Como é o currículo de designer de moda? Confira exemplos

Quem pretende ingressar em uma das carreiras da chamada “economia criativa” ― termo aplicado às artes, bens e serviços culturais, jogos, pesquisa, desenvolvimento etc. ― sabe que é super importante encontrar meios de demonstrar suas habilidades profissionais e conquistas. Nesse sentido, o currículo do designer de Moda é um documento para lá de necessário.

Diferentemente de outras profissões, se você pretende ingressar no mundo fashion, deve encontrar maneiras de registrar suas experiências, não apenas para demonstrar quanto conhecimento possui, mas, principalmente, para imprimir personalidade no trabalho realizado. Então, fique conosco na leitura deste post e descubra como é o currículo de um designer de Moda! 🚀

Qual a importância do currículo para o designer de moda?

Em uma indústria tão competitiva como a fashion, o currículo do designer de moda funciona enquanto uma ferramenta eficaz para o profissional mostrar estilo, conhecimento acadêmico, habilidades e realizações, ajudando-os a explicar de forma coerente seu trabalho aos clientes em potencial. 🔝

Veja algumas razões para construir o seu desde a época universitária.

Reflete sua criatividade

O currículo do designer de moda demonstra o que você tem a oferecer e quanto seu trabalho se diferencia dos demais, refletindo sua criatividade, inspirações e referências.

Ajuda a criar uma rede de contatos

Especialmente se for um currículo online, por exemplo, vinculado a um site ou rede social, pode ser uma excelente maneira de estreitar contatos importantes no mercado. 

Ajuda na hora das entrevistas

É uma ferramenta útil para ter à mão durante uma entrevista, pois o conteúdo demonstra sua qualificação e fornece provas reais de suas habilidades e talentos. 

Gera credibilidade

Um currículo de designer de moda bem construído permite que os contratantes vejam seu trabalho de maneira positiva, ao demonstrar quanto você pode inspirar.

Diferencia você

Enquanto todo mundo faz a mesma coisa, você pode se destacar da concorrência se tiver um currículo de designer de moda que dê a verdadeira dimensão de seu trabalho e aponte o que você tem de melhor. 😎

Como é o currículo de um designer de moda?

Ao começar a criar seu currículo de designer de moda, saiba que fugir do convencional é quase uma regra. Se o mundo corporativo opta por currículos mais formais, no caso da indústria da moda, seu material deve ser algo muito visual, motivo pelo qual o formato de portfólio é o mais escolhido.

Além disso, você deve investir na versão impressa ― importante para apresentações presenciais ― e na digital, por meio de um website e conta em redes sociais, a fim de tornar seu material acessível ao mundo.

Informações que não podem faltar:

  • texto de apresentação, resumindo suas principais habilidades e convidando à leitura do CV;
  • dados pessoais e acadêmicos;
  • histórico profissional e experiências;
  • imagens, depoimentos e vídeos (no online) de suas criações.

Exemplos de currículo de designer de moda

A seguir, veja 4 exemplos de currículos que o designer de moda pode usar.⬇️

Currículo clássico com anexos

Esta versão se aproxima do currículo convencional. Você apresenta suas informações pessoais, acadêmicas e profissionais, depois acrescenta anexos que demonstram visualmente o que fez como designer.

Portfólio impresso

O portfólio funciona como um álbum de fotografias ou um livro de memórias. É importante que tenha blocos de pouco texto e muitas imagens. Seu conteúdo deve refletir quem você é, pessoal e profissionalmente. 

Portfólio online

É a versão digital do seu portfólio. Pode ter vários formatos além de um simples arquivo PDF. Alguns profissionais utilizam até materiais interativos, como vídeos e animações.

Website e redes sociais

Apesar de não ser uma forma de currículo, o website e as redes sociais também funcionam como um portfólio de apresentação de seu trabalho. Por isso, podem complementar as informações, inclusive, com a geração de conteúdo. 🤳

Quais são as experiências mais enriquecedoras?

As experiências profissionais mais enriquecedoras são aquelas que impulsionam sua carreira e demonstram seu interesse em se destacar.

Não importa se você está começando ou se já é alguém experiente: sempre há atividades valorosas que podem fazer parte de seu currículo de designer de moda. Veja alguns exemplos:

  • coleções criadas como profissional autônomo;
  • trabalhos em parcerias com estilistas famosos/marcas/lojas;
  • gestão de produção (coordenar equipes na produção de peças);
  • participação em pesquisas de tendências;
  • eventos que realizou/participou;
  • premiações.

Quais são as habilidades que precisam ser destacadas?

Independentemente do formato do currículo do designer de moda, é importante evidenciar habilidades pessoais e técnicas (conhecidas no mundo corporativo como soft e hard skills). Por exemplo:

Habilidades pessoais

  • comunicação;
  • criatividade;
  • liderança;
  • bom desempenho em trabalho em equipe;
  • facilidade em resolver problemas;
  • pensamento crítico;
  • gestão de tempo;
  • relacionamento interpessoal.

Habilidade técnicas

  • habilidade com informática e equipamentos de produção de moda;
  • idiomas que domina;
  • conhecimentos em administração e marketing;
  • conhecimentos em produção de moda;
  • habilidades artísticas (especialmente de desenho de moda);
  • habilidades de corte e costura;
  • conhecimento profundo de tecidos;
  • conhecimento de negócios.

Por que a estética do material é tão importante?

Já deu para entender que o currículo de um designer de moda é a oportunidade imperdível para se apresentar por meio do seu trabalho, das suas ideias e das suas competências. Tudo isso com um material bem personalizado. 

É por isso que estética, design e estilo devem tornar seu material um documento único, capaz de realmente valorizar o seu trabalho.

A estética vai ajudar a conduzir o leitor em uma espécie de “história visual”. Portanto, um design coerente, imagens, legendas, palavras-chave e elementos gráficos permitem dar a todo o documento uma aparência ordenada, pessoal e profissional. Trata-se de construir uma “marca pessoal”, uma identidade evidente e coordenada.

Além da graduação, que tipo de curso o designer de moda pode fazer?

Já que estamos falando sobre o currículo do designer de moda, é importante que o profissional tenha conhecimentos complementares a fim de dar ainda mais peso ao currículo. Uma boa saída são os cursos livres, em geral, de curta duração. Veja alguns deles:

  • Consultoria de Moda: trata de conceitos básicos de tendências e do mercado da moda para a prestação de consultorias;
  • Produção de Moda: trabalha as etapas e os processos da produção de moda; 
  • Gestão e Negócios de Moda: trabalha competências para o gerenciamento de empresas e atuação em negócios para tornar o profissional mais competitivo no mercado;
  • Modelagem de Roupas: aborda os diferentes tipos de modelagem de roupas e os métodos para sua realização.👖👗🩳

Pretende fazer faculdade de Design de Moda? Sua chance está na Anhanguera

Gostou de conhecer a importância e como deve ser o currículo do designer de moda? Dada a importância que a atividade modista tem na economia brasileira, podemos dizer que essa carreira sempre está em alta!

Por isso, se a moda é sua paixão, saiba que a Anhanguera tem uma das mais inovadoras faculdades de Design de Moda do país.

Siga seu sonho com apenas alguns cliques! Inscreva-se já em nossa faculdade.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registered successfully
Oops! Invalid email, please check if the email is correct.
Oops! Invalid captcha, please check if the captcha is correct.