meio de disciplinas que abordam esse tema. Se quer conhecer mais sobre o assunto, continue a leitura! ?

O que é Fisioterapia Hospitalar?

A Fisioterapia Hospitalar é responsável pelos cuidados com pacientes internados em hospitais e na unidade de terapia intensiva. Mesmo quando recebem alta, em muitos casos, é necessário continuar com as sessões de fisioterapia em casa, clínicas ou hospitais.

É importante que o fisioterapeuta vise à mobilidade da pessoa com a garantia do máximo de conforto possível. Em situações em que há um tempo maior de internação, os profissionais são essenciais, já que evitam várias complicações recorrentes ao longo do tempo passado no leito.

Quando não há um trabalho em conjunto, podem surgir lesões como úlceras de pressão ou outras dores. A falta de uma imobilização correta pode comprometer o alinhamento mecânico e a resistência cardiovascular, afetando os movimentos coordenados. ?

Como resultado, a atuação do fisioterapeuta hospitalar em relação à atividade reduzida dos pacientes auxilia na diminuição do tempo de permanência na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), além diminuir o risco de infecção e a taxa de mortalidade.

O que se faz nessa área?

Quem trabalha com a Fisioterapia Hospitalar é responsável por efetuar o diagnóstico terapêutico e interpretar laudos e exames complementares. Além disso, o profissional é responsável por determinar a quantidade de sessão e os procedimentos específicos para que o paciente consiga se reabilitar.

o que é fisioterapia hospitalar

Abaixo, você vai conhecer em detalhes as principais atribuições do fisioterapeuta hospitalar. Confira!

Previne e trata atrofias musculares

Pacientes hospitalares podem ficar um longo período parados e deitados, além de serem engessados em alguns casos. Logo, o fisioterapeuta hospitalar previne e trata atrofias musculares nessas pessoas, por meio de atividades leves, até que a devida reabilitação ocorra.

Previne e trata deformidades e contraturas

Existem vários pacientes que sofrem contraturas nos ossos e ficam com deformidades ortopédicas aparentes. Nesse caso, a Fisioterapia Hospitalar tem o objetivo de prevenir e de tratar esses problemas decorrentes de cirurgias, acidentes ou quedas.

Trata e previne úlceras de decúbito

Quando os pacientes permanecem deitados por um longo período na mesma posição, é comum que apareçam feridas na pele ou úlceras por conta do atrito com a maca. Quando isso ocorre, o fisioterapeuta hospitalar é responsável por trocar a pessoa de posição para prevenir e tratar essas úlceras.

Previne e trata linfedemas

Linfedemas são acúmulos de líquido no sistema linfático que provocam um grande inchaço no corpo de determinados pacientes. Para prevenir e tratar o problema, os profissionais da área realizam massagens que proporcionam a drenagem linfática, ajudando a reabilitar essas pessoas.

Trata e previne complicações respiratórias

Na maior parte dos casos, quando os pacientes voltam da intubação, eles necessitam de fisioterapia para reabilitar a musculatura que faz parte do processo respiratório. Assim, os fisioterapeutas hospitalares são os profissionais responsáveis por esse procedimento de reabilitação.

Quanto ganha na Fisioterapia Hospitalar?

Chegou até aqui e está curioso para saber quanto ganha um fisioterapeuta hospitalar? Afinal, ficar por dentro dessa informação é importante para quem deseja se planejar, não é mesmo?

O salário do profissional é bem parecido com o de um fisioterapeuta geral: a média é de R$ 2.818,72*, mas, com experiência, é possível obter um ganho que chega a R$ 5.086,59* para uma jornada de trabalho de 31 horas semanais. ?

Agora, veja a remuneração média do fisioterapeuta hospitalar de acordo com o tipo de empresa em que atua:

  • atividades de atendimento hospitalar: R$ 3.222,15*;
  • atividade médica ambulatorial com recursos para realização de exames complementares: R$ 3.092,89*;
  • atividades de apoio à gestão de saúde: R$ 2.974,64*;
  • atividades de enfermagem: R$ 2.852,28*;
  • atividades de atendimento em pronto-socorro e unidades hospitalares para atendimento a urgências: R$ 2.724,95*;
  • atividade médica ambulatorial restrita a consultas: R$ 2.641,99*;

Quais são as principais vantagens de atuar nessa área?

A Fisioterapia Hospitalar é muito utilizada nos hospitais por proporcionar bons resultados ao paciente. Além disso, o fisioterapeuta pode atuar junto aos colaboradores do hospital, no contexto laboral.

Você também pode trabalhar com capacitações, treinamentos e desenvolvimento de novas tecnologias para o manuseio de equipamentos, principalmente na área de ventilação artificial dos hospitais.

o que é fisioterapia hospitalar

Com a pandemia da Covid-19, muitas pessoas sofreram com problemas respiratórios, e a Fisioterapia Hospitalar tem um importante papel nesse caso. Assim, você precisa estar atualizado com as novas tecnologias, principalmente em relação às melhorias no processo de gestão do cuidado, já que faz toda a diferença para a saúde do paciente. ?

O que é preciso para ser um fisioterapeuta hospitalar?

Está em dúvida sobre o que precisa para ser fisioterapeuta hospitalar? Então, não se preocupe, que vamos explicar tudo! O primeiro passo consiste em fazer uma faculdade de Fisioterapia. Aqui na Anhanguera, a matriz curricular conta com diversos conteúdos relacionados aos cuidados com pessoas internadas em hospitais e em UTIs.

De maneira abrangente, os estudantes aprendem diferentes aspectos fundamentais para quem vai atuar na área. Além disso, uma das grandes vantagens de estudar com a gente é que você pode escolher entre duas modalidades de ensino: presencial e semipresencial.

Na primeira opção, é importante comparecer ao polo de ensino durante os 5 dias da semana para assistir às aulas, fazer provas e apresentar trabalhos. Já no formato semipresencial, você tem muito mais flexibilidade, pois só é necessário ir à faculdade de uma a três vezes por semana com o objetivo de realizar as aulas práticas.

Nas duas alternativas, o aluno terá o suporte de um corpo docente preparado e experiente no mercado, sendo apto para tirar as dúvidas. Após a conquista do diploma, você precisa fazer uma pós-graduação em Fisioterapia Hospitalar, que tem duração média de 360 horas, tempo suficiente para você ficar por dentro da área!

o que é fisioterapia hospitalar

Agora é com você!

Agora que já sabe o que é Fisioterapia Hospitalar, não perca mais tempo. Estude na Anhanguera e seja um profissional de sucesso!

Gostou do conteúdo e quer estudar Fisioterapia na Anhanguera? Então, inscreva-se em nosso vestibular online!

*Sujeito a alterações

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registered successfully
Oops! Invalid email, please check if the email is correct.
Oops! Invalid captcha, please check if the captcha is correct.