Gestão financeira e controladoria: qual a relação entre eles?

Muito provavelmente, se já ouviu por aí os termos “gestão financeira e controladoria”, pode ter feito uma confusão entre eles. Você sabe o que significam e qual é a diferença? Se não sabe, não precisa se preocupar, afinal, isso é mais comum do que imagina.

Ao continuar a leitura, vai descobrir neste post o que são gestão financeira e controladoria, qual é a diferença entre elas, porque a controladoria é tão relevante para as finanças e qual é a correlação que existe entre ela e os modelos de gestão. Gostou da ideia? Então, vem com a gente! 🚀

O que é gestão financeira e controladoria?

Para começarmos a entender as diferenças existentes entre a gestão financeira e a controladoria, precisamos ter em mente que a primeira é uma atividade chamada de “macro” dentro da área gerencial. Isso significa que ela é uma grande área, responsável por todos os aspectos financeiros de um negócio, incluindo:

  • controle e fluxo de caixa;
  • levantamento de lucro ou prejuízo;
  • cálculo das margens de lucro;
  • índices de endividamento.

É essa a área que realiza o levantamento de informações e o gerenciamento do dinheiro propriamente dito. Tendo como base os seus relatórios, é possível destinar recursos para áreas específicas de acordo com o orçamento estabelecido e os objetivos empresariais.📊

Já a controladoria, por sua vez, funciona como uma espécie de departamento dentro da grande área de gestão financeira. É uma parte dela que foca exclusivamente na análise e no controle das movimentações financeiras, no planejamento dos orçamentos e assim por diante.

A função da controladoria é garantir que as informações geradas para os gestores estejam alinhadas à realidade patrimonial do empreendimento. Dessa forma, ela protege a empresa de decisões equivocadas tomadas a partir da consideração de dados desatualizados ou errôneos.

Qual é a diferença de controladoria e o setor financeiro?

As principais diferenças entre essas duas áreas estão associadas ao seu modo de funcionamento. A controladoria é uma área tática, responsável pela realização de diversos cálculos, controles financeiros, monitoramento de finanças e assim sucessivamente.

Enquanto isso, o setor financeiro é estratégico. É ele quem cuida do que pode ou não ser investido a cada momento, determina os orçamentos para os projetos, aprova ou rejeita novos aportes financeiros e orienta os diretores e a alta gestão sobre decisões importantes para o futuro da organização.

Se a controladoria tem um olhar pontual e técnico sobre o dinheiro da empresa, a gestão financeira está sempre olhando para o cenário geral da coisa toda. Um determina os rumos financeiros do negócio, o outro puxa as rédeas para um lado ou para outro para que a empresa siga o caminho certo.

Por que a controladoria é importante para o setor de finanças?

A controladoria, apesar de ser uma pequena área da gestão financeira, tem uma importância fundamental para o setor. É ela quem desenvolve e realiza a manutenção dos planos operacionais relacionados a dinheiro que podem contribuir com a missão da empresa.

Além disso, ela organiza e avalia todos os dados coletados sobre as movimentações financeiras do negócio, encontrando padrões de comportamento e apontando as decisões mais inteligentes para alcançar determinados objetivos. Também é sua atribuição manter os custos gerenciais do empreendimento sempre em dia, para que os gestores realmente tomem as melhores decisões.

Por fim, mas não menos importante, a controladoria também contribui para a supervisão do pagamento de impostos do negócio. É ela quem estabelece um relacionamento com os auditores da empresa, dando a eles o acesso a todas as informações relevantes.

Quais são as classificações da controladoria?

A controladoria também pode ser classificada em diferentes tipos para atender a necessidades específicas do negócio. De acordo com cada modelo, ela prioriza características diferentes durante o processo de controle interno. São eles:

  • modelo de decisão;
  • modelo de gestão;
  • modelo de informação;
  • modelo de mensuração.

Conheça melhor cada um deles a seguir.

Modelo de decisão

Nesse modelo de controladoria, todas as ações são direcionadas para aquelas decisões que precisam ser tomadas pelas lideranças. Nesse caso, o papel da atividade é prestar suporte para que haja o mínimo de equívoco possível ao fazer uma escolha.

Assim, é parte das funções da controladoria auxiliar o gestor na identificação daqueles problemas e situações que precisam ser resolvidos, além de propor soluções plausíveis. Uma parcela desse trabalho diz respeito a levantar as possíveis consequências de cada alternativa, argumentando os motivos para a melhor decisão.🤔

Modelo de gestão

No modelo de controladoria de gestão, o objetivo é um pouco diferente: é preciso alinhar as atividades das pessoas à missão, visão e valores do negócio. Portanto, a controladoria aponta justamente onde estão os pontos focais que precisam de mudança.

Nesse caso, o controle interno é realizado para adequar as ações ao que a empresa precisa para atingir os seus objetivos. Isso abrange desde o planejamento das atividades, a programação de cada uma delas e o acompanhamento da execução.

Modelo de informação

No modelo de controladoria de informação, o setor realiza um trabalho de coleta, armazenamento e análise de dados importantes da empresa. Nesse caso, são considerados tanto os seus recursos materiais quanto os recursos humanos.

Para que esse trabalho seja realizado com o máximo de precisão possível, ele se utiliza da tecnologia da informação. Então, é fundamental investir na construção de um bom banco de dados e softwares de análise, que produzam insights relevantes para as equipes.

Modelo de mensuração

Já o modelo de mensuração é amplamente usado quando a empresa percebe a necessidade de trabalhar na medição dos resultados obtidos através dos seus esforços. A ideia é criar uma espécie de comparação entre o que foi planejado e o que, de fato, aconteceu.

Para quem gosta de trabalhar sobre métricas, essa é a melhor alternativa. Aqui, os insights sobre o impacto gerado pelos orçamentos são mais frequentes, mostrando realmente qual é o desempenho do empreendimento frente ao que foi determinado para ele.

Tudo começa aqui: graduação em Gestão Financeira!

YouTube video

Como você deve ter percebido, tanto a controladoria quanto a gestão financeira são muito importantes para qualquer empreendimento. E a contratação de alguém qualificado para atuar nessas áreas é indispensável. Quem sabe não será você? O profissional costuma ser formado em Gestão Financeira, um curso superior tecnólogo EAD.

Então, que tal começar a considerar uma formação superior na área? Inscreva-se no vestibular da Anhanguera!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registered successfully
Oops! Invalid email, please check if the email is correct.
Oops! Invalid captcha, please check if the captcha is correct.