Gestão da Inovação e Empreendedorismo: qual a relação?

Gestão da Inovação e Empreendedorismo

Para ter uma carreira de sucesso, é fundamental se manter por dentro das tendências de negócios e dos lances do mercado. Nesse sentido, a Gestão da Inovação e Empreendedorismo são fundamentais para compreender este cenário. Muito além de formações direcionadas a quem deseja se atualizar no mercado, entretanto, os cursos também contribuem para a conquista de boas colocações profissionais.

Por outro lado, é verdade que muitos desconhecem as especificidades das respectivas áreas de formação e a relação que elas cultivam entre si. Pensando nisso, e tendo em vista as oportunidades que ambos os cursos podem oferecer, elencamos alguns esclarecimentos sobre o tema.

Não deixe de conferir e aproveitar dicas para o seu futuro profissional!

O que é a Gestão de Inovação?

Antes de compreender a relação entre ambas as áreas, é importante ter em vista o foco de cada uma delas. Em primeiro lugar, a inovação está relacionada ao ato de construir soluções diferentes diante dos desafios que se colocam. Podemos pensar na criação de produtos e de serviços que atendem a uma demanda antiga do público-alvo de um negócio.

Nesse sentido, a Gestão da Inovação se refere à sistematização de processos nas empresas voltada à inovação. Em outras palavras, trata-se da definição de etapas, de recursos e da estruturação de equipes com a finalidade de concretizar essas ideias e gerar valor para o empreendimento. Não por acaso, o curso de Gestão da Inovação conta com matérias como:

  • Análise de Custos;
  • Inovação dos Modelos de Negócios;
  • Estratégia Empresarial e Negociação;
  • Processo da Criatividade.

O que é Empreendedorismo?

O Empreendedorismo, por outro lado, está relacionado à capacidade de o indivíduo de identificar problemas e oportunidades e, a partir disso, aplicar esforços para a construção de algo positivo para a coletividade.

Em geral, este conceito está relacionado ao mundo dos negócios e designa aquele capaz de criar modelos de negócio, métodos de produção e assim por diante. Entre as características de um empreendedor, por exemplo, estão: iniciativa, liderança, boa comunicação interpessoal e capacidade de planejamento.

Do mesmo modo, o curso superior de Empreendedorismo se volta ao desenvolvimento de habilidades similares. O aluno que pretende seguir na área se depara com as seguintes disciplinas:

  • Planejamento Estratégico;
  • Gestão de Pessoas;
  • Modelos de Gestão;
  • Gestão de Projetos.

Qual é a importância da Inovação no Empreendedorismo?

Agora que você já sabe a que se dedica cada uma das áreas e cursos correspondentes, fica mais fácil entender a relação entre Gestão da Inovação e Empreendedorismo. Sendo o empreendedor aquele que rompe com a ordem estabelecida, criando uma realidade dentro da atividade empresarial, um dos pressupostos para a sua atividade só pode ser a inovação.

Pode-se dizer, em outras palavras, que a inovação é a essência do empreendedorismo. Trata-se do próprio instrumento de trabalho do empreendedor. Este, ao identificar problemas e oportunidades, poderá explorar mudanças a partir da construção de soluções diferentes ou, melhor dizendo, inovadoras.

É por esse motivo, inclusive, que um dos temas estudados durante o curso tecnólogo em Empreendedorismo é a inovação em sentido amplo, como ferramenta para obter resultados e impulsionar os negócios.

Quais são os tipos de Empreendedorismo?

Entendendo a relação entre Gestão da Inovação e os cursos de Empreendedorismo e a sua importância para os negócios e o sucesso pessoal, vale a pena conferir os tipos de Empreendedorismo existentes. Afinal, existem várias maneiras de identificar problemas, oportunidades e propor soluções.

Ao saber qual é o seu perfil de empreendedor, é possível explorar ainda mais suas potencialidades e trabalhar pontos fracos.

Confira, então, três dos principais tipos de Empreendedorismo!

Empreendedorismo de Negócios

O Empreendedorismo de Negócios, como o nome já indica, é aquele associado à criação de novas empresas. Trata-se de uma mentalidade voltada ao atendimento do mercado, à conquista de novos públicos e ao aumento permanente dos lucros. Nesse contexto, a inovação é aplicada com o objetivo de se tornar cada vez mais competitivo e ganhar espaço no mercado consumidor.

Intrempreendedorismo

O intraempreendedor, diferentemente do primeiro caso, não é aquele empresário ou gestor voltado aos próprios negócios. Ou seja, ultrapassa a relação entre Gestão da Inovação e Administração. Nesse caso, são os próprios colaboradores quem buscam mudanças ou inovações internas.

Em outras palavras, trata-se da ação tomada por funcionários para encontrar soluções para os problemas do dia a dia, resolver desafios e desenvolver projetos. Vale destacar que isso demanda certa liberdade concedida pelos gestores para que os times partilhem ideias, colaborem entre si e produzam com certa autonomia.

Empreendedorismo Social

Por último, entre os diversos tipos de Empreendedorismo e perfis de empreendedor, cabe citar o Empreendedorismo Social. Este está relacionado àquelas ações voltadas para a sociedade.

Neste caso, o sujeito busca promover produtos ou serviços que não necessariamente visam o lucro, mas que atendam às demandas sociais. Entre as consequências deste tipo de empreendimento, caberia citar o aumento da inclusão social, a melhoria da dinâmica urbana, a acessibilidade de serviços básicos à população vulnerável, entre outros.

Sem dúvidas, a Gestão da Inovação para empreendedores é requisito fundamental. É por meio dela que o sujeito pode compreender os processos de criação de novos negócios e propor mudanças significativas, seja para iniciar novos projetos, seja para torná-los ainda melhores.

Por outro lado, além do conhecimento sólido a respeito do tema, é preciso que o empreendedor adote boas práticas para assumir uma posição de destaque. Por exemplo, o incentivo às práticas colaborativas, a definição de um foco para projetos, o cultivo de uma visão estratégica, entre outros. Nesse sentido, é fundamental contar com uma boa formação acadêmica.

Estude com a gente!

A Anhanguera, além de contar com excelente capacitação técnica, também se volta ao ensino prático voltado para o mercado de trabalho. Desse modo, muito além da teoria, o aluno incorpora um comportamento voltado à Gestão da Inovação e Empreendedorismo que contribui para o sucesso em todas as áreas da vida pessoal e profissional.

E então? Gostou do conteúdo? Agora que você já conhece a relação entre Gestão da Inovação e Empreendedorismo, não deixe de investir na sua formação se inscrevendo para um dos cursos da Faculdade Anhanguera!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.3 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registered successfully
Oops! Invalid email, please check if the email is correct.
Oops! Invalid captcha, please check if the captcha is correct.