Afinal, o que faz quem estuda Artes Visuais?

pincéis representando o curso de artes visuais

Quem nasce com dons artísticos pode muito bem levar essas habilidades para o campo profissional — sobretudo se decidir estudar Artes Plásticas ou Visuais. A área é vasta e repleta de boas oportunidades, como você vai ver a seguir.

Mas o que faz quem estuda Artes Visuais? Você tem alguma ideia? As disciplinas geralmente compreendem as diversas formas artísticas, da pintura e desenho à fotografia e cinema, por exemplo. Também há matérias que envolvem manipulação de materiais, como a escultura.

Acontece que hoje as Artes Visuais vão muito além do que conhecemos como arte clássica, e o profissional pode atuar até mesmo no mundo da moda, em design industrial ou gráfico e no segmento da Arquitetura, principalmente por meio do design de interiores. Que tal conhecer mais sobre cada uma das principais possibilidades? Acompanhe!

Como funciona o curso de Artes Visuais?

Antes de falar sobre o que faz quem estuda Artes Visuais, é interessante conhecer melhor o funcionamento do curso superior, certo? Para ingressar, é bom que o estudante já apresente alguma habilidade artística, porque a maioria dos vestibulares para essa área exige aprovação em exames de aptidão ou de habilidades específicas.

A graduação de Artes Visuais pode ser de Bacharelado, Licenciatura e Tecnólogo, mas, aqui na Anhanguera, nós oferecemos as duas primeiras opções — que vamos diferenciar daqui a pouco. De modo geral, as formações proporcionam o desenvolvimento da percepção, da reflexão, da produção e da crítica no ramo artístico.

O curso tem uma duração média de 4 anos, e a grade curricular de Artes Visuais é composta por teoria e prática, além do estágio supervisionado (requerido em algumas instituições de ensino) e do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). As disciplinas dão uma base técnica, teórica e histórica ao estudante, que ajuda bastante na inserção ao mercado de trabalho atual.

Quais são as diferenças entre Bacharelado e Licenciatura?

Apesar de serem dois cursos similares, há uma diferenciação entre as duas habilitações. No Bacharelado em Artes Visuais, a pessoa terá uma visão ampla da profissão, podendo atuar em diferentes setores artísticos, por meio de especializações.

Já a Licenciatura em Artes Visuais habilita o profissional a ser professor. Outra possibilidade é a de ser educador em museus, centros culturais e galerias. Ou seja, além do conhecimento artístico, ele também deverá ter uma formação pedagógica básica.

O que faz a pessoa que estuda Artes Visuais?

Quem se interessa por essa área, normalmente gosta de diferentes manifestações artísticas, apesar de a maioria já demonstrar maior aptidão por algum tipo de arte. Nesse sentido, a pessoa vai se habituar facilmente às disciplinas e ao dia a dia da graduação.

O estudante de Artes Visuais também deve ter algumas características prévias, que são lapidadas no decorrer do curso, como senso estético, criatividade, olhar sensível e apurado e, claro, muita vontade de aprender. Afinal de contas, um artista nunca para de buscar conhecimento, referências, inspirações e novas técnicas.

Ainda vale ressaltar que uma pessoa formada em Artes Visuais tende a ganhar em média R$ 2.440,09* no mercado de trabalho brasileiro, em uma jornada semanal de 42 horas. O teto salarial costuma ser de R$ 5.628,86*. Mas essa é apenas uma base para que você se situe em relação às oportunidades de remuneração. É claro que, dependendo da área escolhida, o artista pode ampliar seus ganhos consideravelmente.

Por falar nisso, que tal conhecermos algumas opções de atuação?

Pintura

O artista que se especializa em pintura vai trabalhar com a realização de trabalhos plásticos em diferentes materiais, da tinta ao grafite, por exemplo. É uma atuação mais clássica das Artes Visuais, mas que sempre tem seu espaço garantido, nos mais diferentes estilos e escolas.

Escultura

Quem se especializa em escultura esculpe em diversos materiais, sendo a madeira, o gesso e a argila os mais populares. Também há artistas que são especialistas em metais e em cerâmica, garantindo sua identidade e assinatura pessoal em suas peças.

Desenho

O desenho costuma ser bem mais amplo, já que o profissional utiliza diversas técnicas para criar inúmeros produtos. Com formas, perspectivas e tridimensionalidades, entre outros aspectos, ele pode contribuir ou atuar em outras opções mencionadas neste post.

Fotografia

A arte de fotografar também pode ser considerada rentável ao artista visual, sobretudo nos dias atuais, em que a fotografia está em todos os lugares. Ele pode tanto capturar manifestações culturais ou expressividades (físicas e emocionais) quanto criar colagens, montagens ou elaborar seus próprios cenários a serem registrados pelas lentes das câmeras.

Design na indústria têxtil

Essa área está em alta e é atrelada ao ramo da moda. O artista vai criar estampas e colaborar ativamente na produção de coleções, desenhos e modelos de corte ou texturas.

Artes digitais

Uma das áreas mais aquecidas do mercado atualmente para o artista visual é a digital. O profissional, além de habilidades artísticas, também precisa ter conhecimento tecnológico a fim de trabalhar com softwares de desenho, edição de imagens, animações, vídeos, vinhetas etc.

Curadoria

Geralmente, o artista vai atuar em museus, em galerias e em outros centros culturais na seleção de artistas e de obras para serem expostos — permanentemente ou em exposições esporádicas.

Eventos culturais

Também dá para trabalhar com curadoria, mas em eventos culturais ou no desenvolvimento de projetos artísticos em setores públicos. Além disso, também é possível produzir e fazer instalações artísticas em eventos educativos, corporativos e até mesmo publicitários.

Restauração

Em um país tão rico culturalmente, há uma demanda por restauradores de artes que se deterioraram com o tempo, sobretudo objetos muito antigos que precisam recuperar suas características originais.

Docência

Quem escolhe a Licenciatura vai lecionar em escolas públicas ou privadas e outras instituições de ensino fundamental, médio e superior. Também é possível dar aulas em cursos livres e em espaços de educação não formal, como associações, ONGs (Organizações Não Governamentais), ateliês, museus etc.

Agora que você já conhece melhor o curso e sabe o que faz quem estuda Artes Visuais, fica mais fácil se decidir pela habilitação e pelas modalidades de ensino possíveis aqui na Anhanguera. Se a sua preocupação também é a empregabilidade, saiba que o Canal Conecta, exclusivo de nossos alunos, oferece aos estudantes a oportunidade de encontrar as melhores vagas de estágio e emprego.

Se você gostou de saber mais sobre a atuação do profissional em Artes Visuais e deseja construir carreira na área, aproveite e inscreva-se agora mesmo no vestibular online da Anhanguera!

*Sujeito a alteração

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content