8 dicas práticas para manter a produtividade ao estudar à noite

estudar à noite

Quem já trabalha ou pretende arrumar uma ocupação durante o dia sabe que estudar à noite é a solução mais acessível e confortável. O problema é que essa jornada dupla exige muito esforço para que o cansaço não fale mais alto e o impeça de dar o seu melhor.

Outro ingrediente importante para ter uma boa produtividade é a disciplina. Afinal, ainda que não essa fase não seja uma missão tão fácil, vale a pena se sacrificar um pouco e pensar nos seus objetivos futuros.

Tendo em vista esse cenário, confira algumas dicas que separamos para você otimizar a sua rotina noturna!

Tente adaptar seus horários

Hoje em dia, não é difícil encontrar empresas que sejam mais flexíveis quanto à rotina dos seus funcionários, permitindo que eles ajustem os seus horários desde que cumpram o tempo de trabalho exigido. Mesmo se esse não for o caso do seu trabalho, vale conversar com o chefe e ver o que pode ser feito.

Já pensou em chegar uma hora mais cedo no trabalho para ter um intervalo de descanso antes de estudar à noite? Embora isso não seja uma possibilidade para todos, vale a pena tentar fazer pequenas adaptações. O objetivo é gerenciar o seu tempo de forma mais favorável, aproveitando os seus picos de produtividade.

Otimize seu o tempo entre os compromissos

Pode parecer bobeira, mas os intervalos entre um compromisso e outro são capazes de render uma boa diferença na sua rotina. Na maioria das vezes, perdemos esse tempo no trânsito, nas redes sociais ou com qualquer outra distração.

O horário do almoço é um período que pode ser aproveitado. É claro que fazer uma refeição com calma é muito importante, mas talvez sobrem alguns minutos e, nesse momento, você pode revisar algumas matérias ou iniciar um exercício.

Além disso, comece a prestar atenção em como você usa os períodos de deslocamento de um lugar para outro ou até as pequenas pausas durante o dia. A partir disso, tente encontrar soluções para ser mais produtivo. Por exemplo, você pode fazer uma leitura enquanto está no ônibus ou escutar um podcast interessante durante uma caminhada.

Imagina se, além do deslocamento para o trabalho, você ainda tiver que ir até a faculdade. Esse é um ponto negativo dos cursos presenciais, mas que, felizmente, hoje, é possível encontrar a solução para isso: uma faculdade EAD, como a Anhanguera! Dessa forma, você economiza tempo no trajeto, evita gastos com passagens ou gasolina, remaneja seus horários de acordo com as possibilidades e não abre mão de conquistar um diploma de qualidade.

Crie grupos de estudos

O apoio de um grupo de colegas é mais uma dica para quem não tem tanto tempo livre para estudar. Inclusive, nos momentos em que é preciso faltar à aula por conta do trabalho ou para cuidar da família, o prejuízo é menor quando existe alguém para repassar o conteúdo perdido e ajudar com as dúvidas.

Mesmo que não seja possível encontrar a turma presencialmente, é bom deixar um canal de comunicação sempre aberto para ter essa oportunidade de troca e assistência mútua. O tradicional e-mail ou os aplicativos de mensagens, como o WhatsApp, costumam ser bem úteis.

Planeje o fim de semana para estudar

Quem não tem muito tempo durante a semana provavelmente tem que deixar um pouco dos estudos para os dias livres. Em épocas de provas da faculdade, por exemplo, isso acaba sendo inevitável.

Nesse caso, o segredo é ser organizado para equilibrar todas as atividades e não deixar de aproveitar pelo menos um pouco da sua folga, porque isso também é imprescindível para o seu bem-estar.

Uma boa ideia é criar um cronograma de afazeres que devem ser cumpridos pouco a pouco a cada dia. Assim, você evita a procrastinação e o acúmulo das tarefas, evitando comprometer o seu tempo livre. Com essa programação definida, reserve um tempo para estudar, descansar e socializar no fim de semana.

Evite distrações

Estudar à noite é um desafio porque muitas pessoas já estão desocupadas nesse horário e quem trabalhou o dia todo está cansado. Consequentemente, é mais fácil ficar distraído e desmotivado.

Logo, é essencial encontrar maneiras de se livrar dessas distrações e favorecer o seu foco. Um típico exemplo que pode indicar a falta de foco é estudar sentado na cama ou no sofá, com a televisão ligada por perto ou de olho nas notificações do celular.

Dificilmente a sua concentração vai ser efetiva nesse esquema, não é mesmo? Você pode até vencer algumas páginas do livro que está lendo, mas saiba que as tentações ao seu redor não ajudam no seu rendimento. Por isso, encontre um local adequado e tranquilo e elimine as fontes de distração.

Escolha um método produtivo

O seu desempenho no estudo depende de vários fatores, inclusive de encontrar um método que favoreça a sua produtividade. Como cada pessoa “funciona” de um jeito, é normal que cada um prefira estudar de uma maneira diferente.

Por exemplo, alguns estudantes são ótimos em fazer resumos das matérias, já outros acham essa tática uma perda de tempo. Por outro lado, há aqueles que gostam de criar mapas mentais para facilitar a memória visual. Ou seja, o que importa é achar qual técnica é a mais indicada para você.

Mantenha uma vida saudável

Um corpo bem nutrido é sinal de organismo e mente funcionando a todo vapor. Ao contrário, a falta de uma alimentação saudável é capaz de causar lapsos de memória, dificuldade de concentração e até de aprendizado.

O problema é que ter um dia a dia corrido muitas vezes é como um gatilho para ter uma dieta pobre em nutrientes e cheia de produtos industrializados. Isso é uma espécie de sabotagem com a sua saúde.

Para ter mais disposição, procure um nutricionista, a fim de que ele monte um cardápio equilibrado e ajude a promover a sua atividade cerebral. Além disso, encontre um espaço na agenda para praticar atividades físicas com regularidade e manter a sua energia em alta.

Não deixe o descanso de lado

As horas de sono não são um privilégio para quem tem uma vida tranquila. Na verdade, o descanso é fundamental para todo mundo e a sua ausência deve causar sérias complicações.

Logo, tenha essa prioridade na sua rotina e reforce a organização das suas tarefas para não prejudicar tanto o seu sono. Para finalizar, mais uma dica: cuidado com o consumo de bebidas estimulantes. Elas podem parecer uma solução, mas a longo prazo esse hábito tende a arruinar a qualidade do seu sono.

Enfim, encare a missão de trabalhar e estudar à noite como um compromisso que precisa ser vencido dia após dia. Nem sempre vai ser fácil, e essa é a hora de resgatar a sua motivação para não deixar tudo acumulado — o que será muito pior no futuro.

Agora que você já conferiu as nossas dicas de como aproveitar melhor o seu tempo para estudar à noite, que tal nos contar quais táticas têm dado certo para você? Novas sugestões são sempre bem-vindas!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.