O que é Odontologia Hospitalar? Como funciona?

o que é odontologia hospitalar

O curso de Odontologia é muito bem-visto no mercado. O cirurgião-dentista é um profissional que consegue bons ganhos financeiros e encontra oportunidades de trabalho em diversas áreas. Uma delas é a Odontologia Hospitalar, que, apesar de ser menos conhecida, pode ser muito atrativa.

Neste artigo, você vai saber tudo sobre Odontologia Hospitalar — o que é, o que faz esse profissional, como está o mercado de trabalho e o que fazer para atuar na área. Boa leitura!

O que é Odontologia Hospitalar?

A Odontologia Hospitalar é uma das áreas de atuação do cirurgião-dentista. O objetivo é cuidar da saúde bucal de pacientes internados — geralmente em estados mais graves. Por isso, é comum encontrar o dentista hospitalar atuando em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Muita gente desconhece essa atuação do dentista, por isso a sua presença no ambiente hospitalar ainda causa surpresa. E essa é realmente uma área nova. O Conselho Federal de Odontologia (CFO)reconheceu esse campo de atuação em 2015.

Dentro do hospital, a atuação do cirurgião-dentista vai melhorar a qualidade de vida dos pacientes, diminuir o tempo de ocupação do leito e reduzir os casos de infecção. Além disso, o profissional ajuda o hospital a cortar alguns custos. Isso acontece porque muitos problemas de saúde dão os primeiros sinais na boca — e, quando identificados precocemente, o tratamento é mais rápido e menos custoso.

Quais são as funções do dentista hospitalar?

O cirurgião-dentista que atua na área hospitalar tem duas grandes funções: prevenção e diagnóstico de doenças. Quando essas atividades são desempenhadas de forma eficaz, tanto o paciente quanto o hospital têm benefícios, sobre os quais você leu no tópico acima.

Agora, saiba mais com relação a cada uma das funções do dentista hospitalar!

Prevenção

Muitos casos de infecção nos hospitais começam na boca, como consequência do acúmulo de cáries e de tártaro, principalmente em casos em que o tempo de internação é mais longo. O papel da Odontologia Hospitalar é fazer a higiene bucal correta do paciente, evitando tanto as infecções quanto o surgimento de novas doenças.

Diagnóstico de doenças

Também faz parte das atividades do dentista hospitalar a avaliação do paciente para a identificação de novas doenças, que podem surgir como consequência do uso de medicamentos, por exemplo. Além disso, o profissional de Odontologia Hospitalar realiza procedimentos para tratar os problemas identificados.

É importante lembrar aqui que a Odontologia Hospitalar não deve se confundir com a Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, que é uma especialidade cirúrgica da Odontologia. Apesar de os dois especialistas atuarem no mesmo ambiente, o primeiro está envolvido nos cuidados do paciente da UTI, enquanto o segundo é responsável por executar procedimentos cirúrgicos.

Como está o mercado de trabalho de Odontologia Hospitalar?

O mercado de trabalho de Odontologia Hospitalar está em alta. A Lei 2.776/08 obriga que todas as UTIs do país tenham a presença de um cirurgião-dentista, o que acaba trazendo muitas oportunidades para esses profissionais. Dessa forma, a demanda existe tanto no setor público como privado. Neste momento de pandemia, quando os leitos de UTI estão sendo ampliados em todo o país, o número de vagas é ainda maior. 

Outro fator que contribui para a grande demanda de dentista hospitalar é que essa ainda não é uma especialização comum entre os profissionais recém-formados, o que torna a área menos competitiva.

Por que escolher a Odontologia Hospitalar? 

Se você se interessa pela área e quer saber quais são os benefícios de optar por esse caminho na sua carreira como cirurgião-dentista, chegou ao lugar certo. Confira alguns bons motivos para se especializar em Odontologia Hospitalar:

  • mercado em ascensão: como você já sabe, as oportunidades de trabalho são cada vez mais numerosas, principalmente com o aumento do número de leitos de UTI em consequência da pandemia;
  • papel relevante na UTI: o papel desse profissional é muito importante no tratamento de pessoas em estado grave;
  • convívio com outros profissionais da saúde: nas UTIs, os pacientes são tratados por equipes multidisciplinares, o que proporciona aos profissionais o convívio e o aprendizado com especialistas de diferentes áreas;
  • diferencial profissional: o dentista que investe em uma especialização se destaca em meio aos colegas;
  • boa remuneração: a média salarial do dentista hospitalar é mais alta do que em outras áreas, inclusive para profissionais recém-formados, como você verá mais adiante.

Quanto ganha o dentista hospitalar?

A remuneração é um dos grandes atrativos da área da Odontologia Hospitalar. A média salarial para o dentista que atua em hospitais é de R$ 6.243,32*. Para especialistas, no entanto, esse valor pode ser ainda melhor, passando dos R$ 9 mil* para uma jornada de 33 horas semanais, a depender da região e do local de trabalho.

Como atuar na Odontologia Hospitalar?

O primeiro passo para se tornar um dentista hospitalar é o ingresso no curso de Odontologia e aprender tudo sobre Odonto. É importante buscar uma boa faculdade para a sua formação, que ofereça uma base sólida e prepare o aluno para as próximas etapas da sua carreira.

Ainda na faculdade, o estudante pode optar por fazer estágios na área e envolver-se em projetos de pesquisa relacionados à Odontologia Hospitalar.

Depois de formado, o próximo passo é fazer um curso de especialização, que dura, pelo menos, 350 horas.

Como é o curso de Odontologia da Anhanguera?

Se você pensa em ser dentista hospitalar, não pode deixar de considerar o curso da Anhanguera. Preparamos os nossos alunos para cuidar de todos os aspectos da saúde bucal dos pacientes e atuar na área que desejar — fazendo concurso público de Odontologia, seguindo carreira acadêmica, clínica ou hospitalar. 

Venha para a Anhanguera e seja um dentista hospitalar de sucesso!

Agora que você já sabe o que é a Odontologia Hospitalar, não pode deixar de considerar seguir seus estudos na Anhanguera. Prezamos muito pela aplicação prática do aprendizado. Por isso, nossos estudantes podem praticar os conhecimentos adquiridos em sala de aula no estágio obrigatório. Ele tem carga de 800 horas e é feito em clínicas da faculdade e em unidades do Sistema Básico de Saúde (SUS) — sempre com a supervisão de profissionais experientes.

Se você já está se imaginando como dentista hospitalar, que tal dar o primeiro passo na direção desse sonho? Inscreva-se no nosso vestibular e comece a se preparar para cuidar da saúde bucal de muita gente!

* Sujeito a alterações

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Skip to content