O que é e qual é a diferença entre Front-End e Back-End?

O que é Front-End e Back-End

A área de desenvolvimento de software e sistemas é bem ampla no mercado tech. São diversas as carreiras que surgem nesse meio, sempre com boas oportunidades em empresas de todos os portes e salários bem atrativos. Esse é o caso dos profissionais Front-End e Back-End.

Com tantas opções, vem um questionamento bem importante: como escolher a profissão que mais combina com a sua personalidade e atende às suas expectativas profissionais? É isso que queremos desvendar neste conteúdo, com as diferenças entre as carreiras e outras informações relevantes para uma decisão eficiente.

A partir de agora, saiba o que é Front-End e Back-End!

O que é Front-End?

Front-End é tudo que envolve a parte visível de um site ou aplicação, com a qual os usuários podem interagir. Essa interface gráfica é desenvolvida a partir de linguagens como JavaScript, HTML e CSS — que são as técnicas de base do desenvolvimento web. O profissional produz códigos para trazem agilidade e responsividade ao produto. Afinal, as pessoas vão acessá-lo de diferentes tamanhos de tela, e ele precisa funcionar bem em todas.

Como estamos na era da experiência do usuário, todos os elementos do Front-End devem ser pensados para uma navegação mais simples, fluida e sem complicações. As interações que precisam de um passo a passo para explicar como funcionam já não têm espaço nesse mercado. É por isso que o profissional deve ter noções de design e de usabilidade, pensando pela ótica do cliente final.

O que é Back-End?

Já o Back-End fica responsável pelos bastidores de uma aplicação, ou seja, os códigos que permitem a parte visual funcionar corretamente. É esse profissional que faz a ponte entre o banco de dados e as informações do navegador, de acordo com as regras de negócio em questão.

As linguagens de programação mais utilizadas no Back-End são PHP, Python, C#, Java, Ruby, entre outras. Elas possibilitam o bom funcionamento dos servidores, a segurança dos dados e, no fim das contas, a experiência do usuário também. Afinal, não adianta ter um layout lindo e funcional se o link da página quebra no primeiro clique, concorda?

Quais são as principais diferenças entre Front-End e Back-End?

Antes de falarmos, de fato, sobre as diferenças entre Front-End e Back-End, vale lembrar que ainda existe mais um tipo de desenvolvedor comumente associado a esses dois: o Full Stack. Ele reúne as técnicas e habilidades de ambos os segmentos, oferecendo uma atuação mais estratégica à empresa.

Por isso, é bom conhecer as diferenças, mas tenha em mente que dá para trabalhar com os dois segmentos e alcançar ainda mais sucesso!

A atuação profissional

Até aqui, deu para entender um pouco como funciona Front-End e Back-End. Só por isso já se percebe que a atuação desses profissionais é diferente. Basicamente, um trabalha mais próximo ao artístico/criativo e o outro, com a correta aplicação das regras de negócio.

O quanto ganha um desenvolvedor web também se difere quando o assunto é Front-End e Back-End. Enquanto o primeiro tem média salarial de R$ 4.317,33*, o segundo costuma ganhar R$ 4.951,00*. Mas lembre-se de que, quanto maior a sua qualificação, melhores são as chances de encontrar remunerações ainda mais atrativas no mercado.

O conhecimento necessário

Como vimos, a carreira Front-End e a Back-End requer uma bagagem de conhecimentos diferentes. Ainda que seja importante ter noção do que cada segmento faz para o alinhamento das entregas, o foco do profissional é bem distinto. Enquanto o primeiro cria a parte visual da aplicação, o segundo implementa arquiteturas para viabilizar as funcionalidades do site, sistema ou app.

As linguagens utilizadas para cada finalidade também se diferem. No Front-End, elas são executadas no dispositivo que o usuário tem em mãos, enquanto rodam no servidor da empresa no Back-End.

O perfil de cada profissional

Geralmente, o perfil dos profissionais que passam pelos cursos de Desenvolvimento tem alguns aspectos semelhantes, como a necessidade de se adaptar e a comunicação eficiente. O trabalho em equipe e foco nos detalhes também deve ser o mesmo para Front-End e Back-End.

Mas vale ressaltar que um profissional Front precisa desenvolver mais suas habilidades de Design, apesar de não montar as páginas em ferramentas de imagem, como faz o designer. O conhecimento de usabilidade e experiência do usuário também faz diferença em sua atuação.

Já o desenvolvedor Back-End deve focar o aprendizado de tecnologias de banco de dados, de controle de versão, conformidade de segurança, entre outros.

Qual é a importância de investir em uma graduação?

Seja qual for a sua escolha entre Front-End, Back-End e FullStack, uma graduação de qualidade é essencial na sua jornada. Tem ideia do motivo? É na faculdade que você entra em contato com as principais atribuições profissionais, além das técnicas, conceitos, metodologias, frameworks e linguagens de programação usadas pelos especialistas.

“Mas por que fazer o curso superior, se posso encontrar materiais na internet?”, você pode se perguntar. Nesse momento, lembre-se de que, estudando por conta própria, dá até para aprender uma coisa ou outra, só que nada supera o aprendizado a partir das experiências de profissionais que já atuaram no mercado.

Sem falar na grade curricular de Ciência da Computação, Desenvolvimento Back-End, Análise e Desenvolvimento de Sistemas ou qualquer outro curso na área de tecnologia. São disciplinas ordenadas de modo a oferecer trilhas de aprendizado para você assimilar os conteúdos de forma mais natural. No fim das contas, não vão restar dúvidas sobre o que envolve o segmento.

Ao estudar na Anhanguera, você tem tudo isso e outros diferenciais para sua formação. A gente oferece oportunidades de aprendizado além de sala, nas certificações com parceiros, nas Trilhas de Carreira e na Aula Destaque. Cada uma dessas atividades propõe o desenvolvimento de habilidades e técnicas essenciais à sua jornada.

Já com o Canal Conecta, suas chances de conquistar um emprego antes mesmo de sair da faculdade se ampliam. Afinal, seu perfil é redirecionado a vagas exclusivas e que são o que você procura. Isso sem falar dos conteúdos para auxiliar nas entrevistas e no aprimoramento de algumas competências.

Escolha a sua área!

A tecnologia realmente é uma escolha de profissão bastante promissora. Com as informações deste conteúdo, você já sabe o que é Front-End e Back-End, podendo decidir qual delas mais se encaixa em seus objetivos profissionais. Lembre-se que a qualificação é o primeiro passo para o sucesso.

Então, aproveite que está por aqui e inscreva-se para o vestibular da Anhanguera!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.8 / 5. Número de votos: 5

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.