Entenda a importância do curso de Biomedicina numa pandemia

frascos biomedicina pandemia do coronavírus

Em meio à pandemia, o curso de Biomedicina se mostra cada vez mais importante no estudo e diagnóstico viral. São muitas as funções que o biomédico desenvolve como profissional de saúde que são essenciais em tempos de COVID-19.

Fizemos um post dedicado à importância dessa graduação e quais as possibilidades de atuação em tempos de pandemia. Confira:

Entenda o que é uma pandemia

Para facilitar o conceito de pandemia, vamos explicar, antes, outros três conceitos: o de surto, endemia e epidemia.

  • Surto 

Acontece quando o número de pessoas infectadas aumenta repentinamente em uma região. Ou seja, há um grande número de pessoas infectadas, mas isso se restringe a um local, como um bairro ou uma cidade.

  • Endemia

A endemia não está relacionada à quantidade de casos, mas à frequência em uma região. Febre amarela e a malária, na região Norte do Brasil, são exemplos.

  • Epidemia

Nesse caso, o número de infectados já aumentou e se espalhou. Não somente restritos a uma região, agora, outros locais também apresentam pessoas infectadas. Epidemias podem ser nacionais e ocorrerem em várias regiões de um país, um exemplo, aqui no Brasil, é a Dengue.

A pandemia é ainda mais grave. Nela, a doença já espalhou por diversos países e continentes do planeta. Alguns exemplos de pandemias anteriores aconteceram com a gripe espanhola, em 1918 e o H1N1, em 2009.

A pandemia que vivemos hoje é o novo coronavírus, responsável pelo COVID-19, que já atingiu várias partes do mundo, e fez a OMS (Organização Mundial da Saúde), em março de 2020, classificá-lo como pandemia. Isso é importante para que a população perceba a seriedade do caso e tome devidas precauções, evitando o aumento de infectados.

Qual a importância do curso de Biomedicina durante uma pandemia?

Estudantes e profissionais formados no curso de Biomedicina ocupam papel especial no combate e estudo de uma pandemia. 

Só para ficar mais claro, algumas das disciplinas estudadas numa graduação de Biomedicina são:

  • Química;
  • Biologia Celular e Molecular;
  • Hematologia (estudo do sangue);
  • Bioquímica;
  • Patologia;
  • Epidemiologia (estudo das epidemias).

Ou seja, quem domina essas disciplinas, pode aplicar técnicas na produção de medicamentos essenciais numa pandemia, como soros, vacinas e fármacos diversos.

Podendo atuar na linha de frente, os biomédicos também são responsáveis pelo diagnóstico da doença, dentre outras atividades, como:

  • pesquisa científica, como sequenciamento dos genomas virais;
  • coleta laboratorial;
  • análise do material viral;
  • exame de imagem, como tomografia computadorizada de pacientes em estado grave;
  • desenvolvimento de vacinas.

Sendo assim, o profissional de Biomedicina pode contribuir (e muito) com os demais profissionais da área da saúde que estão no dia a dia em contato com os infectados, como médicos e enfermeiros.

No Brasil, temos um exemplo muito especial, da biomédica que foi responsável pelo sequenciamento do genoma do coronavírus (SARS-CoV-2). Jaqueline Góes de Jesus atuou no comando da equipe de cientistas que publicaram a sequência do vírus em apenas 2 dias após o primeiro caso confirmado no Brasil.

Outro exemplo de descobertas de destaque nesse segmento por biomédicos, estão a das células-tronco, e o Projeto Genoma Humano, nos anos 2000.

Sendo de grande importância, nos ajuda a entender como ocorre a propagação do vírus e suas mutações, além de contribuir para a realização de testes de diagnósticos e de vacinas. 

Segundo Matheus Salgado de Oliveira, coordenador do curso de Biomedicina da Anhanguera de São José dos Campos, o mapeamento é essencial para entender a origem da epidemia e desenvolver vacinas e testes diagnósticos. O especialista destaca o esforço dos biomédicos atuando em diferentes frentes, principalmente no diagnóstico da doença, por meio de exames laboratoriais, como análises clínicas e diagnóstico por imagem.

“Muitos profissionais estão dedicados de forma intensa em universidades e institutos de pesquisa, no mapeamento genético do vírus e no desenvolvimento de vacinas e tratamento”, enfatiza.

Quais as carreiras do Biomédico?

Segundo o Conselho Regional de Biomedicina (CRBM), o biomédico possui 30 áreas de atuação na área da saúde.

profissional de biomedicina com amostra de sangue
Biomédicos podem atuar em bancos de sangue, na realização de exames e operação de equipamentos.

Numa pandemia, algumas carreiras dentro destas áreas possuem mais destaque, podemos elencar:

  • líder de setor;
  • colaborador de projetos setoriais e de pesquisa;
  • pesquisador em uma organização ou independente.

Os locais de atuação dessas carreiras podem variar, podemos citar algumas das mais importantes:

  • análises clínicas: aplicação de exames e emissão de laudos;
  • bancos de sangue: realização de exames e operação de equipamentos de autotransfusão;
  • biologia molecular: analisar a estrutura de material genético e suas funções.

A atuação deste profissional tem sido essencial na área de diagnóstico do novo coronavírus, que pode ser feito por meio de técnicas de Biologia Molecular como o exame confirmatório (RT-PCR).

No campo da pesquisa científica em saúde, o profissional Biomédico tem se destacado, principalmente, em estudos na área de genética e biologia molecular. Tradicional na Anhanguera, o curso tem como foco, formar profissionais com ampla visão da realidade social brasileira e contribuir para a ampliação do acesso da população à saúde. O aprendizado em sala de aula é aplicado no estágio obrigatório, realizado nas clínicas mantidas pela instituição ou em unidades do Sistema Básico de Saúde (SUS), sempre com supervisão de profissionais capacitados.

Como o Biomédico pode atuar na Saúde Pública?

Há muitas dúvidas sobre a atuação do biomédico dentro da Saúde Pública. Porém, as opções são muitas para esse profissional. Nos órgãos públicos e instituições públicas de pesquisa, há uma série de possibilidades. Confira algumas abaixo:

SUS

Numa pandemia, há um grande espaço para o biomédico no SUS, dentro da área epidemiológica. Dentre as atividades desse profissional, estão as investigações e respostas a casos, surtos e epidemias, assim como participação no Programa Nacional de Imunização (PNI).

Pesquisa

Um segmento em que o biomédico encontra diversas oportunidades é o acadêmico. Em instituições públicas de ensino, sempre haverá espaço para esse profissional.

Anvisa

A Anvisa também disponibiliza vagas para biomédicos em concurso público voltado à área da saúde.

Exército

No Exército, com frequência são abertas vagas para o biomédico atuar como militar. Regularmente, as Forças Armadas publicam editais especificamente para formados em Biomedicina, para o preenchimento de vagas de quadros técnicos.

Agora que você já entendeu a importância do curso de Biomedicina em meio à pandemia do coronavírus, conheça quais são as 6 das melhores profissões na área da Saúde! Spoiler: Biomedicina é uma delas! Saiba o porquê 🙂 

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 19

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content