Como ser funcionário público? Veja as opções de carreira

como ser funcionário público

A economia passa por ciclos de prosperidade e retração, o que faz com que muitas pessoas não consigam ter uma estabilidade financeira, necessária para a concretização de sonhos como formar família e comprar a casa própria. Com esse cenário, uma das tendências é que cada vez mais profissionais apostem nas carreiras de Estado. Por isso, é importante saber como ser funcionário público.

Nosso país contrata, em regra, por meio do concurso público, que é a forma de ingresso mais igualitária e democrática. Mas são muitos os concorrentes que desejam a mesma estabilidade que talvez você queira para a sua vida, razão pela qual é importante se dedicar aos estudos para conseguir a convocação em uma das vagas de sua preferência.

Quer saber mais sobre como ingressar nas carreiras públicas? Veja como um concurso público de nível superior pode transformar a sua vida para melhor. Confira!

Ingresso no serviço público

Como mencionado, uma das tendências do mercado de trabalho é adentrar o serviço público. O acesso às carreiras disponíveis se dá por meio do concurso, que é uma prova que testa os conhecimentos do candidato em relação àquilo relacionado ao cargo. Também existem concurso de provas e títulos, que, além da pontuação na prova, confere acréscimos àqueles que tenham cursado uma pós-graduação, por exemplo.

A complexidade das provas leva em consideração alguns fatores, como a responsabilidade exigida pelo cargo, a concorrência e a remuneração. De forma resumida, quanto maior a remuneração, maior e mais qualificada será a concorrência, o que se reflete no grau de dificuldade para o ingresso na carreira em questão.

Existem concursos dos mais diversos níveis, então é importante que você leia bem o edital daquele que você pretende prestar, para saber se de fato está habilitado a concorrer ao cargo.

Alguns concursos exigem apenas que o candidato tenha nível superior, servindo qualquer graduação (incluindo os tecnólogos). Já outros concursos exigem que se tenha uma graduação específica, como as carreiras jurídicas, que exigem que o candidato seja graduado em Direito.

Nesse último caso, também podem ser feitas outras exigências, como contar com a inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil e 3 anos de prática jurídica após a conclusão do curso. Isso significa que, além da formação, o candidato deve ter a carteira da OAB e experiência prévia, o que deverá ser comprovado em momento oportuno, de acordo com o estabelecido no edital.

Carreiras jurídicas

As carreiras jurídicas são algumas das mais disputadas no país, pois são muitos os candidatos que desejam ingressar na magistratura, promotoria, procuradorias, defensorias públicas e no cargo de delegado. São cargos que geralmente pagam mais de R$ 15 mil por mês, além de outras bonificações que elevam ainda mais a remuneração. Já a magistratura está no topo das remunerações, por isso você deve saber quanto ganha um juiz de Direito.

Mas não se engane, são concursos de alto nível, que cobram os conteúdos do edital em profundidade e são compostos por várias fases. Além da prova objetiva, o candidato também pode ter que responder a perguntas subjetivas, elaborar peças jurídicas próprias dos profissionais da carreira e ainda ter que passar por prova oral.

Alguns concursos também são rigorosos em relação à saúde física e mental do candidato, pois tais atributos podem ser determinantes para garantir (ou não) que o candidato está habilitado para o cargo. Diversas carreiras contam ainda com a etapa de investigação social, que serve para saber se o candidato apresenta a idoneidade moral desejada para o cargo para o qual ele está concorrendo.

Isso tudo quer significar que algumas preparações começam antes mesmo de você decidir ingressar no curso de Direito, pois questões próprias da sua vida privada podem ser levantadas antes de você assumir o cargo almejado.

Analista de órgãos públicos e autarquias

Alguns órgãos públicos e autarquias também abrem concursos periodicamente para preenchimento e reposição de seus quadros de servidores. Os concursos para o cargo de analista exigem nível superior de forma generalista e também em áreas específicas, como algumas Engenharias, o curso de Fisioterapia e outras graduações.

É também uma opção para o bacharel em Direito, pois tribunais e outros órgãos contratam o chamado analista processual, que presta apoio aos servidores de carreiras que estão acima desta, como juízes, promotores e procuradores. Na já mencionada Engenharia, o analista pode cuidar de questões técnicas em obras públicas ou como responsável técnico em licitações, para atestar a qualidade daquilo que um ente público pretende adquirir.

Já uma área generalista dentro dessa carreira é a de analista administrativo, que, usualmente, exige apenas o nível superior. Além de conhecimentos relacionados ao órgão de atuação, os editais costumam cobrar disciplinas como Administração Geral e Administração Pública. Quem se graduou em Administração de Empresas ou Gestão Pública pode ter vantagem na hora da prova, mas as vagas estão acessíveis a todos os candidatos que tenham concluído algum curso de nível superior.

A remuneração costuma ficar acima dos R$ 10 mil, mas, com os benefícios e o progresso na carreira, ela costuma ficar bem maior.

Carreiras policiais

Trata-se de uma opção que ganha cada vez mais adeptos, pois os concursos são feitos em nível nacional e estadual com editais que surgem durante todo o ano e o melhor: com muitas vagas disponíveis. As polícias civis dos estados, Federal e Rodoviária Federal são as principais instituições que realizam concursos nessa área.

São vários os cargos oferecidos, como o de delegado. Ele comanda as delegacias e preside o inquérito criminal, que são as peças investigatórias usadas pela acusação ou pela defesa de quem tiver supostamente cometido um crime. Para o cargo, é exigido o Bacharelado em Direito e alguns anos de prática jurídica ou policial, conforme disciplinado nos editais.

Os cargos de investigador e inspetor de polícia também representam boas oportunidades para quem tem nível superior em qualquer área. Eles geralmente pagam acima dos R$ 6 mil e oferecem diversos benefícios para os integrantes da carreira. Há ainda cargos para peritos de carreiras específicas, como Farmácia, Química, Engenharia, Ciências Contábeis, entre outras.

Uma boa opção é o curso de Investigação e Perícia Criminal, um Tecnólogo que habilita aos concursos de nível superior e coloca você em contato com diversas disciplinas das carreiras policiais.

Nesse tipo de concurso existe a já mencionada investigação social, e há uma ênfase grande para a saúde física e mental do candidato. Para os cargos também é exigido o Teste de Aptidão Física (TAF), que avalia o condicionamento do candidato com diversos exercícios, a exemplo da corrida, flexão, abdominais e barra de exercícios.

Pronto para trilhar seu caminho enquanto funcionário público?

Diversos concursos compartilham das mesmas disciplinas, mas é importante ter um alvo específico para conseguir a convocação em pouco tempo. Saber como ser funcionário público envolve estratégia; por isso, pesquise tudo sobre a carreira de seu interesse e trabalhe diariamente para a sua aprovação. Como você viu, ter o ensino superior coloca o candidato em vantagem em vários aspectos.

Gostou das nossas dicas? Baixe agora nosso guia completo sobre a carreira pública e aprimore suas estratégias!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Skip to content