Jornalismo de moda: o que é e como entrar nesse mercado?

A indústria da moda é um fenômeno mundial que movimenta centenas de bilhões de dólares anualmente e envolve as mais diferentes áreas e profissionais. Modelos, estilistas, cabeleireiros, maquiadores, agentes de modelos, apresentadores, marketeiros e, claro, os profissionais do Jornalismo de Moda formam um ecossistema muito maior do que imaginamos. 

Com um campo em constante crescimento, o qual se reinventa a cada dia, a indústria da moda abre novos diálogos com os veículos de comunicação. Se, por um lado, a mídia tradicional está perdendo espaço, por outro, os canais digitais estão evoluindo e criando oportunidades de emprego para os comunicadores, entre os quais está o jornalista de moda. 

Pensando nisso, que tal conhecer um pouco mais sobre o que é o Jornalismo de Moda, a atuação profissional e como se preparar para entrar na comunicação do mundo fashion? Fique com a gente até o final deste post!

O que é Jornalismo de Moda?

Jornalismo de Moda é um campo que lida com a reportagem e a publicação de informações relacionadas à moda e à indústria têxtil nos múltiplos meios de comunicação.

O objetivo é divulgar tendências, estilos, comportamentos e cultura que movimentam a moda, a fim de que o público reconheça como o mundo fashion impacta o dia a dia e influencia a vida, direta ou indiretamente. 

Para isso, os jornalistas coletam essas informações trabalhando com profissionais da moda, entrevistando estilistas e participando de desfiles, sessões de fotos e eventos. 

Assim como em outras áreas do Jornalismo, um conhecimento substancial da história da moda também é uma necessidade para visualizar adequadamente a progressão do mundo da moda, o que pode mostrar ao jornalista não apenas onde a moda esteve, mas para onde está indo.

Como funciona esse trabalho na prática?

A vida de um jornalista de moda é movimentada e envolve estar em contato com muita gente. Ele precisa dessa rede de contatos exclusiva para se manter antenado e analisar, entre outros tópicos, como a cultura pop e os eventos atuais afetam a moda de hoje, além de relatar as notícias, criar editoriais e divulgar quaisquer questões relevantes da indústria da moda

O jornalista de moda é um profissional multifacetado. Ele corre atrás da informação, faz estudos e pesquisas, fotografa, cria conteúdos como vídeos e podcasts, vende suas notícias, faz parcerias com empresas de moda e canais de comunicação, e muito mais.

Faz parte da sua atividade diária lidar com diferentes veículos de comunicação, portanto, deve conhecer como produzir diversos formatos de conteúdos, com linguagem específica para cada um de seus públicos.

Por que essa é uma área que cresce a cada dia?

A indústria da moda, historicamente, é um dos carros-chefes da exportação no país. Apesar dos impactos da pandemia, o setor apresenta recuperação e, de acordo com dados da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), as exportações do setor cresceram 20,86% em relação a 2021, alcançando a marca de US$ 804 milhões

Esse pequeno dado demonstra o quanto setor do vestuário é efervescente e se recupera rápido de crises, o que propicia uma demanda de trabalho para diversos profissionais.

Além disso, com as mídias digitais pipocando, o Jornalismo de Moda amplia sua atuação para além das redações e ganha um campo potencial no mercado online. Embora alguns digam que as redes sociais são um campo saturado, na verdade, há uma ausência de informação de qualidade.

É aí que o profissional gabaritado se destaca. Enquanto muita gente sai criando conteúdo sem nenhuma especialidade, o jornalista de moda ganha em técnica e conhecimento. Especialmente ao explorar campos menos utilizados, ele pode ampliar o campo de trabalho. É o caso dos podcasts, que se tornaram um novo veículo informativo após a pandemia. O Brasil, por exemplo, é o 3º país que mais ouve podcasts no mundo ― um prato cheio para os jornalistas de moda.

A Região Sudeste concentra os principais polos de moda do país, portanto, concentra muitas importunidades de trabalho. O eixo Rio-São Paulo, sobretudo, tem alguns dos principais eventos, como as famosas Fashion Rio e São Paulo Fashion Week. 

Em que tipo de empresa é possível trabalhar?

Atuando no Jornalismo de Moda, você pode assumir uma infinidade de funções, entre as quais destacamos:

  • repórter;
  • editor de moda;
  • assessor de imprensa;
  • criador de conteúdo;
  • digital influencer;
  • pesquisador;
  • empreendedor.

Uma das relações de trabalho que mais se destaca no mundo fashion hoje é o profissional freelancer. Nesse caso, você precisa ter ótimos contatos profissionais e vai dialogar com os mais variados clientes: escritórios de moda, editoras, TVs, jornais e revistas, além de poder ter seu próprio canal de conteúdo fashion.

Muitos jornalistas de moda trabalham como freelancer, permitindo que mudem de empresa e participem de várias atividades relacionadas ao trabalho. 

Como se preparar para ocupar as melhores vagas?

Agora vamos mostrar a você dicas de como se preparar para ser um jornalista de moda de sucesso

Faça a faculdade de Jornalismo 

Aprender técnicas jornalísticas é o primeiro passo para ganhar competitividade no mercado, aumentando as chances de conseguir um emprego na área. O conhecimento e a experiência que você adquirirá na faculdade farão de você um profissional requisitado em qualquer veículo de moda.

YouTube video

Procure por experiências de trabalho

A faculdade também permite que você tenha experiência profissional, por exemplo, por meio de estágios em agências de comunicação de moda e em empresas do ramo. Além disso, você pode começar a produzir seu próprio conteúdo, de maneira experimental, para mostrar sua cara no mercado.

Construa um portfólio

No mercado da moda, o portfólio de trabalho tem grande importância. Por isso, crie seu portfólio com notícias, reportagens, fotos, vídeos e outros conteúdos que produzir.

Esse trabalho anterior pode vir de qualquer projeto que você tenha concluído. Tornar-se um blogueiro de moda também é uma maneira de criar um portfólio online que pode ser facilmente compartilhado em todo o cenário da mídia.

Escolha o seu caminho

O Jornalismo de Moda abrange uma ampla gama de opções de carreira. Então, observe as áreas de atuação, os nichos de moda que você mais curte e invista em conhecer bem esses caminhos para construir o seu trilho profissional.

Faça uma pós-graduação

A pós-graduação também é importante para você adquirir mais experiência no Jornalismo de Moda. Escolha uma especialização na área e aprofunde seu conhecimento. Algumas áreas de pós em moda são o próprio Jornalismo de Moda, negócios de moda, design de produto de moda, marketing e comunicação de moda, e por aí vai.

Transforme sua carreira. Estude na Anhanguera!

Você acabou de conhecer um pouco mais sobre a carreira em Jornalismo de Moda. Agora, para se destacar na área, precisa de uma instituição forte: a Anhanguera. Uma das melhores faculdades do país, tem um curso de Jornalismo de ponta, que combina tecnologia, infraestrutura, professores experientes e uma metodologia inovadora.

Fazer Jornalismo na Anhanguera é a garantia de você estar em um ambiente moderno e cheio de oportunidades para se desenvolver na carreira. Então, não pense duas vezes e inscreva-se já no vestibular!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registered successfully
Oops! Invalid email, please check if the email is correct.
Oops! Invalid captcha, please check if the captcha is correct.