Podologia: tudo que você precisa saber sobre essa área!

A saúde e a estética andam juntas em muitas profissões. Para quem deseja atuar no cuidado amplo com os membros inferiores, em especial os pés, o curso de Tecnologia em Podologia representa uma ótima opção.

É o seu caso? Pois saiba que essa área tem bastante trabalho interessante para quem se qualifica. Inclusive, você pode aplicar suas habilidades com foco no tratamento e na prevenção de vários problemas, de doenças a desconfortos que possam afetar a qualidade de vida das pessoas.

Ficou com vontade de saber mais sobre as oportunidades que rodeiam os futuros podólogos ou podologistas? Continue a leitura para entender esse cenário!

Como funciona a área de Podologia?

A Podologia é uma ciência que estuda a anatomia, a fisiologia e a patologia dos pés. Essa análise permite verificar se as extremidades dos membros inferiores estão saudáveis, ou seja, livres de alterações que geram dores, mudanças na forma de pisar ou caminhar, bem como mudanças estéticas.

Trata-se de uma área crucial para a promoção da qualidade de vida das pessoas, independentemente da idade ou rotina que vivenciam. Isso porque a base do nosso corpo está sempre resistindo a grandes cargas e aos impactos que resultam do processo de deslocamento.

Por mais fortes que sejam, os pés e os tornozelos não estão livres de sofrer danos em diferentes situações. Com o passar do tempo e a prática de esportes específicos, o risco para determinadas enfermidades aumenta e precisa ser considerado nas consultas com os profissionais da Podologia.

Foi em 2018, depois da Resolução n.º 288 do Conselho Federal de Biomedicina (CFBM), que a profissão de podólogo passou a ser regulamentada. Como a atividade só é permitida a indivíduos com diploma ou certificado que tenham registro no órgão regional, uma boa formação faz toda a diferença.

Como está o mercado de Podologia no Brasil?

A procura por cuidados relacionados aos pés e aos tecidos ligados a eles está em alta. O brasileiro sempre foi muito preocupado com a imagem, e agora pode aliar o investimento em procedimentos estéticos a abordagens para a prevenção de doenças que costumam atingir os membros inferiores.

Os profissionais responsáveis pela promoção da saúde não se concentram apenas na correção de desvios ou no combate de sintomas visíveis, como verrugas, calos e unhas encravadas. É preciso uma avaliação completa para identificar sinais escondidos e orientar os pacientes sobre boas práticas.

Dada a função ampla dos podólogos, é provável que vejamos cada vez mais pessoas em busca desses especialistas para prever e tratar inúmeras condições. O ideal é incentivar as visitas clínicas desde cedo, já que consultas realizadas na infância ajudam a prevenir doenças na vida adulta.

Agora que você sabe o o que é Podologia, deve estar se perguntando sobre o mercado de trabalho para quem escolhe essa profissão. A boa notícia é que a atuação engloba desde clínicas médicas e hospitais até espaços associados ao bem-estar, como academias, salões de beleza, SPAS e clubes esportivos.

O podólogo pode, ainda, desempenhar tarefas em lojas de produtos e integrar times em empresas específicas. Há quem prefira abrir o próprio negócio para conduzir o consultório no ritmo que considera adequado, desfrutando de horários mais flexíveis e rotinas personalizadas ao dia a dia da equipe.

Como tem relação direta com a saúde, a Podologia também abre portas para o atendimento em casas de permanência para idosos ou em residências de pacientes. O serviço prestado nos lares é conhecido como home care e funciona na modalidade de assistência médica domiciliar.

Quais são as tendências para a área de Podologia?

As profissões que envolvem a área da saúde têm grande prestígio por serem essenciais à qualidade de vida da população. Isso explica por que tarefas relacionadas ao cuidado clínico permanecem em alta, muitas vezes atualizadas por novas abordagens ou métodos de diagnóstico.

Com o visível aumento da longevidade em diversas partes do mundo, trabalhos preventivos e os melhores tratamentos terão demanda constante. No caso dos idosos, por exemplo, o avanço da idade exige atenção para problemas de postura e possíveis deficiências que possam afetar a circulação dos pés.

Também há que se considerar a crescente valorização dos esportistas e os incentivos à manutenção de uma vida ativa. Ambos os cenários contribuem para a ocorrência de danos nos membros inferiores, devido aos exercícios físicos, trazendo a necessidade de atendimento especializado para evitar quadros graves.

Se a Podologia está na sua mira como carreira, é importante ficar de olho nas mudanças de comportamento da população e nos fatores que impactam o estilo de vida de diferentes grupos. Isso vai facilitar a identificação das melhores oportunidades para construir o seu nome nesse mercado.

Como dito, além da busca por saúde, as pessoas querem prezar a boa aparência para aproveitar cada momento da vida de forma plena. Sabemos que o visual tem papel relevante no fortalecimento da autoestima, que acaba por favorecer o bem-estar físico e mental de qualquer indivíduo.

Assim, uma tendência forte para os atuais e futuros podólogos é a combinação de procedimentos voltados à estética e à saúde. Atender às expectativas em ambos os campos amplia muito a atuação dos profissionais, que podem realizar desde consultas clínicas até procedimentos associados à área de Pedicure.

Quais são as possibilidades de atuação de um podólogo formado?

A formação permite que você se especialize em diferentes áreas, de acordo com o tipo de trabalho que pretende desenvolver junto aos pacientes. Para ter acesso ao máximo de possibilidades e tomar a melhor decisão, invista em um curso que apresente temas relevantes e atualizados.

A seguir, listamos as principais áreas de atuação para explicar o que faz um podólogo.

Podologia Preventiva

Essa parte visa a prevenção de doenças que atingem a região dos pés, a exemplo de bolhas, rachaduras, micoses e demais problemas. Aqui, a missão do podólogo é se antecipar às ocorrências por meio de sinais que indicam mudanças negativas no aspecto dos membros inferiores.

Podologia Laboral

A atuação pode se estender aos ambientes corporativos, onde diversas pessoas se concentram para desempenhar trabalhos que, muitas vezes, são fatores de risco para problemas ortopédicos. Portanto, é função do podólogo ajudar as empresas a prevenir ou aliviar os desconfortos de seus funcionários.

Podologia Geriátrica

É a área que dedica atenção especial à saúde do público idoso. Por conta do envelhecimento, é normal que as pessoas passem por alterações que afetam o funcionamento de várias partes do corpo. Para evitar que lesões e doenças se agravem, o podólogo pode se aprofundar no estudo das transformações causadas pelo tempo.

Podologia Infantil

Crianças também se beneficiam com o atendimento cauteloso de um profissional, já que a infância é marcada por vários processos que podem alterar a estrutura e o aspecto dos pés. Cabe ao podólogo acompanhar as diversas fases de desenvolvimento e o nível de maturação óssea do público infantil.

Podologia Desportiva

Atletas amadores e profissionais estão entre os indivíduos mais suscetíveis a sofrer lesões em diversas partes do corpo. Aqueles que correm, fazem manobras rápidas ou praticam muitos saltos, por exemplo, podem se acidentar em algum momento. A missão do podólogo é minimizar esses impactos e seus efeitos.

Pé de Risco

Essa especialidade é para os profissionais que desejam tratar pacientes com condições específicas de saúde. O foco está em grupos que apresentam alguma neuropatia, imunidade baixa, diabetes e demais patologias que alteram a condição de certos órgãos, sistemas ou tecidos.

Veja que são muitas opções de caminhos para trabalhar com Podologia. Por isso, é importante que você explore as características de cada atuação mais a fundo. Pode fazer entrevistas com quem já exerce a profissão, buscar testes vocacionais específicos e até conversar com os professores da faculdade.

Como ingressar no mercado de Podologia?

O percurso entre decidir sobre uma carreira e começar a trabalhar pode ser longo. Apesar disso, todo planejamento faz diferença nos resultados porque ajuda você a conquistar mais do que deseja. E ainda que os passos sejam parecidos em várias profissões, priorize as seguintes dicas.

Invista em uma boa formação

Tudo começa na escolha do curso que trará os conhecimentos e a prática necessária para se tornar podólogo. Então, separe um tempo para avaliar a grade curricular de diferentes instituições de ensino superior. É crucial que a faculdade tenha matérias atualizadas àquilo que o mercado espera.

Também leve em conta a duração do processo entre o início dos estudos e a obtenção do diploma. Se você quer uma formação mais rápida para antecipar a entrada no mundo profissional, talvez deva colocar a graduação tecnológica no topo da lista.

Tenha postura empreendedora

Essa é uma qualidade essencial para quem deseja saber como ser podóloga ou podólogo. Ela traz curiosidade para que o profissional esteja sempre atento às mudanças do mercado e aos hábitos dos consumidores. Ter postura empreendedora exige aprendizado contínuo sobre o que está à sua volta.

O interesse pela reciclagem de conhecimentos vai garantir segurança para que você cumpra suas metas até o fim. Também será útil em caso de mudança de área, afinal, nem sempre queremos executar o mesmo tipo de trabalho por toda a vida.

Estude sobre gestão de negócios

Achou essa recomendação estranha? Pois saiba que muitas das atividades dos podólogos envolvem alguma prática típica de gestão. Seja qual for o local ou método de trabalho, você vai precisar organizar, planejar, delegar ou até monitorar processos em algum momento.

A capacidade de lidar com pessoas e estabelecer boas relações facilita a vida de qualquer profissional. Imagine, então, quando a ideia é abrir um consultório de Podologia para receber pessoas e prestar um bom atendimento? Nesse caso, o ideal é ir pensando em questões como treinamento e preparo de equipes quanto antes.

Atenda com máxima qualidade

Causar uma impressão positiva desde as primeiras interações com o público é crucial. Isso vai proporcionar lembranças agradáveis aos pacientes, que, uma vez satisfeitos, podem gerar novas indicações. O resultado vem com o aumento da visibilidade e das condições que estimulam o seu nome a crescer.

Se você tem dúvidas sobre os aspectos que levam a um atendimento de qualidade, tente se colocar no lugar do público que será recepcionado no ambiente profissional. Entre as condutas valorizadas, podemos destacar:

  • locais limpos e confortáveis — consultórios e demais espaços de cuidado com a saúde precisam transmitir higiene;
  • uso de bons produtos e equipamentos — os instrumentos de trabalho, bem como as soluções de tratamento, devem estar em ótimo estado;
  • atendimento humanizado — as pessoas querem se sentir à vontade para expressar seus medos e tirar dúvidas, portanto, seja paciente e cordial.

Quais são as características desejáveis aos futuros profissionais?

Os graduados em Podologia precisam se lembrar, todos os dias, de que estarão lidando com angústias e expectativas de todos os tipos. O contato próximo com as pessoas exige empatia para identificar o que incomoda e compreender as inúmeras motivações que levam seus pacientes a buscar atendimento.

É claro que existem as características básicas a qualquer cargo, como é o caso da ética e da organização. Ambas ajudam podólogos e demais especialistas a cumprir suas funções com qualidade e comprometimento em relação aos prazos, respeitando tanto os anseios do público quanto seus próprios valores.

A disposição para enfrentar desafios também favorece o trabalho do podologista. Isso porque cada dia ou período de atendimento será marcado por diferentes casos. É papel de quem estudou, portanto, se dedicar a cada ocorrência com o mesmo nível de cuidado para devolver qualidade de vida aos pacientes.

Outra característica desejável aos profissionais da área é a capacidade de se comunicar com diferentes grupos. Afinal, as rotinas em clínicas e demais espaços de saúde envolvem trocas constantes entre lideranças e suas equipes, bem como diálogos didáticos para tranquilizar os pacientes.

Cabe destacar, ainda, a criatividade para propor soluções que beneficiem a estética e o bem-estar das pessoas. O podólogo deve apresentar todas as possibilidades de intervenção para que cada pessoa defina o melhor caminho. Essa tática conquista a confiança do público para que novas consultas sejam realizadas.

Como é a formação em Podologia?

No Brasil, a qualificação profissional é obrigatória para atuar como podólogo. Felizmente, existem diferentes formas de se preparar para a realização desse trabalho. Algumas pessoas apostam nos cursos livres ou técnicos, embora também já exista curso superior nessa área.

Isso mesmo! Você encontra a faculdade de Podologia em diversas modalidades, o que significa que pode construir um perfil profissional mais completo. Os cursos de nível superior, em geral, tendem a uma melhor aceitação no mercado de trabalho quando comparados aos de capacitação técnica.

Portanto, se a intenção é construir uma carreira sólida na área, a dica é investir na graduação. Os melhores cursos se adaptam às tendências para elaborar grades curriculares atuais. Ou seja, conseguem transmitir os conteúdos mais importantes para um exercício eficaz da profissão.

Objetivo

A formação em Podologia capacita pessoas para atuar nas etapas de prevenção, diagnóstico, tratamento e reabilitação de diversas disfunções podológicas. É indicada para os alunos que se interessam pelo estudo das relações existentes entre o corpo humano e os membros inferiores.

Duração

O tempo médio de formação varia conforme o grau do curso. Na Anhanguera, você encontra a graduação de Tecnologia na modalidade de Ensino a Distância (EAD). Essa opção pode ser concluída em dois anos e ter o cronograma de aulas adaptado à sua rotina.

No modelo remoto, os conteúdos são ministrados por plataformas digitais que contam com uma série de recursos para o professor aplicar provas e interagir com as turmas. O aluno não precisa se deslocar até a unidade de ensino e pode baixar tudo para assistir no momento oportuno.

Forma de ingresso

Há várias maneiras de conseguir uma vaga no curso desejado. Nota do Enem, vestibular e transferência são as mais comuns. As mensalidades para a graduação em Podologia da Anhanguera têm valores com condições especiais para facilitar o ingresso.

Esse custo mensal com a faculdade pode cair se você concorrer a uma bolsa de estudos ou negociar descontos com a própria instituição. Sempre há uma maneira de facilitar o ingresso e a permanência dos estudantes em sala de aula.

Qual é o perfil do aluno de Podologia?

Muitas competências do profissional dependem das tarefas cotidianas e devem ser trabalhadas, se possível, desde o ensino superior. Então, para responder à pergunta do título, precisamos retomar as principais atividades de um podólogo, que são:

  • promover a ativação da circulação sanguínea;
  • eliminar unhas encravadas;
  • tratar e prevenir micoses;
  • colaborar para o tratamento de diabetes;
  • ajudar no desempenho de atletas;
  • melhorar a condição estética dos pés;
  • corrigir problemas de postura corporal;
  • entre outros procedimentos.

Com base nesses exemplos, você já consegue ter uma ideia do perfil ideal de aluno. Ao se perguntar como trabalhar com Podologia, reflita sobre os seguintes pontos: eu gosto de trabalhar com pessoas? Sou uma pessoa observadora? Me sinto bem em encarar desafios?

São questionamentos importantes para um candidato a estudante da área, afinal, estão relacionados a habilidades que serão exercitadas dentro e fora da sala de aula.

Para ser um bom graduando e tirar proveito máximo dos conteúdos, você precisa estar disposto a trabalhar em equipe. Na rotina de um podólogo, muitas coisas podem depender da ajuda de terceiros, sejam recepcionistas da clínica, sejam fornecedores de materiais.

Então, desenvolva desde já a capacidade de trocar ideias e aceitar a opinião dos colegas. A prática constante vai deixar você mais à vontade para interagir com diferentes grupos, o que será útil, lá na frente, para melhorar seu relacionamento com os pacientes.

Outra qualidade relevante é a visão aguçada para entender os procedimentos, analisar cenários e investigar possíveis problemas de saúde. Profissionais que promovem a saúde devem estar sempre atentos aos sinais do ambiente e às ações de quem vai receber o atendimento.

Por fim, o estudante se beneficia com a adaptabilidade a inúmeras situações. Tanto na faculdade quanto na rotina profissional, seu dia será marcado por casos variados, que trazem desde problemas simples até questões complexas. Logo, é preciso saber como agir para resolver tudo da melhor forma.

O que é visto na graduação?

A faculdade coloca os estudantes em contato com os principais temas da Podologia. As aulas são planejadas de modo que demonstram o funcionamento de várias estruturas dos membros inferiores. O foco é explicar como as intervenções nos pés e nas pernas podem melhorar ou prejudicar a qualidade de vida das pessoas.

Para ter uma ideia sobre os conteúdos abordados, a dica é que você pesquise e analise a grade curricular de diversos cursos superiores. Veja as principais matérias do curso de grau tecnólogo da Anhanguera:

  • Anatomofisiologia do Corpo Humano;
  • Avaliação Podológica;
  • Bioética e Biossegurança;
  • Ciências Morfofuncionais dos Sistemas Tegumentar, Locomotor e Reprodutor;
  • Cinesiologia e Biomecânica;
  • Eletrotermofototerapia;
  • Farmacologia e Cosmetologia;
  • Formação Integral em Saúde;
  • Instrumentação em Podologia;
  • Microbiologia Básica;
  • Podologia Clínica;
  • Podopatologia;
  • Podopediatria e Podogeriatria;
  • Posturologia e Ortopodologia.

Além dos aprendizados com base nas disciplinas, o estudante da Anhanguera consegue se aprimorar por meio das chamadas Trilhas de Carreira. Elas dão acesso a certificações gratuitas, que podem ser obtidas 100% online e servem para o desenvolvimento de competências valiosas ao mercado.

Você pode se aprimorar em assuntos como Empreendedorismo e Desenvolvimento Sustentável, Gestão Ética, Podologia Clínica, Podoposturologia e Confecção de palmilhas.

A Anhanguera te ajuda a construir carreira na área de Podologia!

Além do já apresentado, outros programas ofertados pela Anhanguera incluem a Aula Destaque, que traz materiais exclusivos para os alunos e debates com profissionais conceituados em suas áreas; e Habilidades Digitais ou Estudos Dirigidos, que consiste em atividades extracurriculares para incrementar os horários.

Também vale destacar o Canal Conecta, que abriga vagas de estágio e de emprego para facilitar o ingresso em cargos de seu interesse. Ele é utilizado por graduandos e recém-formados que se conectam a profissionais e empresas empenhadas em contratar novos talentos.

Se as informações só reforçaram a sua vontade de trabalhar como podólogo, não perca mais tempo e comece os seus estudos. Pense que a qualidade do ensino deve ir além da sala de aula para que seu preparo ocorra da melhor forma. Então, aproveite os diferenciais da Anhanguera e faça o curso de Tecnologia em Podologia.

Que tal participar do processo seletivo agora mesmo? Acesse o nosso portal e inscreva-se no vestibular!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.4 / 5. Número de votos: 8

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registered successfully
Oops! Invalid email, please check if the email is correct.
Oops! Invalid captcha, please check if the captcha is correct.