Como é a atuação nas áreas de Design de Interiores?

profissionais atuando na área de design de interiores

Viver em um ambiente confortável, que atenda às suas necessidades e reflita a sua personalidade é um desejo de muitas pessoas. E se existe um profissional capaz de realizar isso, sem dúvidas é o designer de interiores. No entanto, se engana quem pensa que as áreas do design de interiores se resumem apenas à decoração de residências!

Caso esteja pensando em seguir essa profissão, que é ótima tanto para quem pretende trabalhar em uma grande empresa, quanto para quem pensa em se tornar um profissional autônomo, chegou o momento de tirar suas dúvidas. Hoje, vamos contar as principais formas de atuação desse profissional, que é essencial na hora de projetar, criar e organizar espaços. Continue lendo e veja qual ramo de atuação é o melhor para você!

Decoração e Paisagismo

O setor mais conhecido quando se trata do Design de Interiores é exatamente o de decoração e paisagismo. Ao optar por esse segmento, você pode cuidar de várias etapas que envolvem a aparência interna e externa de um local, fazendo com que, além de bonito, o espaço seja funcional. Assim, o designer que atua nessa área vai realizar o planejamento, escolher os itens decorativos, podendo, inclusive, acompanhar a montagem do todo.

Eventos

Há muitos elementos que tornam um evento inesquecível — e diversos deles estão relacionados ao espaço onde tudo acontece:

  • a iluminação tem que ser adequada;
  • a disposição de objetos precisa ser pensada de forma que não atrapalhe a circulação de pessoas;
  • as cores devem harmonizar entre si;
  • tudo precisa transmitir a mensagem que os idealizadores do evento desejam passar.

Por esse motivo, o designer de interiores é peça-chave na hora de criar um evento de sucesso, seja ele uma festa de casamento ou uma confraternização de uma microempresa. É esse profissional que vai:

  • planejar cada detalhe para que o ambiente seja agradável a todos os convidados;
  • identificar formas de aproveitar o espaço de acordo com o tamanho do evento;
  • organizar a disposição dos móveis, quadros e plantas para facilitar a circulação de pessoas.

Consultoria

Em alguns casos, um cliente não precisa de alguém para fazer todo o projeto de decoração de um espaço, mas, sim, de um especialista que possa auxiliar na escolha de fornecedores, identificar os pontos negativos da disposição dos móveis no ambiente e analisar o que pode ser melhorado.

Por isso, o designer de interiores está apto para atuar prestando consultoria residencial ou até mesmo consultoria comercial — já que muitos negócios locais precisam de uma boa ambientação para garantirem maior conforto dos consumidores.

Set design

Não tem jeito: por melhor que seja o roteiro de um filme, de uma série ou de uma peça de teatro, o cenário é primordial para que uma produção audiovisual se destaque. Um exemplo disso é o seriado Friends, que é lembrado por muitos fãs graças às cenas no apartamento lilás da personagem Monica Geller.

Quer saber o que isso tem a ver com um profissional formado em Design de Interiores? A verdade é que, sem um designer especializado em set design (ou seja, criação de cenários), nada disso aconteceria. Então, ao optar por essa carreira, você vai desenvolver pesquisas em relação ao roteiro da produção para que possa criar cenários criativos e que tenham relação com a trama.

Indústria de móveis

Se você quer ser designer de interiores, mas não pensa em trabalhar diretamente com clientes e fornecedores, não se preocupe! Também há um campo de atuação que está em crescimento, é bem remunerado e pode ser a escolha perfeita para você: a indústria de móveis. Entre as áreas do design de interiores, esta é a mais distante das outras, pois foca na criação dos móveis.

Para atuar nesse setor, suas qualidades profissionais devem envolver a criatividade, organização e, em alguns casos, facilidade de trabalhar coordenando outras pessoas. Alguns exemplos são marceneiros, artistas parceiros e demais profissionais que podem se envolver com o processo de idealização e desenvolvimento de um móvel ou de um objeto de decoração.

Obras de Engenharia e Arquitetura

Atualmente, o trabalho em equipes multidisciplinares é algo muito frequente — e que também faz parte da rotina de um designer de interiores. Isso porque é possível atuar em parceria com arquitetos e engenheiros em todas as etapas de uma obra, como a elaboração de uma planta 3D, a criação de móveis planejados e a harmonização dos elementos que vão compor o ambiente.

Como se tornar um designer de interiores

Agora que você já sabe o que faz um designer de interiores, pode ser que já esteja pensando em prestar o vestibular para ingressar na faculdade, não é mesmo? Porém, você sabe qual curso deve fazer para atuar nessa área? Se não, nós temos a resposta: é o curso de Design de Interiores. Por ser um CST (Curso Superior de Tecnologia), essa formação tem duração mais curta do que outros tipos de graduação.

Ou seja, você consegue se formar em poucos anos, terá um diploma válido em todo o Brasil, vai desenvolver muitas habilidades práticas nos laboratórios da faculdade ao longo dos seus estudos e conseguir alcançar rapidamente sua média salarial de R$ 2.191,67. E quer uma dica? Se quer se tornar um profissional de sucesso, a Anhanguera é o lugar certo para você!

Confira o que fazemos para ter uma excelente nota no MEC e como esse indicador reflete a nossa grade curricular bem estruturada e ensino de qualidade!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.