Direito em 2020: conheça as carreiras mais promissoras na área!

direitoem2020conhecaascarreirasmaispromissorasnaarea

Você provavelmente sabe que o curso de Direito é um dos mais antigos da humanidade, afinal, desde sempre era necessária a existência de leis nas mais diversas civilizações, desde a Antiguidade até os dias de hoje. Por isso, se você quer fazer faculdade de Direito em 2020, mas não faz ideia de como é esse curso e quais são as áreas de atuação, vamos contar tudo que você precisa saber sobre a profissão!

Vale a pena entender que os futuros advogados precisam estudar cinco anos para que tenham o diploma de ensino superior em mãos, além de passarem na prova da OAB. Durante o curso, o estudante encontra matérias que apresentam uma visão ampla dos mais diversos segmentos e vivencia situações que fazem parte da rotina do profissional dessa área.

Além disso, a faculdade de Direito também proporciona aos estudantes uma visão crítica e reflexiva do mundo. Dessa forma, tendo o conhecimento das leis, eles poderão se especializar em uma área específica. Então, quer saber mais sobre o funcionamento da faculdade de Direito? Sem problemas! Chegou o momento de conhecer todos os detalhes!

Como funciona a faculdade de Direito?

Se você gosta de ler, quer se aprofundar na área de Ciências Humanas e busca uma sociedade mais justa, pode comemorar, pois essas serão a base do curso. Ao longo dos anos de graduação, muitos livros serão seus maiores aliados, e você vai aprender muito sobre a criação das leis e a aplicação delas.

Gostou de saber disso? Portanto, prepare-se, pois temos um spoiler sobre as disciplinas que você vai aprender durante o curso. A verdade é que a faculdade de Direito aqui da Anhanguera conta com matérias abrangentes e que fazem parte de outros cursos de humanas, como Filosofia e Sociologia, mas existem muitas aulas de temas específicos da profissão. Confira algumas delas:

  • Linguagem Jurídica;
  • Direito Penal;
  • Direito Civil;
  • Direito Econômico;
  • Direito Administrativo;
  • Direito Constitucional;
  • Direito Processual Civil;.
  • Direito Trabalhista;
  • Direito Empresarial;
  • Direito Ambiental;
  • Direito Previdenciário;
  • Direito da Criança e do Adolescente.

São tantos os ramos oferecidos que, no primeiro momento, é comum ficar em dúvida e não saber escolher um favorito. Porém, um dos aspectos mais importantes na vida de um estudante de Direito é, ao longo do curso, analisar suas disciplinas favoritas para começar a pensar em sua especialização.

Aliás, algo que também ajuda nisso é o exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB)! E se você treme de medo só em pensar nisso, respira e não pira: vamos falar sobre ele neste exato momento.

Como é a prova da OAB?

Temido por muitos estudantes e tão esperado por outros, o exame da OAB acontece três vezes por ano. Por isso, é importante ficar atento ao calendário de divulgação dos editais desde o início do ano quando chegar o período de participar dessa prova. Afinal, é preciso ter a aprovação na prova da Ordem dos Advogados do Brasil para poder atuar como advogado no país.

Porém, mais importante do que saber quando vai sair o edital é fazer a leitura desse documento, já que ele pode trazer informações de grande utilidade para participar do processo seletivo, ok?

Mas se você acha que vai precisar esperar o próximo edital para saber algumas características dessa prova, se enganou. Nós vamos contar para você! A primeira coisa que vale a pena saber é que ela é feita em duas fases. Na primeira etapa, a prova é eliminatória e tem 80 questões objetivas, sendo que cada uma possui quatro alternativas de resposta. Para passar para a próxima etapa, é preciso acertar pelo menos metade das perguntas.

Ou seja: vale a pena se preparar para o exame da Ordem desde os primeiros anos de faculdade. Além disso, é importante praticar a leitura e a interpretação de texto para conseguir entender com mais facilidade os enunciados das questões, que costumam ser longos e abordam conhecimentos desenvolvidos ao longo da faculdade.

Já na segunda fase, a prova é composta por duas partes: uma redação e quatro questões dissertativas, nas quais o futuro advogado precisa resolver situações-problemas propostos na prova. Nessa etapa, ao contrário da primeira, o estudante pode escolher a área do Direito para a prova, mas é válido lembrar de que a área também envolve o Direito Processual.

Ah, e a prova da segunda fase possui um valor diferente da primeira fase: vale 10 pontos, sendo metade referente à redação e a outra metade em relação às perguntas. Para ser aprovado, o estudante precisa ter, no mínimo, nota 6,00. E quer saber a duração da prova? Cada fase deve ser concluída em no máximo 5 horas, sendo que, na segunda, é possível levar e consultar a legislação… mas não vale levar material com anotações, ok?

Por que se inscrever no vestibular de Direito em 2020?

Essa dúvida está passando pela sua cabeça? Sem problemas: temos a resposta! A faculdade de Direito permite ao futuro estudante contar com um amplo mercado de trabalho após sua formação e, até mesmo, com ótimas oportunidades de estágio durante os estudos. É possível, ao final do curso, optar por vários concursos públicos que podem pagar altos salários, como promotor, juiz, entre outros.

Além disso, a carreira de Direito garante um grande conhecimento das leis para promover uma aplicação justa delas, sempre tendo em vista os cidadãos. Ah, e se você não quiser ter seu próprio escritório de advocacia, tudo bem! Um advogado também pode ser um defensor público para defender pessoas que não podem contar com o auxílio de advogados particulares.

Quais são as áreas promissoras do Direito?

Agora que você descobriu tantas coisas interessantes sobre esse curso, pode ser que esteja pensando: entre tantas áreas, qual será que é garantia certa de mercado de trabalho? Uma delas certamente é o Direito Digital! Com a constante mudança nas tecnologias, essa é uma área que sempre precisará de advogados para evitar que não haja fraudes na internet.

Porém, caso não seja uma opção que tenha a ver com seu perfil profissional, não se preocupe! Indicamos abaixo cinco áreas que mais crescem e são bem-sucedidas, para que você saiba o que estuda cada uma das partes e escolha algo dentro das diversas opções oferecidas na carreira de Direito.

Direito Trabalhista

O Direito Trabalhista estuda a relação entre patrões e empregados. E, cá entre nós, todas as pessoas precisam trabalhar, certo? Por isso, em uma sociedade que passa por constantes mudanças e alterações nas legislações no mercado de trabalho, essa é uma área de atuação cada vez mais necessária.

Direito Tributário

O Direito Tributário é uma das subdivisões do Direito Público e estuda a arrecadação dos impostos e a fiscalização dos mesmos. O futuro advogado precisa saber que, com a divisão estabelecida na legislação brasileira, há competências que influenciam nos três poderes. Com o crescimento de setor, essa é uma das áreas bem promissoras do Direito.

Direito Eleitoral

Direito Eleitoral é a área do Direito que estuda toda a legislação relacionada às eleições. No Brasil, quem fiscaliza as eleições é a Justiça Eleitoral. Para manter a garantia do sistema democrático, existem leis tanto para os eleitores quanto para o processo de votação em si.

Direito Empresarial

O Direito Empresarial tem como objeto de estudo as relações existentes nas empresas. A área possibilita que o advogado possa agir nos casos de abertura e fechamento de empresas e na formação de sociedades, por exemplo.

Relações internacionais

Já imaginou trabalhar em contato com pessoas de outros lugares do mundo e aprender novos idiomas? Se sim, essa pode ser uma boa área para você! As relações internacionais estudam as relações políticas, sociais e econômicas que vão além de um país. Seu estudo está contido na área do Direito Internacional.

Por que se especializar é tão importante na profissão?

Como já mostramos para você, são inúmeras áreas que o Direito estuda. Por isso, um advogado não conseguirá saber tudo sobre todas as áreas, concorda? Então, uma especialização pode garantir uma melhor atuação do advogado, mais valor agregado ao seu currículo e pode até permitir maiores chances de um trabalho bem-sucedido.

Por isso, um curso de pós-graduação pode ser uma boa opção, tendo em vista a área que o advogado se sente mais tranquilo para poder defender a causa. E mais do que tudo, quem optar pela carreira em Direito deve saber que, do início do curso até a pós-graduação, o foco nos estudos é fundamental.

Gostou dessa profissão? Se você percebeu que Direito é o curso dos seus sonhos, é hora de entrar em ação e se preparar para o vestibular. Confira algumas das unidades da Anhanguera em que há disponibilidade do curso de Direito em 2020:

E se quiser estudar em uma faculdade que oferece ensino de qualidade para você ter sucesso em seu futuro, profissional, já sabe: entre em contato com a Anhanguera! Vamos adorar falar com você sobre a sua carreira.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4 / 5. Número de votos: 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content