Tudo sobre o curso de Fisioterapia

estudante de fisioterapia

Se você quer trabalhar com o atendimento às pessoas, a faculdade de Fisioterapia pode ser uma excelente carreira. Atrelada à área da saúde, a graduação oferece uma ampla visão das intervenções e práticas fisioterápicas, com fins de reabilitação em várias situações.

Logo, essa carreira prepara o futuro profissional para ajudar no tratamento de pacientes que sofreram qualquer tipo de lesão ou problema de saúde. Quem se interessa pela profissão, merece ficar por dentro dos detalhes sobre o curso. Portanto, elaboramos um post completo para você saber tudo sobre Fisioterapia. Confira!

Qual é o objetivo da graduação em Fisioterapia?

O maior objetivo da graduação em Fisioterapia é fazer com que o mercado de trabalho tenha mais fisioterapeutas preparados e competentes para dar o seu melhor na reabilitação e prevenção dos pacientes, o que impacta positivamente a saúde da população.

Portanto, o Bacharelado em Fisioterapia é pensado para direcionar os alunos às melhores práticas em relação às disfunções provocadas pelos mais diferentes graus de complexidade.

O currículo contempla os fundamentos da saúde e das Ciências Biológicas, aliado às técnicas das Ciências Humanas e Sociais. Percebeu que vale a pena fazer a faculdade de Fisioterapia por ser um curso abrangente e completo?

Quais são as matérias da faculdade de Fisioterapia?

As matérias de Fisioterapia são divididas em dois ciclos, com conhecimentos básicos e profissionalizantes. Logo, no começo, os estudantes aprendem as teorias gerais das Ciências Biológicas e Humanas. Depois, eles são preparados para a prática fisioterapêutica, com disciplinas mais avançadas.

A seguir, apresentaremos a grade curricular de Fisioterapia completa de acordo com os semestres!

1º Semestre: 

  • Bioquímica Aplicada à Saúde
  • Ciências Morfofuncionais dos Sistemas Digestório, Endócrino e Renal
  • Ciências Morfofuncionais dos Sistemas Tegumentar, Locomotor e Reprodutor
  • Ed – Cultura Digital
  • Introdução à Biologia Celular e do Desenvolvimento

2º Semestre: 

  • Ciências Morfofuncionais dos Sistemas Imune e Hematológico
  • Ciências Morfofuncionais dos Sistemas Nervoso e Cardiorrespiratório
  • Ed – Projeto de Vida
  • Fundamentos da Fisioterapia na Atenção Primária
  • Saúde Pública

3º Semestre:

  • Ciências Morfofuncionais do Aparelho Locomotor – Membros Inf. e Coluna Vertebral
  • Ciências Morfofuncionais do Aparelho Locomotor – Membros Sup., Cabeça e Tronco
  • Cinesioterapia Geral
  • Ed – Marketing Digital
  • Primeiros Socorros
  • Psicologia Aplicada à Saúde

4º Semestre:

  • Cinesioterapia Aplicada
  • Diag. Cinético-Funcional e Imaginologia – Membros Inf. e Coluna Vertebral
  • Diag. Cinético-Funcional e Imaginologia – Membros Sup., Cabeça e Tronco
  • Ed – Construindo uma Carreira de Sucesso – Saúde
  • Ética e Deontologia
  • Recursos Terapêuticos Manuais

5º Semestre:

  • Ed – Mindset Ágil
  • Fisioterapia na Atenção Primária
  • Fundamentos da Fisioterapia na Atenção Secundária e Terciária
  • Pensamento Científico
  • Prótese e Órtese
  • Recursos Terapêuticos Bioelétricos, Térmicos, Mecânicos

6º Semestre:

  • Ed – Design Thinking
  • Fisioterapia Dermatofuncional
  • Fisioterapia Musculoesquelética na Saúde do Adulto
  • Fisioterapia Musculoesquelética na Saúde da Criança e do Adolescente
  • Fisioterapia na Saúde do Atleta
  • Recursos Terapêuticos Biohídricos

7º Semestre:

  • Ed – Empregabilidade
  • Fisioterapia Cardiopulmonar na Saúde do Adulto
  • Fisioterapia na Atenção Secundária
  • Fisioterapia na Saúde do Idoso
  • Fisioterapia na Saúde do Neonato
  • Fisioterapia na Saúde do Trabalhador
  • Optativa I

8º Semestre:

  • Ed – Desenvolvimento de Carreira
  • Fisioterapia em Unidade Hospitalar
  • Fisioterapia na Atenção Terciária
  • Fisioterapia na Saúde da Mulher
  • Fisioterapia Neurofuncional
  • Gestão, Qualidade e Segurança do Paciente
  • Sociedade Brasileira e Cidadania

9º Semestre:

  • Ed – Empreendedorismo
  • Estágio Curricular Supervisionado Ambulatorial I
  • Estágio Curricular Supervisionado na Atenção Básica
  • Fisioterapia e Inovações
  • Trabalho de Conclusão de Curso I

10º Semestre:

  • Ed – Responsabilidade Social
  • Estágio Curricular Supervisionado Ambulatorial II
  • Estágio Curricular Supervisionado Hospitalar
  • Optativa II
  • Trabalho de Conclusão de Curso II

Para conquistar o tão sonhado diploma de Bacharelado em Fisioterapia, é importante fazer estágios obrigatórios e elaborar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Qual é a duração do curso de Fisioterapia?

Tem dúvidas sobre quantos anos dura a faculdade de Fisioterapia? Esse curso superior tem duração 5 anos, ou seja, 10 semestres. Esse tempo depende se você cursou os períodos no tempo exato ou se atrasou ou adiou alguma disciplina (as chamadas Dps).

Durante esse período, você conhecerá as áreas da Fisioterapia para, ao final, escolher qual caminho seguir. Veja a carga horária de acordo com os semestres:

  • 1º semestre: 305 horas;
  • 2º semestre: 265 horas;
  • 3º semestre: 385 horas;
  • 4º semestre: 445 horas;
  • 5º semestre: 345 horas;
  • 6º semestre: 425 horas;
  • 7º semestre: 385 horas;
  • 8º semestre: 345 horas;
  • 9º semestre: 585 horas;
  • 10º semestre: 460 horas.

Qual é o preço da faculdade de Fisioterapia?

As mensalidades da faculdade de Fisioterapia na Anhanguera são a partir de 399,00*. Contudo, saiba que esse valor varia de acordo com o turno, a unidade, a cidade e a modalidade de ensino escolhida.

A Anhanguera conta com uma média de preço mais acessível para a graduação em Fisioterapia. Esse valor ainda pode ser menor com as oportunidades de descontos e bolsas de estudo nas mensalidades oferecidas aos alunos da instituição.

Em quais modalidades o curso de Fisioterapia é oferecido?

Ao ingressar nesse curso superior, você pode optar tanto pela Fisioterapia EAD, no formato semipresencial, quanto pelo modelo presencial, escolhendo a alternativa que mais se encaixa em sua rotina, preferências e necessidades.

A seguir, vamos explicar a diferença entre elas, de maneira a ajudar você a fazer a melhor escolha!

Presencial

O formato presencial é aquele em que você deve comparecer à faculdade praticamente durante os 5 dias da semana para assistir aulas, fazer provas e apresentar trabalhos. Ou seja, cabe ao aluno se adaptar ao horário da instituição para conseguir concluir a graduação.

Mesmo com a popularidade do ensino a distância, a modalidade presencial ainda é muito procurada, por oferecer vantagens exclusivas, como o convívio com colegas de turma e professores. Inclusive, a criação desse laço estreito é essencial para a prática do networking.

Logo, a faculdade de Fisioterapia presencial é a melhor alternativa para as pessoas que têm disponibilidade de tempo para frequentar o ambiente acadêmico todos os dias.

Semipresencial

A faculdade semipresencial oferece uma flexibilidade maior nos estudos. Ele apresenta todas as vantagens das aulas presenciais, que permitem a prática, a convivência e a interação, mas também oferece encontros online, dando mais versatilidade ao aluno.

Assim, enquanto estiver no campus, você terá toda a infraestrutura do curso de Fisioterapia e, no Ambiente Virtual de Aprendizagem, continuará absorvendo os conhecimentos por meio das Disciplinas Interativas (DIs). As aulas acontecem ao vivo e você consegue interagir em tempo real.

Como se matricular no curso de Fisioterapia?

Para realizar a matrícula no curso superior em Fisioterapia, o primeiro passo é fazer o vestibular da Anhanguera ou optar pelo ingresso com a nota do Enem. Após a aprovação, você terá acesso ao Portal Digital do Aluno.

Depois, basta se matricular em uma de nossas unidades. Essa etapa é bem simples e pode ser feita de maneira digital por meio de um computador ou smartphone. Nessa etapa, também é importante apresentar alguns documentos obrigatórios que serão solicitados.

Como funciona a área da Fisioterapia?

Todos os campos da saúde contam com um componente básico: a humanidade. Embora eles apresentem diferenças entre si, o fato de servir o próximo e cuidar da qualidade de vida e do bem-estar das pessoas representa uma vocação humana.

É claro que todas as carreiras contribuem de alguma maneira com a sociedade. A questão é que o contato dos enfermeiros, dos médicos e dos fisioterapeutas e de profissionais da saúde é ainda mais direto.

Afinal, estamos falando de seres humanos que desejam amenizar suas dores, melhorar a qualidade de vida e recuperar as perdas que eles sofreram. Essa é uma das razões pelas quais a Fisioterapia é um ramo tão encantador, sendo que ter um perfil humano é fundamental para a qualificação desse profissional.

Afinal, quando alguém sofre um determinado tipo de lesão ou problemas musculares, indica-se um fisioterapeuta. Esse profissional, junto com o auxílio de medicamentos, faz com que os pacientes se recuperem de maneira mais rápida. Assim, essa área é responsável por restaurar, desenvolver, manter e preservar a mobilidade das pessoas.

Os sistemas, os órgãos e as funções corporais dependem desses passos. Logo, são utilizados recursos e saberes para o processo terapêutico, com a intenção de melhorar a qualidade de vida por meio de vários estudos.

Nesse caso, os fisioterapeutas aplicam terapias para o tratamento de diversos tipos de lesões e doenças. Desse modo, fazem uso de exercícios e massagens na água, além de tratamentos à base de calor e frio.

Na fisioterapia, é realizada a análise de laudos e exames médicos. Com isso, é possível ter uma noção do estado de saúde da pessoa e dos danos causados. Além disso, observa-se os movimentos dos pacientes, para descobrir possíveis dores ou problemas.

Como está o mercado de Fisioterapia no Brasil?

Até pouco tempo atrás, os fisioterapeutas eram profissionais da saúde procurados apenas quando existiam problemas concretos com exigência de reabilitação. Assim, eram demandados para acompanhar pessoas com necessidades especiais, idosos, atletas e indivíduos em recuperação de acidentes. Felizmente, a realidade mudou e a tendência é continuar.

As pessoas estão cada vez mais conscientes em relação às mudanças de hábitos para melhorar a qualidade de vida. Nesse caso, o profissional passou a receber outras solicitações, de pacientes mais preocupados com a prevenção do que com o tratamento.

Essa mudança de paradigma fez com que surgissem novas possibilidades, e a área de trabalho para o fisioterapeuta ampliou-se bastante. O aumento do número de pesquisas científicas no ramo também contribuiu para que a profissão voltasse a se destacar, mas de uma maneira mais esclarecida.

Assim, além de hospitais e consultórios, o fisioterapeuta pode trabalhar em:

  • institutos de pesquisas;
  • faculdades, caso queira seguir carreira acadêmica;
  • empresas, no ramo da saúde dos trabalhadores;
  • clínicas de estética;
  • indústrias de equipamentos para fisioterapeutas;
  • diversos clubes esportivos;
  • academias;
  • atendimento domiciliar;
  • centros de reabilitação.

Outro benefício de optar por essa profissão é que, além dos conhecimentos oferecidos pelo curso de Fisioterapia, existem várias opções de especializações disponíveis. Isso faz com que os fisioterapeutas potencializem suas chances de empregabilidade e atuem em áreas específicas.

Outra maneira interessante de atuação é por meio dos concursos públicos, que contam com vagas em várias instituições de saúde, como hospitais, Unidades Básicas de Saúde etc. Caso esse seja o seu objetivo, saiba que é importante se dedicar aos estudos e fazer diferentes tipos de simulados.

Se tem dúvida sobre quanto ganha um fisioterapeuta, saiba que a remuneração é muito atrativa: a média é de R$ 2.850,01* para uma jornada de trabalho de 31 horas semanais. No entanto, saiba que os ganhos são ainda maiores: o teto salarial é de cerca de R$ 5.107,94*.

Veja as cidades com os melhores salários:

  • São Paulo — R$ 3.479,18*;
  • Rio de Janeiro — R$ 3.225,86*;
  • Salvador — R$ 2.701,65*;
  • Recife — R$ 1.875,63*.

Já os tipos de empresas que oferecem excelentes remunerações são:

  • outras atividades de atenção à saúde humana — R$ 3.354,09*;
  • locação de mão de obra temporária — R$ 3.308,77*;
  • atividade médica ambulatorial com recursos para realização de exames complementares — R$ 3.303,87*;
  • atividades de atendimento hospitalar — R$ 3.045,75*.

Quais são as tendências para Fisioterapia?

As mudanças profundas no mercado de Fisioterapia demonstram que, quanto mais especializado for o profissional, melhor. Portanto, é fundamental ficar de olho nas tendências dessa área. Confira!

Gameterapia

A gameterapia é uma tendência recente da Fisioterapia. Os videogames sensoriais, com movimentos, são utilizados para reabilitar pacientes com problemas ósseos e neurológicos. É uma prática que foi criada no Canadá, mas que vem sendo difundida pelo mundo, inclusive no Brasil.

Esse tipo de terapia já pode ser encontrada em clínicas modernas, sendo ideal para todas as idades, contudo, não substitui os tratamentos convencionais. A gameterapia transporta os pacientes para outra realidade, incentivando a recuperação dos movimentos e a atividade cerebral.

Eletroterapia

A eletroterapia é um tratamento que usa correntes elétricas por meio de eletrodos na pele. Na fisioterapia, essa técnica é bastante utilizada em pessoas com limitação de movimento, já que elas necessitam de estímulos para evitar a atrofia dos músculos.

Além disso, a eletroterapia é empregada em quem sente desconfortos e dores sensoriais, pois as descargas elétricas — de baixa intensidade — estimulam os músculos e tecidos. Desse modo, o cérebro reage e libera endorfina. Os métodos são variados e dependem dos aparelhos usados e da potência da energia. Veja algumas técnicas:

  • ultrassom — regenera o tecido por meio da distribuição de ondas sonoras que oferecem vibrações mecânicas;
  • corrente russa — melhora o desempenho dos músculos por meio da eletroestimulação feita com eletrodos dispostos na região do tratamento;
  • TENS (Terapia por Estimulação Elétrica Nervosa Transcutânea) — causa o bloqueio da dor ao estimular músculos e nervos com a emissão de correntes elétricas pulsadas.

Fisioterapia laboral

A fisioterapia laboral tem o objetivo de manter a qualidade no ambiente de trabalho, fazendo com que os colaboradores tenham mais saúde para exercer suas atividades diárias. Nesse caso, são incluídos exercícios de ergonomia, biomecânica e a recuperação de problemas físicos provocados pela prática constante de trabalho.

O fisioterapeuta tem a função de detectar os movimentos dos funcionários durante a sua jornada, bem como as suas dificuldades, e orientá-los sobre a melhor maneira de executar os movimentos em suas rotinas, promovendo a saúde.

Dançafisio

A busca por um método alternativo de reabilitação, que vá além das tradicionais atividades de recuperação e movimento da qual os pacientes já estão acostumados, também será bem-vinda no futuro. A dançafisio é um exemplo disso.

Essa técnica mescla exercícios feitos por meio da dança com a reabilitação dos pacientes. Assim, os movimentos não são apenas diferenciados, mas também fazem com que a pessoa consiga se divertir, se distrair e se alongar durante as sessões.

Além de evitar o sedentarismo, trabalhando a coordenação motora e o equilíbrio, a dançafisio mistura exercícios de cinesioterapia com ritmos musicais, como bolero, salsa, samba e forró.

Quais são as principais atuações em Fisioterapia?

Além dos hospitais, o bacharel em Fisioterapia é apto para trabalhar em diferentes ambientes, como academias, empresas, escolas, clubes esportivos, clínicas, entre outros. Também é possível se especializar em uma das áreas de atuação em alta. Veja!

Fisioterapia Cardiovascular

Esse campo de atuação é ideal para quem quer trabalhar com a prevenção de doenças cardíacas, com o objetivo de prevenir, recuperar e tratar pacientes, oferecendo mais qualidade de vida e bem-estar a eles.

Nesse caso, é possível trabalhar em clínicas de saúde, hospitais, consultório próprio ou em atendimento domiciliar.

Fisioterapia Dermatofuncional

Na Fisioterapia Dermatofuncional, os fisioterapeutas focam no tratamento e na prevenção dos aspectos que afetam a pele e as chamadas disfunções circulatórias e endócrino-metabólicas. Aqui, o profissional é responsável por tratar casos que se referem às cicatrizes, estrias, gordura localizada e flacidez.

Outro aspecto que essa área aborda é o de tratamento de pessoas com queimaduras, casos de úlcera por pressão ou ainda o pós e pré-operatório de pacientes que vão passar ou passaram por cirurgias plásticas, reparadoras ou estéticas.

Fisioterapia do Trabalho

Essa área é aquela que atua no tratamento e prevenção de lesões nos colaboradores. Os operários de fábricas, que exercem atividades pesadas, por exemplo, podem desenvolver lesões corporais. O mesmo ocorre em pessoas que ficam o dia todo sentadas em frente ao computador, com uma postura inadequada.

Desse modo, o fisioterapeuta que decidir seguir nessa área pode trabalhar em empresas de diferentes segmentos, além de organizações e clínicas especialistas em Saúde do Trabalhador.

Os profissionais também podem emitir laudos e estudar maneiras para que o profissional da empresa trabalhe em uma postura mais adequada.

Fisioterapia Esportiva

A Fisioterapia Esportiva é responsável por cuidar do diagnóstico e da prevenção de lesões em amadores e atletas profissionais. O mercado de trabalho para o profissional é bastante amplo: em academias, clubes, equipes esportivas ou diretamente com atletas. Além disso, pode fazer parte de times na área da medicina esportiva.

Como ingressar no mercado de Fisioterapia?

O primeiro passo para iniciar a carreira como fisioterapeuta é fazer o vestibular de Fisioterapia. Contudo, lembre-se de que não basta apenas ter o diploma. É preciso fazer uma boa faculdade para ter impacto positivo no sucesso profissional.

Perfil do fisioterapeuta

Além de muito conhecimento técnico-científico, resiliência, paciência, cuidado e atenção, os fisioterapeutas precisam ter um perfil ideal para se dar bem na profissão. Afinal, muitos tratamentos são longos e, nem sempre os pacientes vão apresentar resultados rápidos e satisfatórios.

Confira, abaixo, algumas características ideais:

  • empatia — ao agir de modo empático, o fisioterapeuta consegue entender as dores dos pacientes e propor tratamentos mais eficazes;
  • boa comunicação — ter uma comunicação objetiva e clara é essencial, sendo importante falar a linguagem do paciente. O profissional precisa organizar as ideias, explicar o tratamento e transmitir as informações da melhor maneira;
  • simpatia e carisma — a Fisioterapia é um ramo com muito contato pessoal. Portanto, requer fisioterapeutas simpáticos, amáveis e carismáticos. Logo, a tendência é que o paciente se sinta bem durante o tratamento, além de mais seguro e confortável.

Como a Anhanguera ajuda você a realizar o sonho da faculdade?

Para conquistar o sonho de ser um bacharel em Fisioterapia e um profissional de sucesso, estudar em uma instituição de ensino renomada faz toda a diferença para a sua aprendizagem e seu currículo.

Na Anhanguera, temos professores preparados e qualificados a oferecer um ensino condizente com as atuais exigências do mercado, sendo aptos a ensinar tudo sobre o curso de Fisioterapia. Além disso, a nossa infraestrutura de excelência possibilita o conforto e garante a eficiência de ensino das quais todos os estudantes necessitam.

Pensa que acabou por aí? Ainda oferecemos diferenciais exclusivos, como:

Se tem dúvidas de como passar em Fisioterapia na Anhanguera, saiba que é importante estudar bastante, treinar com provas e simulados antigos e fazer a inscrição em nossa faculdade.

Estude Fisioterapia na Anhanguera!

Agora que já sabe como é a faculdade de Fisioterapia, dê o primeiro passo rumo ao sucesso profissional: estude na Anhanguera e tenha acesso a um dos melhores ensinos do Brasil!

Gostou de conhecer um pouco mais sobre a faculdade de Fisioterapia e quer se destacar na carreira? Então, não perca mais tempo e inscreva-se para o vestibular online da Anhanguera!

*Sujeito a alterações

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 127

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registered successfully
Oops! Invalid email, please check if the email is correct.
Oops! Invalid captcha, please check if the captcha is correct.