Você sabe o que é a renegociação FIES e quando pode ser usada?

renegociação fies

Se você conseguiu uma vaga no Fundo de Financiamento Estudantil (FIES), pode ficar tranquilo, porque só começará a pagar a faculdade depois de se formar. Agora, e se você não conseguir equilibrar o orçamento para quitar o financiamento, mesmo com o diploma em mãos? Nesse caso, a melhor saída é fazer a renegociação do FIES.

O pedido de ampliação do prazo de pagamento é uma solução para não acabar inadimplente e, com isso, ter o nome incluído em órgãos de proteção ao crédito. Para entender melhor sobre essa possibilidade, acompanhe o texto!

O que é a renegociação do FIES?

A renegociação do FIES consiste na ampliação do prazo de amortização do saldo devedor, ou seja, do tempo que você tem para terminar de pagar o financiamento. Lembrando que, de acordo com os termos do Novo FIES, o estudante deve começar a acertar o valor financiado a partir do primeiro mês após a conclusão do curso.

Portanto, é importante organizar suas finanças pessoais e destinar no seu orçamento o valor das parcelas do FIES. Porém, caso haja algum problema financeiro, e você não consiga manter os pagamentos em dia, o primeiro passo é tentar renegociar essa dívida para que não haja consequências.

Quais são as vantagens?

As vantagens de renegociar sua dívida é que você fica livre dos riscos da inadimplência. Alguns deles são:

  • ter o nome inscrito em órgãos de proteção ao crédito, como o SPC e o Serasa, o que compromete o poder de compra do consumidor e impede financiamentos de imóveis ou de veículos;
  • ficar com registro no Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (Cadin), o que impossibilita a abertura de contas bancárias, a concessão de empréstimos e a restituição de Imposto de Renda;
  • ter bens apreendidos ou bloqueados junto ao governo federal, após um longo período inadimplente.

Quando a renegociação pode ser feita?

Você pode solicitar a renegociação do FIES caso:

  • tenha firmado o seu contrato de financiamento até dia 31 de dezembro de 2017;
  • tenha uma ou mais parcelas com atraso mínimo de 90 dias;
  • suas parcelas tenham valor superior a R$ 200.

O que é necessário para fazer a renegociação?

A solicitação é feita no Sistema de Financiamento Estudantil (SIFESWEB), conforme o passo a passo disponibilizado pela Caixa Econômica Federal na Cartilha de Renegociação. No site, é possível realizar uma simulação de renegociação para ver como ficaria o novo prazo e o valor das parcelas.

Depois, deve-se imprimir a Declaração de Desistência e o Documento de Regularidade para Alongamento de Amortização. Com esses papéis, mais alguns documentos do estudante e do fiador, o interessado na ampliação do prazo precisa ir a uma agência do banco em que foi feito o financiamento.

Ainda, é preciso pagar uma entrada para confirmar a renegociação do FIES, correspondente a R$ 1.000 ou 10% do valor consolidado da dívida, se este for maior.

Atenção: há um período específico para solicitar a renegociação. Em 2019, o prazo foi de 29 de abril a 10 de outubro. Portanto, é bom ficar de olho nas redes sociais do MEC e acompanhar o site oficial, tudo bem?

E aí, conseguiu entender como funciona a renegociação do FIES? Com esse recurso, dá para liquidar o financiamento com mais calma e evitar a negativação do seu nome, entre outras consequências da inadimplência.

Aproveitando o assunto, leia também nosso guia para ir do negativo à estabilidade financeira e organize seu orçamento!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.3 / 5. Número de votos: 6

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content