Desenho técnico de Agronomia: veja como funciona na graduação

O desenho técnico de Agronomia facilita o planejamento e a execução de diferentes atividades no ambiente rural, especialmente as que envolvem construções, análise de recursos e interpretação de relevo. Nesse caso, ele serve como referência para agrônomos e outros profissionais trabalharem com maior precisão e eficiência.

A seguir, você entenderá como funciona o desenho técnico na graduação de Agronomia e quais são as suas aplicações mais comuns. Não deixe de conferir!?

O que é desenho técnico de Agronomia?

Desenho técnico de Agronomia é um instrumento de apoio e referência para o agrônomo e para outros profissionais que atuam em atividades rurais. Especificamente, trata-se de um campo que emprega elementos, técnicas e conhecimentos de desenho para a elaboração de esboços, projetos e imagens presentes no campo? ou que podem ser construídos futuramente.

O desenho técnico, em si, é uma linguagem gráfica comumente empregada na indústria, sobretudo em arquitetura e em diversos ramos da engenharia. Inclusive, há regras internacionais que padronizam elementos dessa linguagem e compõem as normas gerais do desenho técnico, a fim de que seja melhor compreendido no mundo todo. No Brasil, a ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) é encarregada por essas normas.

Há muito de geometria descritiva em seu escopo de conhecimentos, uma vez que essa linguagem tem por foco representar, em um plano (tela, papel), elementos tridimensionais o mais próximo possível do real. Isso tanto em dimensões quanto em formas.

Basicamente, o desenho técnico possibilita que concepções e ideias sejam transformadas em esboços e em projetos. Estes, em seguida, serão realizados por terceiros.

Em termos de habilidades, essa linguagem permite que você desenvolva senso de rigor geométrico, estimule o raciocínio lógico e melhore a capacidade de organizar elementos em um espaço específico. Dessa forma, contribui para a produção de um projeto com precisão.

Aliás, vale destacar que, normalmente, o desenho técnico é operativo, isto é, após a sua realização, ocorre uma operação de montagem, construção ou fabricação. No geral, isso ocorre na construção civil.

No entanto, a área de maquinários e peças também se beneficia de desenhos técnicos, os quais contribuem na produtividade desse setor. Isso porque a existência das imagens projetadas permite reduzir o tempo de gestação do projeto, além de diminuir a probabilidade de se fabricarem itens defeituosos. Afinal, eles servem de parâmetros para novas produções.

Qual a aplicação do desenho técnico na agropecuária?

Um desenho técnico de Agronomia é importante para que ideias ou esboços de diferentes estruturas sejam melhor compreendidas por outros profissionais, especialmente aqueles que farão a construção e as demais obras no campo.

O projetista ou desenhista também atua na elaboração e na interpretação de esquemas gráficos que buscam representar os componentes artificiais e naturais do cenário rural.

Além do mais, a confecção e a interpretação do desenho técnico são importantes para:

  • projetar e desenvolver instalações rurais;
  • montar imagens arquitetônicas de edificações que armazenam grãos;
  • interpretar o relevo, especialmente devido aos desenhos topográficos;
  • avaliar recursos do solo;
  • contribuir com outros recursos de gerenciamento de uso do solo. Por exemplo, na interpretação de fotos de satélites para estabelecimento das áreas de plantios;
  • planejar outras atividades relacionadas à agricultura??‍?.

Qual é a função do desenho técnico?

Um desenho técnico descreve ou representa uma ideia ou conceito por meio de regras e procedimentos gráficos, facilitando a antecipação ou preconcepção de estruturas, maquinários, organizações espaciais, etc. Em suma, ele é um meio exato e conciso de expressar a forma de objetos em planos, como telas, folhas, quadros, entre outros.

Ao permitir a representação de objetos que ainda não existem, mas cujas estruturas foram estudadas, o desenho técnico possibilita lidar melhor com a dificuldade em se conceber conceitos tridimensionais. Isso inclui, por exemplo, mecanismos, estruturas e movimentos.

Em relação à matéria de desenho técnico em agronomia, dá para dizer que ela é uma ferramenta para colocar o aluno em contato com essa importante área.

A disciplina serve para repassar conhecimentos e promover a capacidade de os alunos interpretarem um desenho conforme as normas da ABNT. Além, é claro, de poderem projetar, desenhar e redigir de acordo com as mesmas normas.

Afinal, você precisará não só projetar e representar bem elementos por meio de desenho técnico, como também deverá ser capaz de entender outras imagens técnicas feitas por colegas e demais profissionais.

O que vou aprender sobre desenho técnico na faculdade?

Os conhecimentos que envolvem desenho técnico de Agronomia são amplos, então, provavelmente você verá bastante coisa. ?

Em geral, ensinam-se fundamentos metodológicos e técnicos, bem como conceituais e de normalização para a elaboração e a compreensão de representações gráficas. Isso com enfoque em projetos de engenharia rural.

Você ainda terá contato com elementos computacionais utilizados para desenhos técnicos projetivos:

  • topográficos;
  • de hidráulica;
  • de instalações e demais construções para fins rurais;
  • de maquinaria agrícola;
  • de irrigação;
  • de drenagem;
  • de paisagismo;
  • de disposição de elementos do dia a dia no campo etc.

É claro que a forma como isso será passado e os temas abordados dependerão da grade curricular da faculdade de Agronomia escolhida, bem como do conteúdo programático da disciplina.

Aqui na Anhanguera, você pode entrar no curso de Agronomia com tranquilidade, pois verá, no geral, os seguintes temas:

  • aspectos gerais da área;
  • padronização e normas de desenho técnico;
  • escalas numéricas e gráficas;
  • convenções e tipos de plantas;
  • tipos de desenho técnico, tipos de projeções (isométricas e ortogonais), planos de corte, perspectivas etc.;
  • formas de elaboração e apresentação das imagens;
  • sistemas de coordenadas (planas, geográficas, polares);
  • desenho técnico com apoio de computador. Aliás, há a introdução aos sistemas CAD;
  • desenho técnico aplicado a cada um dos objetivos de projetos mencionados anteriormente, como topográficos, edificações rurais, instalações e estruturas hidráulicas empregadas em agricultura, entre outros conteúdos.

Ficou com mais vontade de estudar desenho técnico de Agronomia?

O desenho técnico de Agronomia ajuda você a desenvolver habilidades de projetor e intérprete de esboços, imagens e outros tipos de construções gráficas essenciais para o trabalho no campo. ✏️Além disso, você terá como usar essas competências até mesmo em outras áreas, caso deseje migrar futuramente, expandir o seu campo de atuação ou fazer algum hobby.

Ficou interessado na graduação de Agronomia para aprender tudo sobre desenho técnico projetivo? Dê o primeiro passo agora: inscreva-se no vestibular online da Anhanguera!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registered successfully
Oops! Invalid email, please check if the email is correct.
Oops! Invalid captcha, please check if the captcha is correct.