Vale a pena investir nas faculdades mais baratas?

moça com livros na mão investindo em faculdades mais baratas

Ainda persiste a crença de que, para um produto ou serviço ter boa qualidade, ele precisa ser caro. Porém, nem sempre isso é verdade. Quem opta por fazer faculdades mais baratas, por exemplo, também tem acesso a um bom ensino, focado nas necessidades do aluno e no aprendizado que ele precisa adquirir.

Isso significa que o valor da mensalidade da faculdade não determina se o estudante terá uma formação boa ou ruim. Existem até mesmo vantagens em optar por uma graduação mais em conta, e nós preparamos este artigo para mostrar para você que as faculdades com valores mais baixos são excelentes opções.

Continue lendo para entender por que você pode optar por uma delas sem medo, conferindo os motivos que explicam a razão desses valores menores e ainda mostram o comprometimento dessas instituições com a qualidade, não com as aparências!

Por que as faculdades baratas são boas opções?

Ao pesquisar por valores de cursos superiores, você deve ter percebido que existem algumas faculdades com mensalidade mais baixa. Não há como negar que isso muitas vezes gera desconfiança, porque ainda temos muito arraigado o pensamento de que qualidade se relaciona a custo alto.

Porém, no que se refere aos estudos, existem instituições que têm um foco diferente, sendo sua preocupação permitir o acesso a um curso superior. Por isso, trabalham com valores mais acessíveis, sem prejudicar a qualidade do ensino.

Esse é o resultado de trabalhar com comprometimento ao aluno e à sua formação, evitando os investimentos supérfluos que em nada somariam ao aprendizado. Assim, em uma faculdade mais em conta, você conseguirá preparar-se bem para o mercado de trabalho.

A seguir, explicamos melhor por que instituições com preços acessíveis são boas opções.

São focadas em profissionalizar os alunos

Em qualquer área de atuação, sempre encontraremos aqueles que se preocupam em conquistar credibilidade por meio de aparências. Isso não acontece com as faculdades mais baratas. Conforme explicamos, o foco delas está em proporcionar aos alunos aquilo de que eles precisam para se profissionalizar.

Sendo assim, seus investimentos não são destinados a uma estrutura luxuosa ou sofisticada, mas àquilo que é preciso para garantir aos estudantes uma boa formação. Sua prioridade é a qualidade, então, procuram métodos e recursos que apresentem melhor eficácia, independentemente se estão ou não na moda.

Garantem a infraestrutura necessária

Se uma ferramenta pode realizar o mesmo trabalho de outra, mas pela metade do preço, por que optar pela mais cara? Se você pensou em qualidade, mais uma vez devemos reforçar que valores altos nem sempre estão relacionados a ela, pois muitas vezes pagamos apenas por uma marca.

As faculdades com mensalidade mais baixa conseguem alcançar um bom custo-benefício porque garantem aos alunos a infraestrutura de que precisam, nem menos, nem mais. Focam aquilo que contribuirá com o seu conhecimento, preparando-os para o mercado de trabalho. Isso não implica necessariamente optar pela sofisticação, mas pela praticidade e eficácia.

Sua missão é levar o ensino superior para uma maior parcela da população

Conforme citamos, um dos objetivos das faculdades mais em conta é justamente permitir que o ensino superior seja disponibilizado para uma maior parcela da população. Elas têm como missão garantir que mesmo as pessoas com rendas mais baixas consigam dar continuidade aos seus estudos, assim como aquelas com renda mais alta.

Essa popularização dos cursos superiores possibilita que aqueles que pertencem às classes sociais com maior dificuldade financeira consigam alcançar as mesmas oportunidades do que os demais. Afinal, seu potencial é tão alto quanto o dos outros, precisando apenas dessa chance para se profissionalizar.

Têm um perfil de aluno mais maduro

É fato que alguns estudantes entram para o ensino superior apenas como uma demonstração de status. Por isso, para eles, é interessante que a mensalidade seja alta, agregando valor às aparências — algo que não acontece com os estudantes que apresentam maturidade.

A preocupação deles é alcançar uma boa formação, e sabem que não faz diferença quanto pagam por isso. Afinal, estão em busca de qualidade e desejam um custo-benefício atrativo, então, optam pelas faculdades que oferecem aquilo de que precisam, dão um bom suporte e não julgam o estudante pelo seu poder aquisitivo.

Fazem parcerias com empresas para divulgar vagas entre os alunos

Conforme explicamos, as faculdades que trabalham com mensalidades mais acessíveis assumiram para si a missão de contribuir com a profissionalização dos seus alunos. Por isso, elas também se comprometem em posicionar os estudantes no mercado de trabalho.

É o caso da Anhanguera com o Canal Conecta, nosso portal que oferece inúmeras vagas de emprego e de estágio aos nossos alunos, de acordo com o seu perfil. Além de oferecer uma formação de qualidade, fazemos parcerias com empresas para facilitar o seu acesso ao mercado de trabalho. Assim, você encontra melhores oportunidades de iniciar a sua carreira em uma boa organização.

Não exigem materiais caros

Quando o orçamento do estudante não é muito grande, ele tem dificuldade para organizar as finanças e ingressar em um curso superior. Isso porque, além da mensalidade, ele precisa preocupar-se com os materiais exigidos pela instituição. Esse é mais um motivo para você optar por uma faculdade mais em conta.

Como ela tem a missão de tornar o ensino superior acessível, além de trabalhar com mensalidades baixas, não faz grandes exigências em relação aos materiais que serão utilizados. O aluno não precisa investir em nada muito caro, porque o importante é que ele consiga aprender e tenha um bom desempenho.

Como saber se uma faculdade é boa?

Explicamos que vale a pena fazer faculdade com mensalidade baixa, pois tal fato não implica a qualidade do ensino. No entanto, não podemos negar que, em alguns casos, os valores são baixos porque realmente a qualidade do curso é inferior.

Não se preocupe: existe uma forma de tirar essa dúvida e ter certeza de que a instituição que você está escolhendo realmente é boa. Você pode consultar as notas do curso no Ministério da Educação (MEC), como o Conselho Preliminar de Curso (CPC) e o Índice Geral de Curso (IGC), sendo esse um ótimo indicador no qual se basear na hora de fazer a sua escolha.

Assim, você não precisará se preocupar se o curso é caro ou não. Basta verificar se ele tem um bom desempenho na avaliação do MEC e poderá optar pelas faculdades mais baratas com a certeza de estar pagando pouco, mas fazendo um grande investimento em seu futuro. Afinal, qualidade de ensino é do que você precisa para construir uma carreira de sucesso.

Quer fazer uma graduação de qualidade e reconhecida no mercado, mas sem pagar muito por isso? Entre em contato conosco, porque podemos ajudar você!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content