Logística Empresarial: o que é e como trabalhar na área?

logística empresarial

A Logística Empresarial é uma área essencial para o funcionamento de empreendimentos pelo Brasil afora e garante boas possibilidades de trabalho na área, a partir das seguintes práticas:

  • gestão da informação;
  • cadeia de suprimentos;
  • armazenagem;
  • transporte e rotas.

Como a Logística Empresarial é sinônimo de eficiência operacional, os trabalhadores do ramo encontram boas vagas no mercado e podem conseguir uma rápida colocação. A Logística também é utilizada nas mais diferentes empresas, considerando que não é exclusividade de empreendimentos específicos — por isso, o profissional da logística é bastante requisitado.

Saiba, com o blog da Anhanguera, como é trabalhar na área de Logística Empresarial por meio dos seguintes tópicos:

  • O que é a Logística Empresarial?
  • Como o profissional da área atua na prática?
  • O que é preciso para trabalhar na área?
  • Quais são as vantagens de trabalhar com Logística Empresarial?

Ao final da leitura, com certeza você vai querer iniciar a capacitação para atuar no ramo. Vamos lá?

O que é a Logística Empresarial?

Trata-se de organizar a rotina do empreendimento por meio da otimização dos processos de produção. Ela promove a integração entre os todos os setores e busca facilitar o dia a dia do negócio, envolvendo muito planejamento.

Todo o processo de produção é levado em conta: desde a busca por matéria-prima até a entrega do produto ou serviço. Por isso, a demanda do consumidor deve ser avaliada com qualidade para auxiliar a tomada de decisões durante a gestão de logística.

Mais além, devido ao mercado altamente competitivo, o empresário que não busca meios de desenvolver de forma eficiente o seu negócio acaba perdendo consumidores. Uma das maneiras de fortalecer essa ideia é contar com os recursos da Logística.

Como resultado, a Logística Empresarial é fundamental para o crescimento do empreendimento, e ela pode ser implementada conciliando custos baixos e boa organização. Se você pensa em ingressar no mundo do trabalho ou mudar de emprego, a carreira na Logística pode ser uma boa ideia.

Como o profissional da área atua na prática?

Você viu na introdução que existem, basicamente, 4 formas de atuar com Logística Empresarial na prática. Continue a leitura e veja quais são elas.

Gestão da informação

Antes de qualquer decisão ser implementada no dia a dia do empreendimento, é preciso analisar as opções existentes, tais como:

  • matérias-primas com melhor custo-benefício;
  • locais para armazenamento dos bens;
  • rotas mais econômicas;
  • meios de transporte adequados;
  • modos de organização do estoque.

Os custos totais necessários, a mão de obra fundamental e a maneira de integrar todos esses dados de forma informatizada também são passos essenciais para a Logística Empresarial, já que significam a realização do trabalho de modo mais eficiente.

Toda essa análise prévia é de responsabilidade do setor de gestão da informação. A partir do uso do chamado Business Intelligence (BI), o profissional da área desenvolve métodos para a atuação eficaz e com poucos gastos à aplicação no dia a dia da empresa.

Cadeia de suprimentos

A gestão da cadeia de suprimentos (também chamada de supply chain) também é uma possibilidade de atuação da Logística Empresarial na prática. Relacionada, basicamente, com transporte, armazenamento e condução do produto até o cliente final, o profissional que trabalha no ramo de cadeia de suprimentos é fundamental para manter o giro eficiente do negócio.

Isso porque é preciso ter contato frequente com fornecedores, programar entregas, alinhar os meios de transporte e tornar o sistema ajustado. Tais práticas evitam imprevistos e, em caso de situações adversas, o profissional da cadeia de suprimentos consegue contorná-las com mais facilidade.

Para funcionar com eficiência, a cadeia de suprimentos requer a integração entre os setores do empreendimento e, claro, o registro das informações.

Armazenagem

Como se pode entender a partir de próprio nome, o trabalho no ramo da armazenagem é sinônimo de cuidar do armazenamento e do estoque de matérias-primas, maquinários e produtos finais. Mais do que organização, o setor exige o conhecimento das dimensões dos itens a serem armazenados e a validade dos produtos.

Além disso, é preciso utilizar um sistema eficiente de registro do estoque, justamente como forma de evitar perdas e, com isso, gerar prejuízo ao negócio.

Transporte e rotas

Buscar matérias-primas, receber produtos e planejar entregas são atividades de responsabilidade do setor de transporte e rotas. Para que todo esse sistema ocorra de forma eficiente, é fundamental avaliar as rotas mais econômicas, bem como o tipo de transporte adequado.

A chamada estratégia de trajetos também é aplicada nesse ramo, já que o profissional deve buscar as melhores táticas para economizar dinheiro e evitar perdas.

O que é preciso para trabalhar na área?

A área de Logística empresarial é bastante ampla e não requer um diploma de graduação. No entanto, o curso Tecnólogo em Logística garante boas oportunidades no mercado de trabalho e, com certeza, torna mais fácil o ingresso nesse universo.

A grade curricular dessa graduação é composta pelas matérias de cadeia de suprimentos, armazenagem, transportes e rotas, comércio internacional e logística reversa. Aqui na Anhanguera, o curso pode ser realizado a distância (EAD), significando uma facilidade a extra para quem deseja investir em conhecimento.

Já em relação às habilidades sociais, para trabalhar na área, é preciso apresentar:

  • proatividade;
  • bom relacionamento com outras pessoas;
  • habilidades de comunicação;
  • facilidade com o meio digital.

Se você tem interesse pelo ramo, comece a preparação desde já e consiga uma boa colocação em Logística Empresarial dentro de pouco tempo. Isso porque o Tecnólogo é um tipo de graduação com duração de dois anos (4 semestres), por ter foco na prática e nas demandas do mercado. Interessante, não?

Quais são as vantagens de trabalhar com Logística Empresarial?

Além da possibilidade de atuação em diferentes áreas empresariais, a alta demanda no mercado de trabalho é um fator que atrai muitos interessados pelo ramo. O Canal Conecta, plataforma exclusiva de vagas aqui da Anhanguera, divulga oportunidades no mercado, e lá é possível encontrar empregos na área de Logística.

Trabalhar com Logística Empresarial também é sinônimo de boas remunerações. Um analista de supply chain (profissional, no geral, em início de carreira), por exemplo, recebe, em média, R$ 3.087,05 para uma jornada de 43 horas semanais, com teto de R$ 7.588,12. Esse salário médio chega a dobrar para um gerente de supply chain, profissional com experiência e de cargo mais elevado na área, alcançando a média de R$ 15.504,00.

A área de Logística Empresarial é essencial para o bom funcionamento dos mais diversos empreendimentos no país e garante diferentes modos de atuação, sobretudo quando você detém o diploma e o conhecimento especializado de um curso superior na área. Procure uma vaga no setor e conte com um futuro muito mais confortável! Arregace as mangas e bom trabalho.

E aí, gostou das informações apresentadas em nosso post? Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco. Nós, da Anhanguera, podemos ajudar!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content