Como está o mercado de trabalho para Engenharia de Produção?

As oportunidades de emprego para Engenharia costumam ser muito estáveis em termos financeiros. Isso porque a demanda por profissionais com conhecimentos especializados é algo crescente na área. O mesmo ocorre com o mercado de trabalho para Engenharia de Produção, pois a carreira conta com possibilidades de crescimento e ótimas remunerações.

Quem escolhe essa graduação pode atuar na otimização de sistemas, na gestão de processos de uma empresa e em diversos outros setores. Logo, é uma ótima alternativa para quem está em busca de uma profissão conceituada e prestigiada.

Neste post, vamos mostrar como está o mercado de trabalho para Engenharia de Produção. Confira!

Como está o mercado de trabalho para Engenharia de Produção?

A Engenharia de Produção é uma área que envolve diferentes conhecimentos, desde os do curso de Exatas, como cálculos, até noções de gestão de pessoas, economia e administração. A formação do profissional é bem rica, fazendo com que ele esteja apto a gerenciar e coordenar os processos de produção de indústrias e empresas.

Essa é considerada uma das profissões em alta. Como esse tipo de engenheiro é essencial em vários setores — indústria têxtil, automobilística e alimentícia, instituições financeiras e públicas e empresas prestadoras de serviços —, você dificilmente terá dificuldade para conquistar um emprego. 🤩

Logo, dá para notar que essa profissão é uma das poucas que possui muitos caminhos de atuação. A vantagem é que as corporações já perceberam isso. Tente imaginar pela visão de um empresário: funcionários especialistas em produtividade, gestão de pessoas e operação de equipamentos é tudo que o negócio precisa para alcançar o equilíbrio entre lucratividade e investimento.

YouTube video

Esses pontos chegam a uma conclusão: o mercado de trabalho para Engenharia de Produção valoriza os profissionais. Confira as principais funções desempenhadas pelo engenheiro de produção:

  • percebe dificuldades e empecilhos que podem comprometer os processos de produção existentes;
  • garante que as demandas estejam em um nível satisfatório de qualidade de acordo com prazos determinados;
  • acompanha a linha de produção em seu consumo de energia.

Quais as áreas mais aquecidas e promissoras?

Veja, a seguir, quais são as áreas mais promissoras da Engenharia de Produção!

Logística

Nessa área, o engenheiro de produção é responsável pelo transporte, manuseio e armazenamento de produtos e cargas. O objetivo principal é garantir que as mercadorias estejam disponíveis, atender as demandas dos clientes e diminuir gastos.

Gestão de Qualidade

Aqui, os engenheiros desenvolvem e usam ferramentas qualitativas e quantitativas para controlar a qualidade de processos e produtos. As funções desse profissional incluem o uso de ferramentas e conceitos voltados para confiabilidade e implementação do controle estatístico dos processos.

Isso ocorre porque é essencial garantir que os materiais atendam a sua finalidade e que os clientes estejam satisfeitos com a compra.

Produto

Essa especialidade inclui as ferramentas e os processos fundamentais à criação de novos produtos, desde a concepção dos artigos até o lançamento no mercado e sua retirada pelo cliente. Além disso, o engenheiro de produção também se adapta para melhorar os bens existentes.

Isso porque as empresas sempre precisam se atualizar para conquistar um grupo-alvo maior, não é mesmo? As possibilidades são bem diversas, pois os especialistas em Produto podem atuar diretamente em todas as etapas de produção.

Como está a valorização do profissional no mercado?

A aplicação dos conhecimentos em qualidade e gestão proporcionam às corporações uma mudança profunda em seus campos e processos problemáticos. A Engenharia de Produção é responsável por transformar até falhas mais graves em instrumentos indispensáveis para a rentabilidade do negócio.

Além disso, os profissionais do ramo são muito valorizados, principalmente em relação aos salários. A remuneração média do engenheiro de produção é de R$ 8.815,36* e o teto salarial pode chegar a R$ 17.413,71* para uma jornada de trabalho de 43 horas semanais. 🤑

Contudo, esses valores tendem a mudar de acordo com a cidade em que o profissional atua. Veja:

  • Rio de Janeiro (RJ): R$ 11.071,40*;
  • Belo Horizonte (MG): R$ 10.394,32*;
  • Macaé (RJ): R$ 9.634,06*;
  • São Paulo (SP): R$ 9.491,33*.

Agora, confira o salário do engenheiro de produção de acordo com o tipo de empresa que ele trabalha:

  • atividades de apoio à extração de petróleo e gás natural: R$ 12.392,42*;
  • serviços combinados de escritório e apoio administrativo: R$ 10.230,02*;
  • atividades de consultoria em gestão empresarial: R$ 10.018,67*;
  • fabricação de fogões, refrigeradores e máquinas de lavar e secar para uso doméstico: R$ 9.791,01*;
  • obras de montagem industrial: R$ 9.186,12*;

Vale a pena investir na área de Engenharia de Produção?

Se você está em dúvida se vale a pena seguir carreira na área da Engenharia de Produção, saiba que a resposta é sim! Essa profissão está em alta e, como vimos, oferece excelentes oportunidades de atuação e ótimos salários.

Confira, abaixo, outros motivos para investir no curso de Engenharia de Produção!

Alto índice de empregabilidade

A Engenharia de Produção conta com várias áreas de atuação, que vão desde a de processos e operações de produção, engenharia econômica e logística, até a prestação de serviços. Com isso, fica fácil perceber o alto índice de empregabilidade do profissional do ramo. 😉

Crescimento da Agroindústria e da Indústria 4.0

Com uma expansão constante, a Indústria 4.0 está relacionada ao modo como as máquinas se comunicam e usam informações para otimizar os processos de produção nas empresas. Nesse caso, o engenheiro de produção pode aliar os conhecimentos específicos a assuntos como internet das coisas e inteligência artificial.

Outra alternativa em destaque é a de Agroindústria. Aqui, os profissionais atuam gerenciando e controlando o processo industrial, a produção agrícola dos produtos e sua distribuição.

Para se destacar nesse ramo, lembre-se de estudar em uma faculdade preparada para oferecer o melhor aprendizado aos alunos. Na Anhanguera, você encontrará diferenciais exclusivos, como corpo docente qualificado, grade curricular atualizada e bolsas de estudos que diminuem o preço das mensalidades. 😃

Agora é com você!

Agora que já sabe como é o mercado de trabalho para Engenharia de Produção, o próximo passo é escolher a faculdade para estudar. Por isso, venha para a Anhanguera e saia preparado para a profissão!

Gostou do conteúdo e quer estudar Engenharia de Produção na Anhanguera? Então, inscreva-se em nosso vestibular online e saia na frente!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registered successfully
Oops! Invalid email, please check if the email is correct.
Oops! Invalid captcha, please check if the captcha is correct.